sexta-feira, outubro 30, 2020

    Educação

    Divulgação

    Curso: Espaços culturais – lugares de livre associação

    A Comunidade Cultural Quilombaque, movimento político étnico cultural regido pelos tambores, localizado no bairro de Perus-SP, está ameaçado de perder o seu espaço físico para a especulação imobiliária. Foram intimados a entregar o espaço, caso não ocorra a compra do terreno, porém o valor e o prazo estimado para a aquisição são incompatíveis com o orçamento da comunidade. Ao longo desses quinze anos de resistência no bairro, várias conquistas foram alcançadas, porém sabemos que ainda há muitos desafios a serem consolidados e um deles é a permanência nesse espaço (anteriormente um lugar de abandono e altamente degradado), construído coletivamente com grande valor afetivo e transformado em um ponto de referência cultural para o bairro e para a cidade de São Paulo. Por essa razão eles lançaram a campanha #FICAQUILOMBAQUE (link para contribuição: http://vaka.me/1341779) para arrecadação de dinheiro para a permanência de sua sede. Sendo assim, o coletivo Margens Clínicas oferece...

    Leia mais
    Antonieta de Barros, primeira mulher negra eleita no Brasil. (INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE SANTA CATARINA)

    Antonieta de Barros, a parlamentar negra pioneira que criou o Dia do Professor

    Um menino no interior do Maranhão comemora o 15 de outubro, assim como uma menina gaúcha. O dia do professor é celebrado em todo o Brasil. Sabem esses estudantes quem é a extraordinária heroína brasileira que criou a data? Seus feitos, sua história? Sabem os professores destes estudantes algo sobre ela? Ou será que esta personagem fantástica, mulher e negra, foi invisibilizada? Antonieta de Barros foi excepcional. Está entre as três primeiras mulheres eleitas no Brasil. A única negra. Foi eleita em 1934 deputada estadual por Santa Catarina, mesmo ano que a médica Carlota Pereira de Queirós foi eleita deputada federal por São Paulo. Sete anos antes, Alzira Soriano havia sido eleita prefeita num pequeno município do Rio Grande do Norte, primeiro estado a permitir disputas femininas. Expoente da ideia “anárquica” de que as mulheres deveriam ter direito ao voto, a bióloga Bertha Lutz trocou inúmeras cartas com Antonieta na...

    Leia mais
    Reeducandos da Penitenciária de Parelheiros, zona sul de São Paulo, fazem a prova da Competição USP de Conhecimentos (CUCo) - Foto: Caio Daniel / Divulgação SAP.

    De dentro de presídio, reeducandos se preparam e sonham em estudar na USP

    Entre os 58.558 inscritos da edição deste ano da Competição USP de Conhecimentos (CUCo), um grupo marcou sua estreia. Pela primeira vez, sentenciados da Penitenciária de Parelheiros, na cidade de São Paulo, participaram do desafio que busca incentivar mais alunos da rede pública estadual paulista a estudarem na Universidade. A CUCo organiza provas para preparar jovens a ingressarem na USP e entenderem o processo de seleção de uma universidade pública. As provas trazem questões sobre ciências humanas, ciências da natureza, matemática e língua portuguesa. O nível de dificuldade varia conforme o ano do ensino médio em que o aluno está: 1º, 2° ou 3º ano. Dentre os seis participantes da penitenciária de Parelheiros, três atingiram a nota mínima de corte e um deles foi certificado com o melhor desempenho entre os estudantes do 2° ano do ensino médio da Escola Estadual Leda Guimarães Natal. Lá, os jovens cursam o ensino...

    Leia mais
    Bordadeiras da Coletiva Tear & Poesia de Arte Têxtil Preta Nativa - Coletiva Tear & Poesia

    Coletivo de mulheres organiza oficinas gratuitas online de iorubá e guarani

    Já pensou em falar guarani ou iorubá? A quarentena pode ser a oportunidade aprender algo mais diferente do que fazer pão. Duas oficinas gratuitas e virtuais organizadas pelas mulheres da Coletiva Tear & Poesia de Arte Têxtil Preta Nativa oferecerão noções da língua indígena brasileira e da língua falada em regiões do oeste da África a partir desta segunda-feira (5). As oficinas fazem parte do projeto “Pangeia Entre Elos - Palavra de Mulher” —Pangeia era o continente único que existia antes que fenômenos sísmicos os dividissem na configuração atual –e têm como público preferencial moradores das periferias, embora estejam abertas a todos. Após os cursos introdutórios, haverá também aulas de grafismos indígenas e africanos, entre os quais os criadores dos cursos veem semelhanças. "Por que há semelhança se os continentes são distantes? O assunto ainda está em estudo e por enquanto não há respostas concretas”, diz Rita Maria Santa Rita...

