terça-feira, julho 7, 2020

    Tag: Dia Internacional da Mulher

    Ato de mulheres aconteceu na Praça das Flores, em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

    Mulheres fazem ato contra violência de gênero e por direitos em Natal

    Manifestação aconteceu no Dia Internacional de Luta pelos Direitos da Mulher, celebrado neste domingo (8) Por Inter TV Cabugi, no G1 Ato de mulheres aconteceu na Praça das Flores, em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi Um ato em homenagem ao Dia Internacional de Luta pelos Direitos da Mulher aconteceu na manhã deste domingo (8) em Natal. O movimento aconteceu na Praça das Flores, no bairro Petrópolis e culminou com uma passeata pela ruas da Zona Leste da capital potiguar. Centenas de pessoas compareceram ao ato político e cultural organizado por coletivos, movimentos de mulheres e partidos políticos contra a violência de gênero e por direitos. Homens também participaram da manifestação em apoio às pautas. "Hoje é o Dia Internacional das Mulheres. É um dia de luta, de denúncia, de resistência pela democracia, contra o facismo e pelo direito das mulheres. Mas também estamos comemorando ...

    Leia mais
    Foto: Jana Sá

    Como foi o 8 de março no único Estado governado por uma mulher no Brasil

    Com o entendimento que a luta por uma vida digna para as mulheres passa pelo compromisso em defesa da democracia, os protestos que ganharam as ruas da capital potiguar neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, abriram o calendário de ações deste mês. As críticas às políticas do presidente Jair Bolsonaro foi o mote do ato convocado pela Frente Brasil Popular, em Natal, “Mulheres em resistência: pela vida e por direitos”. Por Jana Sá, do Saiba Mais Foto: Jana Sá O retrocesso nas políticas necessárias ao enfrentamento à violência de gênero foi alvo de críticas pela governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra: “O que nós estamos vendo em plano nacional é o imenso retrocesso. De janeiro para cá o governo federal retirou todos os recursos que eram destinados às políticas de enfrentamento à violência.” Foto: Jana Sá O atendimento ...

    Leia mais
    Maria Soares, a Dona Santinha, ativista de 95 anos que inspira a luta de feministas mais jovens por direitos Foto: Fernando Lemos

    Dia internacional da Mulher: as lições de uma militante de 95 anos

    Maria dos Santos Soares participou da versão carioca da performance feminista "Um violador em teu caminho". Em vídeo, ela fala sobre o racismo que já sofreu e conta como superou seus próprios preconceitos para abraçar as causas feminista e LGBT Por Carla Nascimento, do O Globo Maria Soares, a Dona Santinha, ativista de 95 anos que inspira a luta de feministas mais jovens por direitos (Foto: Fernando Lemos) Dezenas de mulheres cantavam contra o estupro em um ato na Cinelândia, Centro do Rio, na noite de 3 de dezembro 2019. “E a culpa não era minha, nem onde estava, nem como me vestia”, diziam, em uníssono. Em meio ao coro, no entanto, um rosto chamava atenção: Maria dos Santos Soares, a Dona Santinha, como é chamada pela família. Aos 95 anos, ela entoava a letra e executava a coreografia que aprendera horas antes ao lado de ...

    Leia mais
    blank

    Dia Internacional da Mulher: o movimento do ponto de vista de mulheres negras

    As mulheres negras têm liderado muitas estatísticas no Brasil, mas nenhuma delas é de fazer nossa sociedade se orgulhar. No mercado de trabalho, representam o desemprego, como 16,6%, na comparação com homens brancos, que estão na casa dos 8,3%, segundo levantamento feito pelo economista Cosmo Donato, da LCA consultores – com base na média dos últimos quatro trimestres da PNAD contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Por Karol Gomes, Do Hypeness Arte: @designativista Da mesma forma, mulheres negras têm um rendimento médio real menor que a metade da renda do homem branco. Acima delas também estão os homens negros e em seguida as brancas. Se apenas a questão de oportunidades fosse um problema a ser resolvido pela vivência das mulheres negras, já seria uma pauta grande o suficiente. Mas quando olhamos para o Mapa da Violência, encontramos ...

