quinta-feira, abril 22, 2021

Educação

Foto: Gety Images/Jed Share/Kaoru Share

ONU escuta estudantes para decidir como aplicar o direito das crianças na internet

Imagine realizar um amplo debate internacional sobre os direitos das mulheres e criar normas e leis para os Estados sem a participação do público feminino. “O que o movimento feminista diria sobre isso? Por muito tempo, os adultos, mesmo que com as melhores intenções, têm discutido o direito das crianças e adolescentes sem ouvi-los”, afirma Luis Ernesto Pedernera Reyna, presidente do Comitê dos Direitos da Criança da Organização das Nações Unidas (ONU). Desde 2014, a organização vem trabalhando intensamente para mudar essa realidade. Mais de 709 crianças de 29 países foram ouvidas, juntamente a especialistas e organizações da sociedade civil, para a construção do Comentário geral n. 25, lançado na semana passada, que define como a Convenção sobre os Direitos da Criança e do Adolescente se aplica ao ambiente digital. E que vai promover mudanças na forma como Estados e empresas gerenciam negócios na área de tecnologia. O documento explica...

Leia mais
Manifestação por justiça pela morte de João Alberto Silveira Freitas, em novembro de 2020. Manifestantes se reuniram na rede de mercado Carrefour em todo país pedindo por respeito às vidas negras Foto: Jorge Hely / Agência O Globo

Comissão Interamericana alerta para piora dos direitos humanos no Brasil

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) fez um alerta, na quarta-feira, para a deterioração desses direitos no Brasil. Segundo o órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), a piora é evidenciada desde a chegada ao poder do presidente Jair Bolsonaro e foi agravada pela pandemia. A CIDH apresentou seu "diagnóstico integral" do respeito aos direitos humanos no Brasil até dezembro de 2019. — Em seu relatório, a comissão dá conta dos avanços registrados no país nos últimos 20 anos, em particular na consolidação democrática e do Estado de Direito — assinalou sua presidente, Antonia Urrejola, em videoconferência. — Não obstante, a CIDH destaca sua preocupação com a desestruturação progressiva dessas instituições e políticas públicas construídas durante mais de duas décadas. Uma delegação da CIDH visitou o Brasil em novembro de 2018, na segunda observação "in loco" do país, após uma primeira visita em dezembro de 1995. O relatório não...

Leia mais
Anielle Franco (Foto: Bléia Campos)

Educação e saúde: Será que é a hora de reabrir nossas escolas?

Esta semana, no Rio de Janeiro, fomos surpreendidas com a notícia que as escolas serão reabertas neste que é o pior momento da pandemia no Brasil. Após uma forte disputa, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu que mesmo o Rio de Janeiro registrando pessoas morrendo à espera de leitos de UTI, nós, professores e alunos, devemos retornar à sala de aula. O cenário onde a justiça toma tal decisão não poderia ser pior. A determinação aconteceu na mesma semana em que pela primeira vez na história do país, o número de mortes ultrapassou o número de nascimentos na região sudeste, foram 13.998 nascimentos contra 15.967 óbitos no mesmo período. Nessa mesma semana, batemos mais um recorde de mortes, com mais de 4 mil óbitos por covid-19 em 24 horas e com a vacinação só agora chegando a 10% da população tendo tomado a primeira dose, e menos...

Leia mais
Infraestrutura adequada permitirá retorno seguro às salas de aula. — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Campo Limpo Paulista)

Educação domiciliar priva estudantes de seus direitos e de uma formação cidadã

Em abril de 2019, Bolsonaro apresentou o Projeto de Lei (PL) 2401/2019, que visa regulamentar no Brasil a educação domiciliar, também conhecida como homeschooling. O tema foi retomado em meio à pandemia, quando o deputado federal Vitor Hugo (PSL/GO) apresentou um requerimento para tramitação sob regime de urgência do PL. Para Gina Vieira, educadora de Brasília (DF), trata-se de um contrassenso: “Essa proposta vem exatamente na conjuntura em que percebemos quão complexo é garantir a aprendizagem, o quanto precisamos de professores preparados e experientes, e a falta que as escolas fazem para formação e a socialização das crianças e adolescentes”. A especialista complementa que o PL faz parte de um projeto maior, de defesa de um Estado mínimo e de uma educação na perspectiva técnica e tecnicista. “O que está por trás desse PL é uma tentativa de impor uma educação que não discuta questões valiosas para o estado democrático...

