Líderes gays pedem que eleitor não vote em candidato homofóbico

O tema foi discutido durante evento em Teresina que reuniu candidatos a vereador e prefeito, além de personalidades.

Entidades ligadas ao movimento GLBTT do Piauí aprovaram documento em que defendem que os eleitores não votem em candidatos que fazem discriminação e/ou preconceito contra os homossexuais.

 

O 6º Encontro de Travestis e Transexuais e o 4º Encontro de Gays teve início nesta quinta-feira e foi encerrado nesta sexta-feira (27). O coordenador do coletivo de gays Mirindiba, João Leite, destacou que o Piauí é campeão no disque denúncias de violências contra os homossexuais.

“Em 2011 foram seis assassinatos notificados enquanto nesse ao já foram contabilizados oito casos de morte. O movimento pede políticas públicas concretas voltadas para os GLBTT”, defende o gestor.

evento gbltt 02

Em entrevista o Cidadeverde.com, o gestor pediu que os homossexuais, travestis e transexuais fiquem em alerta para qualquer brincadeira de mau gosto nas redes sociais para que as entidades possam reagir.

“Nosso lema é: eu voto contra homofobia, lesbofobia e transfobia. Defendemos que os eleitores não votem em candidatos que não apoiam ações para os grupos gays, homossexuais e lésbicos”, divulga João Leite.

 

 

 

 

evento gbltt 04

 

Opiniões
Samanta Brasil, do movimento gay, defendeu que seja criado um calendário de ações GLBTT no calendário de Teresina para ressaltar datas como: 17 de maio, Dia Nacional de Combate à Homofobia; 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho de Ser; e 29 de janeiro, dia de Visibilidade dos Travestis.

Monique Alves, da Associação dos Travestis do Piauí defende a criação de trabalho e renda, saúde e educação para o grupo. “Defendemos também a capacitação dos profissionais das delegacias de polícia para melhor atender”, propõem.

 

 

evento gbltt 03

Safira Bengel, da coordenação de Movimentos Sociais e DST/Aids da Fundação Municipal de Saúde (FMS), está reivindicando da Secretaria de Educação uma cartilha educativa para ser distribuídas nas escolas com o intuito de combater a homofobia.

“Um dos campos mais levantados dentro do encontro foi o preconceito nas escolas e nas famílias”.

 

 

 

 

 

evento gbltt 05

Política
O evento é voltado para receber os candidatos que estão disputando eleições. Participaram Firmino Filho (PSDB), Maklandel Aquino (PSOL), a vereadora Graça Amorim (PTB), Gilvana Gayoso (PT), Albert Piauí (PCdoB) Tatila Freitas (PT).

Firmino prometeu criar centro de referência GLBTT no município. Albert Piauí disse que é justo esse movimento não vote em candidato que não defende os grupos GLBTT. “A população gay consegue eleger um vereador. Se ele for homofóbico não merece receber votos”, disse.

 

 

 

evento gbltt 06

Tatila Freitas garantiu que, além de defender travestis e transexuais, vai estar ao lado de dos profissionais do sexo. “As prostitutas não tem políticas públicas voltadas apenas para elas”, disse a candidata a vereadora.

 

 

 

 

Fonte: Cidadeverde

+ sobre o tema

Grupo questiona prefeitura de SP sobre abertura de Centro de Referência para Mulher

O movimento de mulheres "Abra os olhos companheiras" está...

Em vídeo, Jackie Chan “sai do armário” em campanha pela liberdade sexual

O ator Jackie Chan participa de uma campanha do...

Pesquisa confirma discriminação contra homossexuais nas escolas

Estudo realizado pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar),...

A babá

A polarização não hesitou em fazer de uma doméstica...

para lembrar

Blogueira de 8 anos tem cabelo cortado e alisado sem autorização da mãe

A menina, de oito anos, mal consegue dormir por...

Militares gays pedem refúgio fora do país

Casal de sargentos reformados diz sofrer perseguição e temer...

Escola no CE é acusada de ensinar Física com conteúdo homofóbico

A analogia partiu da química, para explicar os fenômenos...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=