    Leia mais
    Em 2020, os protestos do '8M' ganham também um caráter de repúdio aos protestos convocados por Jair Bolsonaro para o dia 15 de março (Imagem retirada do site

    Mulheres lançam campanha de arrecadação para manifestações do 8 de Março

    Em São Paulo, as mulheres se concentram na Avenida Paulista, a partir das 14h, no centro da cidade Em 2020, os protestos do '8M' ganham também um caráter de repúdio aos protestos convocados por Jair Bolsonaro para o dia 15 de março (marcha mundial das mulheres) Os movimentos feministas e populares se organizam para mais uma manifestação do Dia Internacional da Mulher, no próximo domingo (8). Em São Paulo, as mulheres se concentram na Avenida Paulista, a partir das 14h. A organização lançou campanha de financiamento virtual. A meta é juntar R$ 7 mil para pagar as despesas do ato. Até o começo da tarde desta quinta-feira (5), pouco mais da metade da metade dessa quantia havia sido alcançada. Todos os anos, homens e mulheres saem às ruas contra o feminicidio, por mais direitos e para denunciar o machismo. Neste ano, os movimentos adotaram o tema ...

    Leia mais
    blank

    Por um feminismo de baderna, ira e alarde

    Neste 8M, ocuparemos politicamente as ruas e as nossas casas, em festa e protesto. Não queremos flores, parabéns e elogios — mas sacudir uma ordem social irrespirável, que tem a mesma cara dos machos rivalistas e opressores Por SOS Corpo, no Outras Palavra  Arte: Rafael Werkema/CFESS O feminismo veio para ocupar tudo! Não tem como conter essa forma de ver, pensar e transformar o mundo. O pensamento feminista foi fundamental para que a democracia ganhasse demandas reais em espaços do cotidiano, foi fundamental para compreendermos que ele é uma forma de organizar a vida social. Nós mulheres não só denunciamos as declarações sexistas de políticos ou escrachamos os machos que se esfregam “nelas” no metrô ou no carnaval. É mais que isso: o feminismo revelou que o espaço “privado” imposto a nós mulheres, à família e à casa nada tinha de privado, mas representou e representa ...

    Leia mais
    blank

    “Queremos disputar nossa própria agenda na política”, afirma ativista indígena equatoriana

    Vereadora feminista, Paolina Vercoutere lembra participação de mulheres indígenas nos protestos que pararam o Equador em 2019 e aponta novos desafios para o 8 de Março Por Julia Dolce, Da Agência Pública Paolina Vercoutere (Foto: Reprodução/Twitter) Em outubro de 2019, o Equador foi completamente paralisado por um dos maiores protestos já vistos na história do país. As manifestações, que tiveram como objetivo barrar um decreto de medidas econômicas e reformas trabalhistas do presidente Lenin Moreno receitadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), tiveram êxito com as medidas sendo revogadas. Na linha de frente dos protestos, o protagonismo das mulheres indígenas foi aclamado mundialmente. A Agência Pública conversou com a ativista feminista Paolina Vercoutere, vereadora do município de Otavalo, integrante da Plataforma de Mulheres Caminhando pela Igualdade e representante do povo Kichwa. Ela destacou que a participação feminina sempre esteve presente nas vitórias históricas dos indígenas no Equador ...

    Leia mais
    blank

    “Quando o feminismo vira um produto, a gente tem um problema”, afirma ativista

    Entrevista especial para o Dia de Luta das Mulheres debate o feminismo na internet e a apropriação da luta pelo capital Por Cris Rodrigues e Pamela Oliveira, Do Brasil de Fato "Se a gente entender a internet como um espelho da nossa sociedade a gente vai ter um debate mais justo", diz Ana Paula Xongani (Foto: Pedro Stropasolas) O 8 de março de 2020 acontece em meio a um cenário de retrocessos para as mulheres. Entre eles, declarações machistas e homofóbicas do presidente da República e a criação de políticas antiquadas que retiram direitos. Enquanto isso, a palavra "feminismo" ganhou o debate público e está na TV, nas lojas e na internet, para o bem e para o mal. A luta das mulheres foi apropriada pelo capitalismo para lucrar em cima da força do movimento. É o que defende a jornalista e escritora Clara Averbuck. "Eu ...

    Leia mais
    Reprodução/Facebook

    Biblioteca tem programação especial para celebrar Dia Internacional da Mulher

    Dá uma olhada na programação deste sábado #naHans Reprodução/Facebook 07/03 das 10h às 17h – Especial do Dia da Mulher 10h  (Lançamento de livro e Debate) – Lançamento do livro “Quando Começou em São Paulo? 458 respostas pelo guia de turismo Laércio Cardoso de Carvalho”, seguido da palestra “Mulheres Pioneiras em São Paulo” e debate sobre a importância do Dia 08 de Março. 15h (Contação de Histórias) – Bordadeiras de Histórias 14h (Teatro Adulto) - Apresentação do espetáculo “Villa” Resumo: Na trama, três mulheres avaliam diferentes propostas sobre o que fazer com a Villa Grimaldi, um dos mais famosos centros de tortura e extermínio na ditadura do chileno Augusto Pinochet (1915-2006). Em torno de uma mesa, elas discutem dilemas atuais de organizações de direitos humanos e o presente dos espaços ligados à violência do Estado. Como explicar o horror do passado sem cair em uma produção ...

    Leia mais
    blank

    Dia Internacional da Mulher: igualdade de gênero é base para o desenvolvimento sustentável

    Agenda 2030 exige avanços radicais nas estatísticas, no financiamento e nas políticas para empoderar todas as mulheres e meninas Do GTSC Agenda2030 Divulgação/GTSC Agenda2030 A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, pactuada em 2015 por 193 países, incluindo o Brasil, aborda uma enorme gama de desafios mundiais: erradicar a pobreza, reduzir desigualdades, combater as mudanças climáticas, manter a paz etc. Mas há pelo menos dois princípios básicos para que todas as pessoas possam viver com respeito e dignidade: os direitos humanos e a igualdade de gênero. O pacto exige avanços radicais nas estatísticas, no financiamento e nas políticas para o empoderamento de todas as mulheres e meninas. Relatório produzido pela ONU Mulheres, que resgatamos neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, é bastante incisivo: o desenvolvimento só será sustentável se seus benefícios chegarem por igual a mulheres e homens. Ou seja, o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável ...

    Leia mais
    O tema do Dia Internacional das Mulheres em 2019 é “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. (Foto: ONU Mulheres/Sandra Hollinger)

    Dia Internacional das Mulheres deste ano terá com tema igualdade e inovação para a mudança

    O Dia Internacional das Mulheres de 2019 terá como tema central “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. A data irá focar nas formas inovadoras para a defesa da igualdade de gênero e empoderamento das mulheres, em especial aquelas relativas aos sistemas de proteção social, acesso aos serviços públicos e infraestrutura sustentável. Da ONU  “A inovação e a tecnologia trazem oportunidades sem precedentes, no entanto, as tendências atuais indicam que as lacunas digitais estão se ampliando e que as mulheres estão representadas de maneira insuficiente nos campos da ciência, tecnologia, engenharia, matemática e design”, de acordo com a ONU Mulheres. O tema do Dia Internacional das Mulheres em 2019 é “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. (Foto: ONU Mulheres/Sandra Hollinger) O Dia Internacional das Mulheres de 2019 terá como tema central “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação ...

    Leia mais
    imagem - pixabay

    Não somos o braço direito da sociedade

    É a semana do Dia Internacional da Mulher. A televisão exibe comerciais de presentes ideais para mulheres e ruas exibem promoções em suas vitrines. As escolas são decoradas com rosas e lembrancinhas são levadas pelos alunos. Cidadãos encomendam rosas nas floriculturas e saem carregados de caixas de bombons pelas lojas da cidade. Mas será que tantas homenagens compradas são suficientes para reconhecer o nosso papel enquanto mulher na sociedade? Só um dia para nos "agradecer"? "Ah, vocês também são representadas no Dia das Mães! " . Muito bem, vamos conversar! por Kamila Dinucci enviado para o Portal Geledés São inúmeras homenagens à nós. Somos elogiadas por sermos capazes de gerar vida, por chefiarmos uma família e por sermos o braço direito da sociedade. A gente cuida do marido, das crianças, de mãe, de pai, avós... A gente tenta cuidar do mundo e às vezes não sobra tempo para cuidarmos de nós ...