Leia mais
Divulgação/FIXE

Plataforma FIXE seleciona jovens curadores bolsistas da periferia de São Paulo

A nova plataforma multilinguagem FIXE (lê-se “fiche”, gíria portuguesa que significa legal, com estilo e boas qualidades), que reúne a nova produção artística e cultural de países e regiões lusófonas, anuncia chamamento de jovens curadores bolsistas da periferia de São Paulo. Idealizada e dirigida pela empreendedora cultural Fabiana Batistela, que também é diretora geral da Semana Internacional de Música de São Paulo (SIM São Paulo), a FIXE vai selecionar seis jovens colaboradores para desenvolver um trabalho de pesquisa e curadoria artística. A atuação de cada colaborador abrange as expressões do Festival Fixe: música, cinema (audiovisual), artes visuais, literatura, teatro e gastronomia, revelando outros jovens talentos das periferias da capital paulista para o Portal FIXE.   Cada pesquisa será desenvolvida por um mês, com mentoria indicada pelo projeto e o resultado será compartilhado em destaque nas redes sociais e portal do FIXE. O trabalho, que busca dar visibilidade à nova produção artística, vai revelar 36 novos talentos legitimados...

Leia mais
Foto: Secom

Sisu abre inscrições para quase 210 mil vagas em universidades e instituições públicas

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2021 abriu na madrugada desta terça (6) as inscrições para vagas em universidades e instituições de ensino públicas de todo o país. O prazo se encerra na próxima sexta (9) e o resultado será divulgado em 13 de abril. Veja o site do Sisu. Nos primeiros minutos após a abertura do sistema, candidatos relataram nas redes sociais p-roblemas para acessar o site, que demorava para carregar (veja mais abaixo alguns dos memes que circularam nas redes). Por volta das 6h30, entretanto, outros candidatos diziam ter conseguido realizar a inscrição. O G1 entrou em contato com o Ministério da Educação para saber quais falhas o sistema enfrenta e aguarda resposta. Na semana passada, os candidatos do Enem tiveram problemas para acessar as notas do exame. No Sisu, é recomendável fazer o acesso periódico do sistema durante os quatro dias de inscrição. Isso ocorre porque...

Leia mais
A pesquisadora brasileira Marcelle Soares-Santos, uma das cientistas que fazem parte da HQ Entrevistas Além do Tempo – Foto: Reprodução/Projeto Clara Ciência

Histórias em quadrinhos apresentam protagonismo negro e feminino na ciência brasileira

Famosas por contarem histórias de super-heróis, as HQs possuem também um longo histórico de abordagem de temas sociais e raciais em suas narrativas. Seguindo essa linha, o pesquisador e pedagogo Carlos Antônio Teixeira , da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, acaba de lançar duas histórias em quadrinhos com foco no protagonismo negro e feminino na área científica. Fruto de sua pesquisa de pós-doutorado, os projetos foram desenvolvidos sob supervisão do professor Waldomiro Vergueiro, do Departamento de Informação e Cultura (CBD), também da ECA, e tiveram apoio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e do Consulado dos Estados Unidos. “Se há um desconhecimento sobre quem são os cientistas brasileiros e quanto ao (des)conhecimento de afrodescendentes no campo científico brasileiro?” foi a questão que impulsionou Carlos Teixeira a desenvolver a pesquisa. Com o objetivo de promover o interesse de estudantes pela ciência e ressaltar a importância da...

Leia mais
Divulgação

Semana de ação mundial 2021: Estão abertas as inscrições para a maior atividadeplea educação do mundo

A 18ª Semana de Ação Mundial, maior ação coletiva em prol da educação do planeta, vai acontecer entre os dias 14 e 21 de junho e está com as inscrições abertas até 14 de maio! Desde a primeira edição da SAM, mais de 85 milhões de pessoas em todo o mundo já se mobilizaram e, apenas no Brasil, já são cerca de 1,7 milhão de pessoas. Como acontece a cada edição, haverá distribuição gratuita de materiais e certificados para as/os participantes. INSCREVA SUA ATIVIDADE JÁ: A DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS IMPRESSOS É LIMITADA ÀS 1000 PRIMEIRAS INSCRIÇÕES! Clique aqui para se inscrever! As inscrições para realizar uma atividade da SAM 2021 e para receber os materiais impressos gratuitamente pelos correios podem ser feitas neste link. Haverá certificado de participação mediante envio de relatório das atividades realizadas. Veja mais informações abaixo. Financiamento e escola segura Com o tema ‘A educação está passando a lição:...

