Brasileira eleita miss Italia nel Mondo incentiva misses negras: “Nunca desistam!”

Enviado por / FonteDo R7

Silvia Novais, 25, é uma miss vitoriosa: foi miss São Paulo 2009 e é a atual miss Italia nel Mondo – concurso que elege a mais bela descendente de italianos pelo mundo. O júri que elegeu Silvia no ano passado, aliás, incluía o ícone do cinema francês Gérard Depardieu e o famoso apresentador italiano Carlo Conti. Que tal, hein?

A linda mulata, que é bisneta de italianos por parte de pai, nasceu na Bahia e ainda criança mudou-se para Campinas, cidade pela qual venceu o Miss SP 2009.

O Tudo Miss foi atrás de Silvia após a temporada de três meses da bela na Itália. Ela conta que, superadas as dificuldades iniciais no país da bota, em especial com a comida, acabou ficando tão acostumada que até sente falta de alguns pratos. Aprendeu um pouco do idioma e definiu a experiência toda como excelente. Silvia deve voltar à Itália neste ano, em julho ou agosto, para passar a coroa à sua sucessora.

Racismo

Silvia também comentou brevemente o caso de racismo na internet ocorrido logo após sua eleição. Na ocasião, anônimos utilizaram alguns sites para protestar contra a vitória de uma negra no Miss Italia Nel Mondo.

— Fui vítima de preconceito na rede, por parte de anônimos, mas pessoalmente não tive problema nenhum, pelo contrário. Durante o concurso na Itália, em Reggio Calabria, os italianos vinham em minha direção e falavam “Estou torcendo por você”. Após o concurso, em passeios por Roma, a recepção foi ótima, foram carinhosos. Falavam que tinham votado em mim, pediam para tirar foto, até autógrafo eu dei. [risos] Mas preconceito foi só pela rede mesmo. Infelizmente. Eu não sei se continua porque não procuro saber.

 

Vale destacar que ser miss no Brasil não é nada fácil para as negras. Em quase 60 anos do concurso Miss Brasil em sua versão Universo, apenas uma negra foi vencedora: a gaúcha Deise Nunes, em 1986. E olha que já tivemos negras belíssimas na competição, como a famosa Vera Lucia Couto dos Santos, miss Guanabara 1964, que ficou em 2º lugar no MB daquele ano e até ganhou uma marchinha de Carnaval em sua homenagem, a Mulata Bossa Nova – executada até hoje na folia carioca.

Silvia deixa sua opinião e um recadinho:

— Apesar do Brasil ser constituído em grande parte por afrodescendentes, acabamos por sofrer algum tipo de preconceito, como todos nós sabemos. Um conselho que eu daria, e que serve para qualquer jovem, é: nunca desista dos seus sonhos, nunca!

A bela também adorou a vitória da angolana Leila Lopes, negra, no Miss Universo:

— Acompanhei da Itália a vitória de Leila Lopes, adorei, foi merecidíssimo. Leila estava deslumbrante. Além de linda, ela mostrou outros atributos de uma miss: simpatia, inteligência e o mais importante, a humildade.

Silvia namora há 2 anos e meio, trabalha como modelo e é formada em educação física. A bela lamenta não poder mais participar de concursos de beleza, pois não tem mais idade. E não consegue se decidir quando perguntada sobre qual foi a sua competição mais importante:

— Todos [os concursos] serão inesquecíveis, cada um com seu valor, pois me dediquei, me preparei. Foi um sonho participar de todos eles, e a vitória, então, é indescritível. Em nenhum deles esperava ganhar, por isso serão inesquecíveis. Ser miss foi uma ótima decisão. Cresci, amadureci, aprendi muita coisa.

 

 

 

+ sobre o tema

Seminário em Cuba debate novas mídias

por Altamiro Borges Com cerca de 100 participantes de...

Queen Latifah curte piscina e passeia no Cristo Redentor com a namorada

No Brasil curtindo dias de puro relax, Queen Latifah...

A beleza negra de Juliana Alves: Dermatologia em pele negra

A atriz Juliana Alves está de bem com a...

para lembrar

spot_imgspot_img

‘Está começando a segunda parte do inferno’, diz líder quilombola do RS

"Está começando a segunda parte do inferno", com esta frase, Jamaica Machado, líder do Quilombo dos Machado, de Porto Alegre, resumiu, com certo desânimo, a nova...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...

Carnaval 2025: nove das 12 escolas do Grupo Especial vão levar enredos afro para a Avenida

Em 2025, a Marquês de Sapucaí, com suas luzes e cores, será palco de um verdadeiro aquilombamento, termo que hoje define o movimento de...
-+=