Alma Preta organiza curso de mídias negras em São Paulo

Atividade, que será realizada em 9 de junho no Lab Hacker, recebe especialistas em veículos de imprensa voltados à comunidade afro-brasileira

Por Amauri Eugênio Jr., do  Alma Preta

As inscrições para o curso de mídias negras, atividade organizada pelo Alma Preta, estão abertas. A formação será realizada em 9 de junho (sábado), das 9h às 16h, no Lab Hacker (rua Alfredo Maia, 506, Luz, São Paulo).

O curso é voltado para interessados e entusiastas em movimentos organizados na produção cultural afro-brasileira, e tem como objetivo explicar o panorama político, histórico e técnico sobre mídias negras sob o ponto de vista histórico. A imprensa negra sempre foi política e combativa ao racismo, e assim permanece. Os jornalistas da imprensa negra sempre fizeram um contraponto à atuação da imprensa hegemônica no que diz respeito à violência discursiva contra a população negra.

Serão abordados aspectos históricos, no que diz respeito à mídia negra ser um dos primeiros tipos de imprensa no Brasil com discurso crítico e em defesa aos negros no país, e em âmbito político, pelo fato de a mídia negra ter feito e continuar a fazer discurso contra-hegemônico para combater o viés ofensivo e violento da grande imprensa.

Arte: Gabriel Lopes

Os facilitadores serão acadêmicos e profissionais que atuam em mídias negras e são especialistas sobre o tema.

A inscrição para o curso de mídias negras custa R$ 60 e pode ser realizada por meio do preenchimento de formulário online, no qual constam informações sobre dados bancários para pagamentos. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail [email protected]. Interessados poderão também acessar o evento criado no Facebook relativo à atividade.

+ sobre o tema

Mulheres negras, racismo e a (não) garantia dos direitos reprodutivos*

A garantia do direito reprodutivo e a sua efetivação...

O paradoxo da escravidão no desenvolvimento da Amazônia

O trabalho escravo contemporâneo começou a ser delineado e...

Por que a diversidade faz bem para os negócios, para nós e para o futuro

No início de março, aconteceu em Austin, no Texas,...

CNBB denuncia situação dos negros no Brasil 121 anos depois da abolição

g1 - Mundo - No dia do 121º do aniversário...

para lembrar

Conheça cursos para aprender a consertar computadores; salários de técnicos chegam a R$ 4 mil

Marcela Sorosini - Foto: Urbano Erbiste O Brasil tem136 milhões...

Mvúka: Futuros Diversos através das vivências Negras

A ideia de uma realidade diversa de futuro para...

Estudante implode bomba semiótica do Enem

  Sem querer o estudante da USP que...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=