Leia mais
Foto: Divulgação/ Piraporiando

Prêmio Escola Diversa reconhece práticas pedagógicas que contribuem para a diversidade na educação

Estão abertas as inscrições para a primeira edição do Prêmio Escola Diversa, organizado pela edtech Piraporiando. A iniciativa busca reconhecer práticas pedagógicas inovadoras que contribuem para a diversidade no ambiente escolar. As inscrições (clique aqui), que são gratuitas, já estão abertas e vão até o dia 20 de abril. Podem participar escolas públicas e privadas de todo o país. O Prêmio Escola Diversa tem a proposta de dar visibilidade a iniciativas bem sucedidas em escolas que usam as diferenças e a diversidade em sala de aula para impulsionar a aprendizagem dos estudantes. “Entendemos que o pensamento crítico e criativo é fundamental para a educação, e, além disso, acreditamos no poder da diversidade e de uma educação que trabalha pela equidade, proporcionando às crianças e jovens uma visão de mundo que valoriza diversas culturas”, explica Janine Rodrigues, educadora, escritora e fundadora da Piraporiando. Prêmio Escola Diversa: categorias e premiação Podem participar...

Leia mais
Foto: Divulgação

Semana da Ação Mundial 2021: estão abertas as inscrições para a maior atividade pela educação do mundo

A 18ª Semana de Ação Mundial, maior ação coletiva em prol da educação do planeta, vai acontecer entre os dias 14 e 21 de junho e está com as inscrições abertas até 14 de maio! Desde a primeira edição da SAM, mais de 85 milhões de pessoas em todo o mundo já se mobilizaram e, apenas no Brasil, já são cerca de 1,7 milhão de pessoas. Como acontece a cada edição, haverá distribuição gratuita de materiais e certificados para as/os participantes. INSCREVA SUA ATIVIDADE JÁ: A DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS IMPRESSOS É LIMITADA ÀS 1000 PRIMEIRAS INSCRIÇÕES! As inscrições para realizar uma atividade da SAM 2021 e para receber os materiais impressos gratuitamente pelos correios podem ser feitas neste link. Haverá certificado de participação mediante envio de relatório das atividades realizadas. Veja mais informações abaixo. Financiamento e escola segura Com o tema ‘A educação está passando a lição: Financiamento e escola...

Leia mais
Mãe de aluno, contratada em um programa de temporários da Prefeitura, desinfeta um recipiente de álcool gel na escola de ensino fundamental Sylvia Martin Pires em São Paulo, em 8 de março de 2021. (Foto: ANDRE PENNER / AP)

“As escolhas que fizemos para as crianças foram terríveis”: um ano de ensino remoto no Brasil

O dia 23 de março ficou marcado na memória da pedagoga Leila Oliveira. Foi nesta data que, em 2020, as escolas públicas e particulares de São Paulo fecharam as portas pela primeira vez, na tentativa de conter o avanço do coronavírus. A medida afetou 3,5 milhões de crianças e adolescentes da rede estadual e 2,3 milhões de alunos da rede particular, sem contar os estudantes das redes municipais. São Paulo era o primeiro Estado a ser arrastado para dentro da crise sanitária e o fechamento das instituições de ensino afetou milhares de famílias. “Tive de sair da creche onde trabalhava em Campinas, não consegui conciliar o trabalho com as demandas do ensino híbrido das minhas filhas”, conta a pedagoga. “Eu podia me afastar, mas sabia que outras mães não podiam parar de trabalhar.” Naquele momento, pouco se sabia sobre o vírus. Imagens de cidades na Itália sendo capituladas por um...

Leia mais
(Foto: Paulo Fridman/Corbis via Getty Images)

Cresce número de escolas públicas sem banheiro e internet banda larga; 35,8 mil não têm coleta de esgoto

O número de escolas públicas que não têm banheiro e internet de banda larga cresceu entre 2019 e 2020, de acordo com o Censo Escolar da Educação Básica, do Ministério da Educação (MEC). Os dados foram coletados em março do ano passado. Eles indicam que as escolas já estavam com déficit de estruturas essenciais para a reabertura durante a pandemia e, caso não tenham sido feitas mudanças, podem ser um entrave para estudantes e professores retomarem as salas de aula. Em 2019, 3,5 mil escolas públicas não tinham banheiros, o que representava 2,4% do total. Em 2020, aumentou para 4,3 mil, 3,2% do total. A internet banda larga não chegava a 15 mil escolas urbanas em 2019 (18,1%), e cresceu para 17,2 mil (20,5%) em 2020. Além disso, 35,8 mil escolas seguem sem coleta de esgoto, 26,6% do total. Antes, eram 36,6 mil (27,1%) (veja no infográfico abaixo). Até as...

