Obama diz que polêmica sobre seu local de nascimento é uma bobagem

Por: France Presse

Washington – O presidente Barack Obama rebateu nesta quarta-feira as teorias de conspiração que afirmam que ele não nasceu nos Estados Unidos, e classificou como bobagem as notícias a respeito divulgadas em “estilo carnavalesco”.

Em uma extraordinária e curiosa aparição ao vivo na televisão, Obama tentou enterrar de vez uma polêmica que tem se intensificado desde que ele era um candidato presidencial pouco conhecido, e que fez com que a Casa Branca divulgasse um certidão formal completa de seu nascimento no Havaí em 4 de agosto de 1961.

No momento em que a agitação dos meios de comunicação que espalham boatos on-line colidiu com o esplendor sombrio da presidência, Obama apareceu atrás de um pódio na sala de imprensa da Casa Branca para falar com os americanos.

“Estou falando para a grande maioria do povo americano, bem como para a imprensa”, disse Obama, sugerindo que estes boatos são distrações lançadas pelos conservadores e pelo possível aspirante a presidente Donald Trump para se desviar dos problemas sérios.

“Nós não temos tempo para esse tipo de bobagem. Temos coisas melhores a fazer. Eu tenho coisas melhores a fazer”, enfatizou Obama às redes de televisão, que interromperam sua programação normal para cobrir o discurso ao vivo.

A Constituição dos Estados Unidos determina que os presidentes e vice-presidentes devem ter nascido no país, e analistas conservadores têm alimentado a controvérsia ao levantar questões sobre a legitimidade política de Obama.

25% dos americanos

A controvérsia saiu do setor político de direita para o centro do debate político dos EUA: uma pesquisa recente feita pela CBS/New York Times descobriu que um quarto dos americanos incorretamente acreditavam que Obama não era nascido nos EUA.

Mas o presidente, que confessou que estava confuso e intrigado com a polêmica, afirmou que a América enfrenta escolhas “monumentais” para revitalizar a economia e questões polêmicas, como o aumento dos preços da gasolina, que pressiona os consumidores.

“Nós não vamos ser capazes de fazer isso se estivermos distraídos. Nós não vamos ser capazes de fazer isso se passarmos o tempo difamando uns aos outros”, afirmou, em uma aparente tentativa de elevar o debate político contundente do país.

“Nós não vamos ser capazes de fazer isso se apenas pegarmos como verdade e fingirmos que os fatos não são fatos”.

“Nós não vamos ser capazes de resolver nossos problemas se ficarmos distraídos com espetáculos e pregoeiros carnavalescos. Vivemos em uma época séria agora”.

certidao-obama

Cópia da certidão

A Casa Branca divulgou uma cópia oficial da certidão de nascimento de Obama, coletada por seu advogado legal, que viajou ao seu estado natal do Havai para recolhê-la.

O documento, mantido por anos nos registros oficiais do Havaí, mostrou que “Barack Hussein Obama II” nasceu em 4 de agosto de 1961 às 19h24 no Hospital Ginecológico e Maternidade Kapiolani, em Honolulu, na ilha de Oahu.

Ele apresenta seu pais como Stanley Ann Dunham, de 18 anos, de Wichita, Kansas, e Barack Hussein Obama, 25 anos, do Quênia.

Anteriormente, a campanha presidencial de 2008 de Obama havia divulgado um pequeno trecho de forma computadorizada do tipo emitido a qualquer havaiano quando eles pediam uma cópia da certidão de nascimento.

The Donald

Donald Trump, o bilionário e estrela de um reality show que aspira à vaga nas primárias republicanas para a eleição presidencial, levantou dúvidas nas últimas semanas sobre o local de nascimento de Obama, em uma aparente tentativa de atrair a base conservadora radical do partido.

“Eu tenho feito algo que ninguém mais foi capaz de realizar”, disse Trump no estado de New Hampshire, um “termômetro político” que receberá no início de 2012 o concurso de nomeação do partido Republicano.

“Eu fui informado enquanto estava no helicóptero de que nosso presidente finalmente divulgou uma certidão de nascimento. Eu quero olhar para ela, mas espero que seja verdade”.

“Estou realmente honrado por ter desempenhado um papel tão grande em nos livrar deste problema”.

“Nós temos que ver se ela é real, se é apropriada, o que tem nela. Mas eu espero que ela esteja certa lindamente. Estou muito orgulhoso”.

Obama chega ao Havaí para as férias de Natal Obama chega ao Havaí para visitar avó doente

Embora alguns de seus membros tenham desafiado Obama sobre a questão, os republicanos afirmaram que o presidente errou ao elevá-la ao nível de uma declaração presidencial.

“Como tenho afirmado repetidamente, esta questão é uma distração”, afirmou Reince Priebus, o presidente do Comitê Nacional Republicano.

“O presidente deveria gastar este tempo se preocupando sobre como reparar a nossa economia, trabalhando com os republicanos e focando na sustentabilidade em longo prazo do Medicare, Medicaid e da Segurança Social”, disse.

“Infelizmente, a política de sua campanha e falar sobre as certidões de nascimento estão distraindo (o presidente) de nossa prioridade número um – nossa economia”, completou.

Fonte: Correio Braziliense

+ sobre o tema

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e...

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

para lembrar

O Brasil no mundo: Um desenho para quem tem complexo de vira-lata entender

A ilustração que retirei do Facebook da comunidade Planeta...

Cuidar do presente para não condenar o futuro

Fazer planos, sonhar com o futuro, enxergar-se construindo uma...

Barack Obama saúda resolução “histórica” do Senado

Fonte: RTP Notícias - Washington, 20 Jun (Lusa) -...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste ano, foram feitas 7.887 denúncias de estupro de vulnerável ao serviço Disque Direitos Humanos (Disque...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira (13) atos de movimentos feministas contra o projeto de lei que equipara aborto a homicídio,...

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...
-+=