    Leia mais
    FUNDEB/Divulgação

    Igrejas e instituições filantrópicas pressionam Congresso para ampliar o uso do Fundeb

    Instituições religiosas, comunitárias e filantrópicas sem fins lucrativos se uniram para pressionar o Congresso a fixar um percentual de recursos do Fundeb (fundo da educação básica) para custear vagas de alunos nos ensinos fundamental e médio em escolas ligadas a essas entidades. No projeto de lei que regulamenta o novo Fundeb —o fundo foi promulgado em agosto—, há a previsão de que essas instituições possam receber recursos para matrículas na educação infantil, educação do campo (rural), pré-escola e educação especial. Com as receitas duramente afetadas pelo aumento da inadimplência decorrente da pandemia do novo coronavírus, as entidades redobraram os esforços para tentar incluir os ensinos fundamental e médio na regulamentação. O tema esteve nas discussões da PEC (proposta de emenda à Constituição) que tornou o fundo permanente. Na Câmara, a relatora do texto, professora Dorinha Rezende (DEM-TO), incluiu a possibilidade de uso dos recursos pelas entidades, condicionado à necessidade de...

    Leia mais
    (Foto: Divulgação/ EDUCAFRO)

    80 bolsas de estudos integrais, com materiais didáticos, uniformes e lanche diários

    Você mora em São Paulo? A EDUCAFRO lhe indica: Um dos mais caros COLÉGIOS do Brasil, Colégio SÃO LUÍS (dos Jesuitas), vai selecionar 80 jovens pobres que querem ser top nos estudos e doar 80 bolsas de 100%! Inscrições: só de 7 a 13 de outubro Fará o processo para ingressar na 1a série do Ensino Médio, no ano de 2021. Início das aulas presenciais: jan. 2021. São 80 bolsas de estudos integrais, com materiais didáticos, uniformes e lanche diários. Informações e edital: bit.ly/80bolsassaoluis Fonte: EDUCAFRO

    Leia mais

    A pesquisa: “O direito à educação de crianças e adolescentes em tempos de pandemia” estará disponível para preenchimento até o dia 11 de outubro!

    A pesquisa "O direito à educação de crianças e adolescentes em tempos de pandemia" estará disponível para preenchimento até o dia 11 de outubro. Sua contribuição é fundamental! Participe pelos links abaixo: Para famílias  https://pt.surveymonkey.com/r/ZSN5W3S Para professoras/es https://pt.surveymonkey.com/r/ZRDBDCJ Para organizações da sociedade civil  https://pt.surveymonkey.com/r/ZSWGKH7

    Leia mais
    Raca, genêro, democracia e participação política no Brasil

    “O legado da escravidão sobre a democracia existente no Brasil” é o tema da aula de hoje do curso Raça, Gênero, Democracia e Participação Política no Brasil

    O curso iniciou no dia 22/09, com a conferência “A questão racial e a democracia no Brasil”, realizada pela militante antirracista e feminista e doutora em educação Sueli Carneiro (acesse a primeira aula neste link). A segunda aula abordou “Raça, Racismo e Dominação na Democracia Liberal” a partir das reflexões de Hélio Santos – ativista do movimento social negro e doutor em administração, e de Gabriel Sampaio – advogado e mestre em Direito das Relações Sociais. (acesse a segunda aula neste link) O curso está com suas 800 vagas preenchidas e todas as pessoas interessadas podem assistir as aulas na página do Facebook da Escola do Parlamento – https://www.facebook.com/eparlamento/  e de Geledés Instituto da Mulher Negra- https://www.facebook.com/geledes/ Veja a programação de próximas aulas dos cursos abaixo:   ▪ Aula 06/10 – O legado da escravidão sobre a democracia existente no Brasil Luciana Brito – Doutora em História Social pela USP. Foi pesquisadora visitante no...