Leia mais
Divulgação

Fundo Baobá realiza aula inaugural do Programa Já É – Educação e Equidade Racial

O Fundo Baobá para Equidade Racial realiza nesta quinta-feira (18), às 19h, a aula inaugural do Programa Já É - Educação e Equidade Racial. A iniciativa oferece 100 bolsas em cursos pré-vestibular, apoiando estudantes da periferia de São Paulo e municípios da Grande São Paulo na superação do gargalo que impede a entrada de negros no ensino superior. A aula é dedicada aos 83 estudantes matriculados, com idades entre 17 e 25 anos, e seus familiares, além de representantes do Fundo Baobá e instituições apoiadoras do programa, como Citi Foundation, Demarest Advogados, Amadi Technology e Instituto Poli Saber/ Cursinho da Poli. Adaptado ao formato virtual em função da pandemia, o programa disponibilizará notebooks e chips para o acompanhamento das aulas. Os alunos também terão apoio para enfrentamento dos efeitos psicossociais do racismo e para a ampliação das habilidades socioemocionais e vocacionais. Quando as aulas voltarem a ser presenciais, ainda terão...

Leia mais
Foto: Imagem enviada ao Portal Geledés

Livro infantil homenageia Mãe Beata de Iemanjá

Escrito por Elaine Marcelina e ilustrado por Anni Ganzala, o livro Beata, a menina das águas será lançado no dia 17 de abril pela Editora Malê. A obra infantil homenageia a Mãe Beata de Iemanjá, destaca sua vocação espiritual e narra a infância da Ialorixá na cidade de Cachoeira (BA). A autora acredita que o livro é um instrumento contra a intolerância religiosa que vem se agravando no país. Beata, a menina das águas tem texto de apresentação do filho biológico de Mãe Beata, o sociólogo Adailton Moreira Costa, babalorixá, herdeiro do Terreiro Ilé Omiojúàró. Uma das figuras de maior destaque da cultura afro-brasileira, Beatriz Moreira Costa, conhecida como Mãe Beata de Iemanjá, nasceu em 20 de janeiro de 1931. Foi ativista pelos direitos humanos, contra a intolerância religiosa, a homofobia e o racismo. Escreveu os livros: “Caroço de Dendê, Sabedoria dos Terreiros” (1997) e “As histórias que minha avó...

Leia mais
Getty Images

Especialistas defendem acesso à internet e tecnologias de ensino como bens públicos

A educação tem sido uma das grandes vítimas da pandemia em todo o mundo, sobretudo no Brasil. O fechamento de escolas, a falta de acesso à internet, de dispositivos eletrônicos e o atraso em alavancar planos de ensino remoto terão impacto em toda uma geração de estudantes e no futuro do trabalho, resultando em um aumento brutal de desigualdades. “Neste momento, passados 12 meses de pandemia, quando o Brasil perde por dia cerca de 2 mil pessoas para a COVID-19, é necessário que haja um debate na sociedade sobre o acesso ao wifi e à internet banda larga como um bem público, assim como é a água e a energia. Isso é particularmente importante neste momento da pandemia, com benefícios importantes para todos, especialmente para os mais vulneráveis. Garantir esse acesso permite avançar em tecnologias digitais de ensino remoto”, disse Lorena Barberia, pesquisadora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências...

Leia mais
Foto: Michele Mendes / TV Globo/Arquivo

PEC Emergencial: proposta ameaça Fundeb e pode agravar desigualdades educacionais

Foi divulgado, nesta terça-feira (23), parecer do senador Marcio Bittar (MDB) sobre a Proposta de Emenda à Constituição n° 186, de 2019. A proposta, conhecida como PEC Emergencial, estabelece mecanismos permanentes e emergenciais de ajuste fiscal para a União, estados e municípios. Em seu parecer, o relator apresenta um substitutivo ao texto original, propondo um protocolo de responsabilidade fiscal aos governos federal, estaduais e municipais e uma “cláusula de calamidade” para que a União mantenha o pagamento do auxílio emergencial em 2021. O relatório da PEC Emergencial, que pode ser votado no Senado nesta quinta-feira (25), prevê o fim da vinculação constitucional da receita de impostos para a educação e a saúde. Se o texto for aprovado sem mudanças, União, estados e municípios ficam desobrigados de garantir investimento mínimo nessas duas áreas. No caso da educação, o artigo 212 da Constituição Federal estabelece hoje que a União deve aplicar, por ano, no...