    Leia mais
    blank

    Alagoas: ato unificado marca o Dia Internacional da Mulher

    Mais de 30 entidades que lutam pelos direitos das mulheres e a igualdade de gênero, do campo e da cidade, em toda a sua diversidade (feministas, sindicais, políticas, negras, trans e movimentos sociais, entre outras), estão unidas em torno de um conjunto de atividades comemorativas ao 8 de Março –  Dia Internacional da Mulher, este ano em Alagoas. Do Tribuna Hoje (Foto: Marcha Mundial das Mulheres de Alagoas/Facebook) O ponto alto será o ato unificado que acontecerá na próxima quinta-feira (08), com a concentração iniciando às 8hs, na Praça do Centenário (Farol), em Maceió. O objetivo é denunciar às autoridades e à sociedade em geral, os problemas que mais atingem as mulheres em Alagoas, como o feminicídio, que tem crescido ano após ano, e as ondas de estupros, que aterrorizam a todas. Um documento também foi encaminhado ao governador Renan Filho (MDB) solicitando que o mesmo receba ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres organizam atos em defesa da democracia no dia 8 de março; entenda as pautas

    Em São Paulo (SP), professoras municipais e estaduais tiraram indicativo de greve para a data por Rute Pina no Brasil de Fato Como todo ano, mulheres saem às ruas no 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres, para combater o machismo, o racismo e a desigualdade. No Brasil, as ativistas aproveitam o momento para denunciar os efeitos do golpe no aprofundamento das desigualdades de gênero. Em 2018, as entidades que organizam o ato unificado do 8 de março pontuam três pautas prioritárias: a luta pela vida das mulheres, a defesa da democracia e da soberania e a denúncia da reforma da Previdência. A militante Luka Franca, da Marcha das Mulheres Negras, afirma que os temas do ato unificado sintetizam a avaliação política das organizações sobre a conjuntura política. "A gente vive um processo em que tem cada vez mais desmontes das políticas públicas de enfrentamento à violência contra ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ Twitter)

    8 de março, comece a desmachicar

    amigo me manda uma mensagem inbox:  Por Lelê Teles para o Portal Geledés não mande flores pras mulheres hoje, os tempos estão tão estranhos que muitas delas podem recusar e até te bloquear no face."é uma piada", eu perguntei, "você tá tentando ser engraçado?""achei que mandar flores fosse um gesto de generosidade, Lelê", ele me respondeu, em caixa alta.e eu devolvi tudo em minúsculas:"e é, cara, mas não é o único. e se você abrir sua mente vai ver que hoje as mulheres não estão a pedir generosidade, elas pedem respeito; que parem de matá-las, de humilhá-las com assédios doentios e de sufocar suas vozes."parecendo exaltado, o amigo treplica, ainda em caixa alta. usaria caixa altíssima se houvesse este recurso (fica a dica suckerberg!)."não concordo com a maior parte das pautas feministas - não pelo conteúdo, mas pela forma - e hoje é um bom dia para eu dizer isso. já que você ...

    Leia mais
    Flávia Oliveira. (Foto: Marta Azevedo)

    Calar é preciso

    Sem a possibilidade de parar no Dia Internacional da Mulher, silenciei-me Por Flávia Oliveira, do O Globo Este ano, o Dia Internacional da Mulher foi de tributo ao silêncio. Inspiradas em ativistas da Polônia e da Argentina, que recentemente suspenderam atividades em defesa de direitos, feministas planeta afora propuseram para o 8 de Março 24 horas de paralisação em trabalho, estudo, afazeres domésticos, consumo. Nós, as onipresentes, sairíamos de cena. Sem a possibilidade de parar, silenciei-me. Atravessei o dia sem qualquer interação via correio eletrônico e redes sociais, porque calar é preciso —vai que alguém ouve. Findo o jejum, volto a dizer. No Brasil, o movimento de mulheres mirou o combate à violência de gênero, a ameaça a direitos sociais e a construção de igualdade no mercado de trabalho. O país enfileira estatísticas alarmantes de agressões domésticas, maus-tratos, abuso sexual, feminicídio. A cada cinco minutos, uma mulher é agredida; a cada ...

    Leia mais
    blank

    Carta gritada de Mulheres Negras

    No “Dia Internacional de Luta da Mulher” não poderíamos deixar de dizer que não há uma realidade única a ser questionada no 8 de março. por Coletivo Jovens Mulheres Pretas para o Portal Geledés Nós, jovens mulheres negras e periféricas, somos netas daquelas que foram esquecidas no movimento feminista branco por anos. Elas nos  negaram as flores e os bombons; por anos nossas familiares, amigas e companheiras lavaram o seu chão; fizeram a comida; atenderam o telefone no telemarketing; anotaram o pedido no restaurante. Hoje não é diferente, continuamos trabalhando enquanto elas decidem por nós. E eu, não sou uma mulher? É nessa condição de destaque, que ecoamos nessa carta as vozes das mulheres negras que são silenciadas diariamente pela supremacia branca, gritando que o dia 08 de março será enegrecido,  a luta vai ser contra o SEXISMO e  RACISMO. Em 2017, a  chamada da irmã  Angela Davis para uma paralisação ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres Negras de São Paulo lançam Manifesto para o Dia Internacional da Mulher

    Nesse 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, nós mulheres negras de São Paulo, nos somamos a todas mulheres negras do Brasil e do mundo, para tomar o espaço público, e lembrar que os nossos passos vêm de longe, e para resgatar a nossa humanidade dilacerada pelo racismo, pelo patriarcado, pela LGBTfobia e todas as formas de preconceito e discriminação. enviado para o Geledés Somos adolescentes, jovens, adultas, idosas, heterossexuais, lésbicas, transexuais, travestis, bissexuais, mulheres com deficiência, das favelas, subúrbios, sem-teto, trabalhadoras domésticas, prostitutas, artistas, empresárias, intelectuais, artesãs, catadoras de materiais recicláveis, yalorixás, pastoras e evangélicas, agentes pastorais católicas, mães de crianças assassinadas, estudantes, comunicadoras, e muitas mais. Somos as mulheres negras de São Paulo que ajudaram a construir a Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo, a Violência e pelo Bem Viver, que levou a Brasília cerca de 50.000 mulheres fazendo ecoar nossas vozes por todo o Planalto Central, ...

    Leia mais
    blank

    Aposentadoria Fica, Temer Sai! Paramos pela vida das mulheres!

    As mulheres sempre estiveram à frente das lutas por igualdade de direitos, por uma vida sem violência, e em defesa do direito de decidir sobre seu corpo. Isso é o feminismo: a ação coletiva das mulheres para transformar suas vidas e o mundo. Enviado para o Portal Geledés  Essa vontade de mudar a vida não é só das brasileiras. No mundo todo o feminismo está nas ruas para denunciar o aumento da violência contra as mulheres e os governos que são contrários aos seus direitos. A campanha NiUnaMenos e a proposta do Paro Internacional de Mujeres na Argentina e outros países da América Latina e a Marcha das Mulheres nos Estados Unidos, demonstram a resistência crescente das mulheres, negras, lésbicas, latinas, bissexuais, indígenas, imigrantes e trasexuais, contra o avanço do conservadorismo. 8 de março de 2017 O país que vivemos hoje não é mais o mesmo: Temer não é um ...

    Leia mais
    Walmyr Junior

    O 8 de março é todo dia

    O 8 de março significa muitas coisas para as mulheres. Ver o árduo caminho que já percorreram permite perceber a  força para não desistir de seus objetivos, por mais inalcançáveis que eles pareçam ser. Vemos nossas guerreiras em diversos ambientes silenciadas e hostilizadas, assim como no ambiente universitário e profissional. Por Walmyr Junior, do Jornal do Brasil  Não esqueçamos que são elas que acumulam duplas ou triplas jornadas de trabalho, garantem o cuidado da família e a manutenção da casa, porém como bem disse a militante da MMM (Marcha Mundial das Mulheres) Naiara O’dwyer em seu texto publicado no site da Marcha  “o dia oito nunca é sobre aquelas que nos outros dias do ano  são assediadas na rua, abusadas por estarem sozinhas numa festa, julgadas pelas roupas que vestem, discriminadas pela orientação sexual e pela identidade de gênero, hostilizadas por engravidarem fora de um relacionamento estável, condenadas por optarem por ...

    Leia mais
    Página 1 de 6 1 2 6

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist