Partiu o companheiro Magno Cruz

(1951 – 2010)

Morre Magno Cruz, coordenador do Centro de Cultura Negra

 

 

 

 

Ele morreu hoje, aos 59 anos, vítima de câncer no fígado. Foram 30 anos dedicados ao movimento

SÃO LUÍS – Morreu, na manhã desta terça-feira (3), no hospital UDI, em São Luís, o coordenador do Centro de Cultura Negra do Maranhão, Magno José Cruz, aos 59 anos, vítima de um câncer no fígado. Ele será velado na sua residência, no Cohaserma. O enterro ocorre amanhã (4), em horário ainda não definido, no Cemitério Parque da Saudade, no Vinhais.

Magno Cruz era engenheiro civil, por formação, mas se descobriu no movimento negro, elevando o reconhecimento do Centro de Cultura Negra. Foram 30 anos dedicados ao movimento. Por duas vezes, ele foi o presidente da entidade e era considerado, por todos, o presidente de honra do Centro de Cultura Negra, fazendo parte do grupo de diretores.

Magno José Cruz fez parte do Partido dos Trabalhadores (PT) e chegou a se candidatar, por duas vezes, ao cargo de vereador pelo município de São Luís. Magno também foi um dos fundadores do Sindiacto dos Urbanitário da Caema, ativista na rádio comunitária Conquista e dos direitos humanos.

+ sobre o tema

Duas médicas explicam porque aceitaram o Mais Médicos

Duas médicas do grupo de 45 profissionais que passará...

Fármaco brasileiro mostra bons resultados contra anemia falciforme

Por Karina Toledo Agência FAPESP – Um fármaco...

Maria da Ilha, um retrato da catarinense Antonieta de Barros em crônicas

Professora e política, ela também fundou jornais e escreveu...

Vamos para onde os brasileiros não vão, diz cubano vaiado por médicos

Um dos médicos cubanos vaiados na noite de...

para lembrar

Zumbi é homenageado em cavalgada pela liberdade

Doze horas a cavalo pelas serras da Barriga...

ONU aprova Década do Afrodescendente a partir de 2013

Luciano Nascimento Repórter da Agência Brasil Brasília - O ano de...

HILTON COBRA – Novo Presidente da Fundação Palmares

Hilton Cobra, é o novo  presidente da Fundação Cultural...

Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana

A íntegra da política já está disponível para download. Lançado...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=