Leia mais
Dionísio Crixi (ao fundo está Geizy, funcionária da faculdade em que ele estuda), Maria da Penha e Ertiel: alunos do ensino superior tiveram de estudar em suas aldeias durante a pandemia (Arquivo Pessoal)

A luta dos universitários indígenas para não desistir das aulas em ensino remoto nas aldeias durante a pandemia

A estudante indígena, que faz parte do povo Atikum, morava em Brasília desde que ingressou no ensino superior em 2019. No início da pandemia, em março passado, a jovem precisou deixar a capital federal e retornar para a sua aldeia no município de Carnaubeira da Penha, no sertão de Pernambuco. Em agosto de 2020, quando as aulas remotas da UnB começaram, surgiram também as dificuldades, como a falta de um computador e uma conexão de internet precária. "Já fiquei dias sem conseguir assistir a uma aula", diz Penha à BBC News Brasil. Os problemas de conexão, que costumam afetar até mesmo estudantes que moram nos centros urbanos, são ainda maiores para quem mora em áreas rurais ou terras indígenas. Em meio às dificuldades, a universitária também convive com o temor da covid-19, que tem afetado duramente os povos indígenas do país. "Dois tios idosos faleceram por causa do coronavírus. Isso...

Leia mais
Dvulgação/Enviado para o Portal Geledés

Companhia distribui mil livros, que serão entregues gratuitamente

Pelas redes sociais a Companhia Ih, Contei, criada pelos artistas Leandro Pedro e Elton Pinheiro dá vida a contos infantis, através de trabalhos lúdicos, durante os meses de fevereiro e março. Quem quiser, ainda pode receber gratuitamente e em casa, o livro “Maria do Socorro”.  Escrita por Leandro, a história narra a vida de uma velha senhora cega que enxerga o mundo com seus olhos de vidro e por onde ela passa, diz ‘aproveite a vida antes de morrer’. Serão distribuídos 800 livros para escolas e 200 livros para o público em geral. Durante as lives realizadas no Instagram @ih_contei, entre fevereiro e março, o grupo cria ações de contação de histórias, oficinas de escrita criativa e de narrativas, distribuição de livros e intervenções poéticas tudo nas páginas sociais do da Ih, Contei. Oficinas gratuitas para escolas Entre as atividades a serem realizadas, a Ih, Contei irá disponibilizar 12 oficinas para escolas públicas, que abordarão...

Leia mais
Redação da Folha no quarto andar do prédio da alameda Barão de Limeira 425, nos Campos Elíseos, em São Paulo - Lalo de Almeida/Folhapress

Folha lança programa de treinamento destinado a profissionais negros

A Folha abre nesta sexta (19) as inscrições para o seu Programa de Treinamento em Jornalismo Diário, que, desta vez, será destinado a profissionais negros. O curso é voltado para estudantes universitários e pessoas formadas em qualquer área de conhecimento. O critério de cor é a autodeclaração. Com duração de três meses, o programa será online por causa da pandemia, no período noturno (das 18h às 22h). Interessados de todas as regiões do país podem se inscrever. As inscrições encerram-se em 21 de março. ​ Os trainees terão aulas de práticas jornalísticas, português, uso de banco de dados e economia, entre outros temas. A coordenadora do curso será Flavia Lima, ombudsman da Folha. “Foi por meio de um programa de trainee que entrei no jornalismo há 20 anos. Conheço a importância da iniciativa e considero uma honra coordenar o programa da Folha, o primeiro voltado para jornalistas negros. Certamente, a definição de pluralismo vem sendo ampliada.”...

Leia mais
Caderno de provas do Enem 2020 — Foto: Aline Nascimento/G1

Locais de reaplicação do Enem 2020 serão divulgados nesta sexta, diz Inep

O endereço dos locais de prova da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão divulgados nesta sexta-feira (19), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A informação estará na Página do Participante, e poderá ser acessada com login e senha de cada candidato que pediu a reaplicação. O endereço é https://enem.inep.gov.br/participante/ A reaplicação está prevista em edital e ocorre em todas as edições. Para o Enem 2020, ela será em 23 e 24 de fevereiro. Candidatos que tiveram diagnóstico de Covid-19 ou aqueles que foram prejudicados por problemas logísticos, como salas lotadas, na aplicação de 17 e 24 de janeiro (prova impressa), e de 31 de janeiro e 7 de fevereiro (prova digital), tiveram direito a pedir uma nova aplicação do exame. Os pedidos foram analisados individualmente pelo Inep. A prova é feita na mesma data do Enem para pessoas privadas de...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist