quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: dança contemporânea africana

    blank

    Inscrições abertas para artistas de dança negra, série “Diálogos Ausentes”

    Itaú Cultural faz chamada aberta para artistas e produtores negros apresentarem projetos de dança na série Diálogos Ausentes Por Douglas Belchior, para Negro Belchior O instituto Itaú Cultural está com inscrições abertas para artistas e produtores negros apresentarem projetos de dança na série Diálogos Ausentes. Os selecionados participarão dos encontros sobre o tema nos dias 14 de fevereiro e 14 de março; a atividade, que provoca um diálogo entre especialistas, artistas e o público, dá sequência à série de debates que analisa a recorrência da imagem afro-brasileira nas artes, iniciada em 2016. As inscrições poderão ser feitas pelo site www.itaucultural.org.br entre os dias 6 e 22 de janeiro e a chamada é aberta para artistas, coletivos e realizadores de produções na área da dança que sejam negros e tratem de questões raciais. O resultado será divulgado no dia 25 de janeiro. Fernanda Júlia – Youtube – O Negro nas Artes Cênicas – Diálogos Ausentes (2016) ...

    Leia mais
    blank

    Pape Ibrahima N’diaye e a Cie Kaolack Danse de Senegal

    Vencedor do concurso coreográfico Coreográfico Encounters 'Dance África Dance' de África e do Oceano Índico, na Tunísia com solo 'Eu acuso', em 2008, o Papa Ibrahima Ndiaye disse 'Kaolack' nasceu em Senegal em 1982. Ele atualmente vive em Praga, República Checa. Ele viveu em Kaolack, sua cidade natal, onde ele cresceu, rica em suas origens e as tradições de seu país com a ajuda, entre outros de sua avó materna, que lhe trouxe força e espiritualidade. Em 1997, ele abandonou os estudos e as vidas dos "poucos empregos '. Então ele começa a participar "da rua", com todos os seus aspectos: a pobreza, crime, violência, crueldade ... Isto marcou fortemente a sua vida e mudou sua visão da sociedade afetada pela forma como vivem os pobres, os oprimidos, os pobres, as pessoas rejeitadas e oprimidas pelo sistema. Em 2000, ele conheceu através da dança Papa Sy (Passtef ballet teatro Dalifor) ...

    Leia mais
    blank

    L’Ecole des Sables: o “chão” da dança contemporânea africana

    Pés descalços no chão de areia. O calor senegalês prepara os corpos para a agitada rotina de treinamentos que os alunos da Ecole des Sables (escola de areia, em português) enfrentam. A escola de dança que fica a aproximadamente 200 metros do mar, é fruto das interconexões que marcam a África contemporânea. Situada em uma ilha de pescadores – repleta de Baobás – chamada Towbab Dialaw, a 50 quilômetros de Dakar, no Senegal, a Ecole foi fundada pela coreógrafa Germaine Acogny em 1998. Por Rosa Couto no Afreaka Com o intuito de ser um centro de treinamento profissional aberto para dançarinos da África e do mundo todo, sua estrutura básica é composta por dois estúdios de dança, tendo o principal deles 400m² de chão coberto por areia. Além dos estúdios, a escola possui 3 vilas com um total de 24 casas, nas quais ficam alojados alunos e visitantes, além de salas ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist