Judeus pela Democracia denunciam massacre em Gaza, pedem cessar-fogo e alertam para antissemitismo

Manifesto foi elaborado em uma reunião com integrantes do coletivo como Raquel Rolnik, Lia Vainer Schucman e Fabio Tofic Simantob

O coletivo Judias e Judeus pela Democracia São Paulo elaborou um manifesto em que denuncia “o massacre em curso” na Faixa de Gaza, “os ataques hediondos” do Hamas e pedem um cessar-fogo da guerra entre Israel e o grupo terrorista.

A entidade pede ainda a liberação dos reféns do Hamas, sequestrados durante o ataque no último dia 7, e alerta para o crescimento dos ataques e discursos contra os judeus desde o início do conflito no Oriente Médio.

“Somos judias e judeus brasileiros. Nos juntamos às vozes que se levantam contra o massacre em curso em Gaza, a favor do cessar-fogo, pela libertação imediata e incondicional dos reféns, e denunciam os ataques hediondos do Hamas”, diz o coletivo na nota.

Eles seguem: “Estamos também profundamente afetados com a crescente onda de antissemitismo, que aproveita do trágico momento para ativar antigos estereótipos racistas, aumentando a violência e enfraquecendo as vozes que lutam pela paz”.

O coletivo também se posiciona a favor da criação de dois Estados. “Defendemos veementemente o direito de palestinos e israelenses a terem um território onde possam viver em paz, de forma soberana e sob regimes verdadeiramente democráticos. Nos posicionamos pelo fim das ocupações e dos assentamentos. Repudiamos fundamentalismos, teocracias, regimes autoritários e de terror”, finaliza o texto.

O manifesto foi elaborado coletivamente em uma reunião com mais de 40 integrantes do grupo, entre eles Raquel Rolnik, Lia Vainer Schucman, Fabio Tofic Simantob, Edith Derdyk, Breno Benedykt e Fe Maidel.

com BIANKA VIEIRA, KARINA MATIAS MANOELLA SMITH

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Negro incomoda quando sai do seu lugar

Por: Elio Gaspari O professor Carlos Antonio Costa Ribeiro, do...

Brasileiros falam inglês de ‘qualidade muito baixa’, diz pesquisa

Por: Rodrigo Pinto Às vésperas de sediar os...

Barack Obama defende conselheira muçulmana de Hillary Clinton

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manifestou nesta...

Crise pode lançar até 326 mil crianças ao trabalho infantil na América Latina e Caribe

O impacto devastador da COVID-19, que acarreta redução de...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=