    Leia mais
    Reprodução/Jornal da USP

    Semana da Educação da USP discute democracia e o papel social da escola

    Na próxima segunda-feira, 5, começa a quarta edição da Semana da Educação (#SE2020), promovida pela Faculdade de Educação da USP. Serão cinco dias de programação, incluindo mesas de debate, minicursos e oficinas, todos transmitidos ao vivo pelo Youtube. Com o título Pontes Abertas: escola e democracia – a urgência de um debate, a #SE2020 acontece entre os dias 5 e 9 de outubro, em diferentes faixas horárias, distribuídas em manhã, tarde e noite. Os interessados não precisam se inscrever para participar, e poderão receber certificados ao final do evento. “A educação em tempos de isolamento social trouxe à comunidade pedagógica diversificados desafios: estudantes, professoras/es, administração escolar e comunidade foram lançadas/os repentina e abruptamente para a dependência das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Acessíveis ou não, cabe questionar se tiveram condições de se estabelecerem e/ou estão sendo criticamente utilizadas em consonância com os novos tempos e espaços educativos”, afirma o comunicado dos organizadores...

    Leia mais
    Imagem retirada do site Jornal GGN

    O Novo Fundeb e a questão racial

    Celebrada por diferentes atores sociais, a aprovação do novo Fundeb representa uma importante vitória para a educação básica pública brasileira. Afinal, é sob a responsabilidade de estados e municípios que se encontram aproximadamente 38 milhões de matrículas, da educação infantil ao ensino médio. Isso sem acrescer à conta o cômputo daquelas que recentemente migraram da rede privada para a pública, em decorrência dos efeitos econômicos da pandemia. Expressão mais bem-acabada da atuação do Legislativo, em que pese a atuação omissa do Executivo, a Emenda Constitucional 108/2020 pode ser entendida, sem embargo, como um avanço significativo em relação às duas outras que a precederam e implementaram o Fundef e o atual Fundeb, respectivamente. A complementação da União ao fundo que passa dos atuais 10% para 23%, em relação ao valor do Fundeb, constitui, obviamente, um dos aspectos centrais, por ter implicações na própria engenharia federativa. Sua implementação a partir de 2021...

    Leia mais
    Divulgação

    Curso de Combate ao Racismo será oferecido a alunos da UFSM

    Já estão abertas as inscrições para o Curso Combate ao Racismo. Já ofertado anteriormente em três edições para servidores da UFSM, o curso, agora, será disponibilizado aos estudantes da Instituição. Visando sensibilizar a comunidade acadêmica sobre os debates em torno do racismo e suas várias formas de manifestação, gerando, assim, ferramentas que facilitem seu enfrentamento, o curso irá trabalhar assuntos como a definição de racismo, dados sobre o tema no Brasil, ações afirmativas, movimento negro e feminismo negro. O curso, além de buscar fazer com que os estudantes entendam a estruturação do racismo e da desigualdade racial no Brasil, proporciona que conheçam as principais referências, personalidades e teóricos do movimento negro nacional. Realizado em parceria com o Departamento de Comunicação da UFSM de Frederico Westphalen, com o Programa Mão na Mídia e com o Observatório de Direitos Humanos da UFSM, o projeto incentiva a difusão de discussões e iniciativas antirracistas...

    Leia mais
    escola do parlamento Raça, gênero, democracia e participação politica no brasil

    “Raça, Gênero, Democracia e Participação Política no Brasil”

    Hoje, 29/09/2020, acontecerá a primeira aula do curso “Raça, Gênero, Democracia e Participação Política no Brasil”. Na última terça-feira, 22/09, este percurso formativo foi aberto com uma conferência “O legado da escravidão sobre a democracia existente no Brasil”, realizada pela militante antirracista e feminista e doutora em educação Sueli Carneiro. Já no primeiro encontro, a videoconferência alcançou mais de 15 mil pessoas, teve 8,1 mil visualizações, 128 compartilhamentos e 920 comentários.  Inicialmente foram abertas 500 vagas, estas preenchidas em menos de 3 horas. Devido à demanda, foram abertas mais 300 vagas que se esgotaram em 8 minutos. Tanto o sucesso de inscrições como o alcance da Conferência de Abertura demonstram a urgência desse tema, ou seja, o desejo da sociedade em buscar formação sobre as desigualdades de raça e gênero como elementos estruturantes da história do Brasil. Neste sentido, este é um primeiro ciclo formativo que está apenas abrindo as...

    Leia mais
    Crédito: Getty Images/iStockphoto

    Similaridades e diferenças observadas nas redes de ensino e na interseccionalidade sexo e cor/raça

    O DPE/FCC (Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas) divulgou, nesta quarta-feira (23/09), o Informe 2, que destaca as similaridades e diferenças observadas nas redes de ensino e na interseccionalidade sexo e cor/raça. Os resultados são fruto da pesquisa “Educação escolar em tempos de pandemia na visão de professoras/es da Educação Básica”, e mostram que as professoras e os professores das redes públicas e privadas enfrentam desafios análogos, tais como: aumento das atividades da rotina profissional, percepção de uma diminuição da aprendizagem bem como de um aumento da ansiedade dos alunos. A rede municipal apresenta maior dificuldade no atendimento remoto. Os docentes negros – mulheres e homens – sinalizaram as maiores dificuldades para garantir esse atendimento aos seus alunos. As escolas municipais atendem principalmente a educação infantil e o ensino fundamental, e reúnem a maioria das professoras, tanto negras quanto brancas. Os professores negros e brancos estão concentrados nos...

    Leia mais
    Exclusão digital é uma realidade diária para milhares de famílias da Califórnia Foto: Valerie Macon/AFP

    Na Califórnia, minivans com Wi-fi possibilitam aulas online a estudantes mais pobres

    SANTA ANA, EUA - Uma van, um pequeno roteador no painel e uma antena no teto: não demora muito para 200 crianças carentes da Califórnia acessarem a internet e acompanharem suas aulas remotas devido à pandemia. O plano piloto é chamado de Wifi sobre rodas e foi lançado pela JFK Transportation, uma empresa de transporte escolar que atende Santa Ana, ao sul de Los Angeles. A ideia era equipar vans com retransmissores de internet e localizá-los em pontos estratégicos da cidade para dar suporte a alunos com deficiência tecnológica, já identificados pelas autoridades educacionais. “Ficamos oito horas para garantir que os alunos estivessem conectados durante o dia. O sinal Wi-Fi tem um raio de cerca de 350 metros”, disse Kevin Watson, presidente da JFK, à Agência France Press. A conexão é protegida por uma senha à qual apenas os alunos têm acesso. “Os roteadores wi-fi são 5G, muito rápidos, e temos essas antenas nos veículos para...

    Leia mais
    Crédito: Nathalie Bohm/Instituto Unibanco

    O papel central da escola no enfrentamento do racismo

    As manifestações antirracistas realizadas em todo mundo este ano apontam que, se queremos construir uma sociedade equânime, é necessário compreender qual o papel que cada estrutura socioeconômica desempenha na reprodução do racismo a fim de desenhar estratégias eficazes para o seu enfrentamento. A educação, enquanto elemento nevrálgico para qualquer mudança, é essencial nesse debate, de modo que, sem uma educação efetivamente antirracista, não é possível pensar em uma sociedade igualitária. A educação é central tanto para a reprodução do racismo como para o seu enfrentamento.  “A educação sempre foi um campo de batalha para nós, negros”, enfatiza a filósofa Sueli Carneiro, criadora do portal Geledés, em entrevista para o vídeo “Gestão Escolar para Equidade Racial”, do Instituto Unibanco. A batalha começa ainda no século XIX, com a luta abolicionista, que já pautava o acesso à educação. A Frente Negra Brasileira, nas décadas de 1930 e 1940, permanece na construção de massivo...

    Leia mais
    Adobe

    Pesquisa: O direito à educação de crianças e adolescentes em tempos de pandemia

    Geledés - Instituto da Mulher Negra está realizando a pesquisa O direito à educação de crianças e adolescentes em tempos de pandemia com professoras/es, famílias e organizações da sociedade civil da cidade de São Paulo. Se você leciona ou tem filhas/os matriculadas/os em escolas públicas da educação básica desta cidade (municipal, estadual, técnica ou federal), ou faz parte de alguma organização que atua em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, pedimos sua colaboração. Para professoras/es - https://pt.surveymonkey.com/r/ZRDBDCJ Para famílias - https://pt.surveymonkey.com/r/ZSN5W3S Para organizações da sociedade civil - https://pt.surveymonkey.com/r/ZSWGKH7 Sua contribuição é fundamental para o desenvolvimento deste trabalho. Se você tiver dúvidas ou dificuldades para responder o questionário, escreva para um dos contatos abaixo que uma pessoa entrará em contato para fazer a entrevista. WhatsApp: (11) 94826-8455 E-mail: [email protected]

    Leia mais
    Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo/Arquivo

    Dia Internacional da Alfabetização: impacto da Covid-19 sobre a igualdade na educação

    Nesta semana (08/09) foi comemorado o Dia Internacional da Alfabetização. Para a ocasião, traduzimos abaixo artigo de David Archer, chefe de participação e serviços públicos da ActionAid, entidade que faz parte do Comitê Diretivo da Campanha. No texto, Archer descreve os desafios e possíveis soluções para impedir o aumento de desigualdades educacionais no contexto de pandemia. As escolas podem atuar como uma poderosa força equalizadora em qualquer sociedade, mas a pandemia de Covid-19 poderá aprofundar as desigualdades educacionais existentes. No auge da crise de saúde do coronavírus, 1,5 bilhão de crianças estavam temporariamente fora da escola. Para as crianças privilegiadas, isso significou um novo ritmo de fazer os trabalhos escolares online em casa, mas para as crianças que vivem na pobreza, muitas vezes significa uma suspensão completa de sua educação. À medida que as crianças voltam à escola este mês, dezenas de milhões enfrentarão novos e sérios desafios, seja porque...

    Leia mais
    Estudante negra é convocada após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da Ufba: 'Serei a 1ª médica da família' (Foto: Reprodução/TV Bahia)

    Estudante negra é convocada após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da Ufba: ‘Serei a 1ª médica da família’

    Uma estudante negra de Salvador foi convocada para o curso de medicina da Universidade Federal da Bahia (Ufba) após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da instituição. Pessoas brancas ocupavam as vagas destinadas a alunos negros e que estudaram em escola pública. Lindinês Jesus de Souza começou a saga para conseguir a vaga a que tinha direito há cerca de um ano, quando concluiu o bacharelado interdisciplinar (BI) em Saúde na Ufba. A notícia da lista de convocação, no entanto, só chegou na última sexta-feira (28), com o nome dela em 1º lugar. Das 32 vagas para medicina disponíveis em 2019, duas eram específicas para alunos negros e estavam sendo fraudadas por pessoas que não tinham as características exigidas pela Lei de Cotas Sociorraciais. A estudante conta então que, ao descobrir que os ocupantes não tinham fenótipo negro – ou seja, características físicas de pessoas negras, como...

    Leia mais
    Reprodução/Tide Setubal

    Projeto Saúde Emocional de A a Z inova no acolhimento a professores

    Com a implementação do ensino remoto às pressas após o início da pandemia Covid-19, os desafios em lidar com as tecnologias e todas as dificuldades trazidas pelo isolamento social, houve um aumento significativo do estresse e uma ampliação das questões de saúde mental dos professores. A questão não é de agora. Em 2018, uma pesquisa realizada pela Associação Nova Escola com 4,8 mil educadores e educadoras detectou que 66% das docentes já se afastaram do trabalho por saúde e 87% delas acreditam que o trabalho lhes causa problemas físicos e emocionais. Chamado A Saúde Mental do Educador Brasileiro, o estudo serviu de partida para o projeto. Porém, essa situação agravou-se com as consequências da pandemia de Covid-19 na educação e, por isso, ganhou novos contornos. Realizada pela Associação Nova Escola em parceria com a Fundação Tide Setubal e apoio da Fundação Lemann, o movimento Saúde Emocional de A a Z pretende ser um espaço para...

    Leia mais
    © Mario Ladeira / Trip editora

    Conceição Evaristo encerra rodas virtuais com crianças e jovens da Comunidade do Alemão, em evento virtual aberto, dia 14/9, às 16h

    Um dos maiores símbolos contemporâneos no combate à vulnerabilidade social, a escritora Conceição Evaristo encerra, no próximo dia 14/9, o projeto Rodas de Leitura, do Instituto Estação das Letras, em parceria com a Associação Nagai. Desde julho, cerca de 120 famílias do Morro do Alemão, da Favela da Malacacheta, no Rio de Janeiro, participam do projeto virtualmente, através da plataforma Zoom. Crianças sem aulas, pais que precisam se ausentar para trabalhar, residências sem conforto e que não ajudam no “fique em casa”. Os desafios antes da pandemia já eram muitos e se intensificaram ainda mais nestes meses fora da escola. E foi justamente para amenizar esta realidade que o Projeto Rodas de Leitura ofereceu encontros semanais com leitura e mediação de professores. Este último ciclo acontece com adolescentes e jovens, de 13 a 21 anos, sobre o livro Olhos D’água, de Conceição Evaristo, cujos contos - sobre vidas negras e...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist