quinta-feira, julho 9, 2020

    Tag: Mulheres

    Adobe

    As mulheres e a choupana

    Para que você entenda a história, peço para que deixe o máximo que possas fora da roda. Se possível traga a alma da criança curiosa, daquela que não se preocupa com a lógica. Senta-se, fique de cócoras, deite-se no chão, fique à vontade. Já viste um pau de fita? A música é mais ou menos assim. Cada uma recebe os primeiros raios do sol do jeito que lhe cabe; Uma pegam a trouxa de roupa e vai a fonte; Outras esquentam a água para o café e a preparam o de comer aos seus; Algumas só a água barrenta tem para cozinhar os últimos grãos de feijão Outras se dirigem para a condução, precisam esquentar a panela dos outros Outras não chegarão a tempo de pegar seus filhos acordados seja do sono da noite ou da morte E já se preparam para um novo labor, dia aqui outro acolá Cada ...

    Leia mais
    Adobe

    A sociedade é uma trapaça

    A sociedade trapaceira, deveria ser parceira. Mas mata todo dia jovens por besteiras. Ela não está de brincadeira. Outra noite queimou as bruxas na fogueira. Mulheres bruxas, bruxas mulheres. Deixem-nas fazerem o que quiserem. Mataram Marias e Marieles. Eu me pergunto, o que vocês mais querem? Hoje de novo liguei no jornal. Morte de um marginal, perai… Marginal? Não, era só mais uma criança inocente brincando em seu quintal. Mas um corpo negro que chegou ao fim antes do final. Até agora nenhuma notícia dos culpados. Entretanto quem está preocupado com os culpados? Eram negros… Menos um para o estado. Esse tipo de notícia se repete todo dia. Morre preto, pobre, mulher, viado, trans, sapatão. Um foi de tiro, o outro inocente na prisão, sem falar na depressão. A mulher assediada sem razão, os jovens marginalizados, sem futuro, sem perdão. Sangue preto escorre em suas mãos.  Mônica Silva   ** ...

    Leia mais
    blank

    “Sigam as elefantas: mulheres em tempos de pandemia”

    Na selva africana, os caminhos para evitar caçadores e predadores, o conhecimento da memória coletiva, os alarmes e saudações da manada são liderados pela elefanta mais velha. É ela quem transmite aos animais sob seu comando a segurança para seguir adiante, quem dá o alerta para recuar, quem reconhece o perigo e decide o que fazer, para onde ir. Ela é a mais velha, a mais sábia, a liderança inconteste que abre os caminhos para que todos sigam em segurança. Ela nunca se esquece e nada teme. As mulheres gregas desenhavam os perfis de seus amados na parede a partir da sombra projetada enquanto dormiam para que não fossem esquecidos depois de morrerem na guerra. Beatriz Galindo, a Latina, dama de companhia de Isabel de Castilha, a rainha católica, para não perder a guarda dos filhos quando ficou viúva, se tornou freira e assim, na prática, foi a primeira mulher ...

    Leia mais
    Projetos promovem ações solidárias voltadas para mulheres em situação de vulnerabilidade durante a pandemia de coronavírus. Foto: Arte sobre foto do Pixabay

    Coronavírus: mulheres em todo o Brasil precisam de ajuda. Veja o que você pode fazer por elas

    As mulheres estão entre os grupos mais afetados pelas consequências sociais e econômicas da pandemia do coronavírus. Elas são maioria entre os trabalhadores informais, ainda recebem salários menores e também sofrem com a violência doméstica, que tem crescido no período de isolamento domiciliar. Por isso, diversos projetos pelo país estão organizando ações solidárias voltadas para mulheres em situação de vulnerabilidade. Para quem quiser e puder ajudar, a equipe de CELINA preparou uma lista de iniciativas que reúnem doações para essas mulheres. Essa pode ser uma forma de colocar a sororidade em prática nesse momento tão difícil. Confira: Apoie uma empreendedora periférica Rio de Janeiro O projeto, organizado pelo coletivo e start-up As Josefinas, arrecada doações para comprar cestas básicas, kit limpeza, kit infantil e hortifruti (adquirido de produtores locais) para cerca de cem microempreendedoras da Zona Oeste carioca e seus familiares. A cada R$ 1 doado, os patrocinadores da campanha ...

    Leia mais
    Naiá Braga / TV Bahia

    Um risco a frente: a banalidade das mortes

    Março foi um mês atípico. Abril tem demonstrado que a normalidade dos dias é um sonho ainda distante. Os gráficos com mortos e contaminados tem postergado qualquer fio de esperança. Novos cotidianos são instaurados: checagens térmicas, lojas fechadas, isolamentos, saudades. Também novos debates: negacionistas usam das mais cínicas das máscaras para nos dizer das desigualdades e dos limites de alguns para manterem o isolamento. Reivindicam o retorno da economia como se tal medida expressasse apenas a preocupação em atender o alto número de trabalhadores do Brasil que atuam na informalidade nos últimos anos. Apesar de falaciosas, as preocupações negacionistas chamam a atenção para cenários reais: as pessoas ainda estão nas ruas. Noticiários mostraram primeiro a exposição de grupos mais empobrecidos nas filas para recebimento de doações de cestas básicas em Salvador. Mais tarde, no Rio, sujeitos desconhecedores de smartphones e ainda não integrados à moderna sociedade da informação se aglomeraram ...

    Leia mais
    Imagem: Isso que chamam de amor é trabalho não pago/ Artista: Ailén Possamay

    Pandemia COVID-19 e as mulheres

    Todos sabemos apontar e compreender, mesmo com as muitas mudanças ocorridas, os já estabelecidos papéis de gênero, onde às mulheres caberia o lugar de “cuidadoras”, de “donas de casa”, de principais responsáveis pelos domicílios e pelas famílias. Por Marlise Matos. no Anpocs Imagem: Isso que chamam de amor é trabalho não pago (Artista: Ailén Possamay) Em tempos de pandemia da COVID-19, infelizmente, esses papéis podem mais uma vez atuar contra as próprias mulheres, colocando-as ainda mais em risco e vulnerabilidade. Basta olhar para qualquer hospital, Unidade de Pronto Atendimento ou Posto de Saúde para perceber que as mulheres são a imensa maioria da força de trabalho na área da saúde. Wermelinger et al (2010) identificaram, a partir dos dados censitários do Brasil sobre a nossa força de trabalho em saúde, o fenômeno da feminização da força de trabalho na saúde. Dos trabalhadores de nível superior nessa ...

    Leia mais
    Ingra, Erika, Ester, Flávia e Jaqueline formam o time que sequenciou o gene do coronavírus. Dedicação que comprova a excelência da ciência brasileira (foto: Almir R. Ferreira /SCAPI IMT )

    Ciência é assunto de mulher

    Pesquisadoras brasileiras se destacam ao desenvolver ciência e mostram ao mundo o poder feminino Por Hélio Euclides, no Maré Online Grupo coordenado pela professora Ester Sabino (Imagens: SCAPI IMT/Almir R Ferreira)   O assunto do momento é o novo coronavírus. O primeiro passo numa luta é conhecer o adversário: sequenciar o genoma do vírus, que permite monitorar as diferentes entradas no Brasil, entender de onde ele veio e algumas características do crescimento, mutação e medidas a serem tomadas. O Brasil foi o primeiro país da América Latina a decifrar a sequência da amostra do primeiro caso de infecção da Covid-19 no país, em apenas 48 horas, por meio de cinco pesquisadoras. As biomédicas Jaqueline Goes de Jesus, Ingra Morales, Flávia Salles e a farmacêutica Erika Manuli são as pesquisadoras do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP), dentro do Instituto Adolfo Lutz (IAL). ...

    Leia mais
    blank

    Dia Internacional da Mulher: as mulheres que derrotaram soldados holandeses em Pernambuco com água fervente e pimenta

    A palavra "heroína" faz parte do dia a dia das mulheres de Tejucupapo, distrito de Goiana, cidade na zona da mata de Pernambuco. Por Vitor Tavares, Da BBC News Brasil A vitória das heroínas de Tejucupapo tem sido contada de geração a geração na zona da mata de Pernambuco. Na foto, painel da artista Tereza Costa Rêgo sobre a batalha (Foto: JAN RIBEIRO/SECULT-PE/FUNDARPE) É assim que muitas vezes elas se referem a si próprias. "Pelo que vivi, sou uma heroína", diz Luzia Maria, de 74 anos, presidente da associação local que também leva o termo no nome: "Heroínas de Tejucupapo". Na base do obelisco instalado num morro a poucos metros do povoado, a explicação: "Aqui, em 1646, as mulheres de Tejucupapo conquistaram o tratamento de heroínas por terem, com as armas, ao lado dos maridos, filhos e irmãos, repelido 600 holandeses que recuaram derrotados". O episódio ...

    Leia mais
    © iStock

    Demência atinge 6,6 milhões de mulheres, mais do dobro dos homens

    A demência atinge na Europa cerca de 6,6 milhões de mulheres, mais do dobro dos homens, segundo dados hoje divulgados num relatório da Alzheimer Europe. Do Notícias ao Minuto  © iStock "As mulheres continuam a ser desproporcionalmente afetadas pela demência: 6.650.228 mulheres para 3.130.449 homens com demência na Europa", refere o relatório divulgado hoje pela Alzheimer Europe durante um almoço-debate do Parlamento Europeu organizado por Christophe Hansen, eurodeputado do Luxemburgo. O novo relatório da Alzheimer Europe espelha os resultados da análise colaborativa dos estudos de prevalência recentes, revelando os índices atualizados da prevalência da demência na Europa. Relativamente às mulheres, à exceção do grupo etário entre os 75 e os 79 anos, houve uma redução na prevalência de demência nos últimos 10 anos em comparação ao projeto da Alzheimer Europe European Collaboration on Dementia -- EuroCoDe (2006-2008). O documento estima que o número de pessoas com ...

    Leia mais
    A cerimônia da sexta edição do Gala São Paulo será conduzida pela atriz Camila Pitanga - Zanone Fraissat

    Evento beneficente celebra mulheres notáveis em São Paulo

    BrazilFoundation apresenta sexta edição de noite de gala dedicada a mulheres e equidade de gênero Da Folha de S.Paulo  Na noite desta quarta-feira (13), a BrazilFoundation realizará a sexta edição do Gala São Paulo na Casa Fasano, com a Chanel como co-anfitriã pelo quinto ano consecutivo. Interessados em participar do evento beneficente podem comprar seu convite pelo site da fundação. Apresentado por Camila Pitanga, o gala celebrará 14 mulheres que se destacam em suas áreas de atuação, além de homenagear três personalidades referência em filantropia no Brasil. A cerimônia da sexta edição do Gala São Paulo será conduzida pela atriz Camila Pitanga - (Foto: Zanone Fraissat/Folha) As homenageadas são Natalie Klein, fundadora do Instituto Samuel Klein, que promove iniciativas de investimento social de impacto; Maria Aparecida Silva Bento, coordenadora Executiva do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), que realiza pesquisas e programas ...

    Leia mais
    Luciano Salles/Folhapress

    Homens que matam a ex

    Parece uma epidemia que acontece em todas as classes sociais mundo afora Por Contardo Calligaris, da Folha de S.Paulo  Luciano Salles/Folhapress Vinte de outubro de 2018: depois de seis anos de separação, homem volta e mata a ex-namorada. Quinze de agosto de 2019: homem invade shopping e mata ex-namorada. Vinte e seis de janeiro de 2019: homem mata ex-mulher e depois se mata. Dois de abril de 2019: homem mata ex-namorada a tiros e tira a própria vida… São as primeiras linhas do resultado de uma procura na internet com as palavras do título. Um leitor, Alexandre Carvalho, estranha com razão “a enorme quantidade de assassinatos de mulheres por ex-noivos, ex-namorados, ex-maridos”. Parece uma epidemia, em todas as classes sociais, todas as regiões do país e, de fato, no mundo afora. Em culturas tradicionais, mulheres são assassinadas com mais frequência por parentes próximos, que as matam ...

    Leia mais
    Imagem: rawpixel.com/nappy.co

    Mulheres são maioria nas universidades brasileiras, mas têm mais dificuldades em encontrar emprego

    Mulheres brasileiras têm 34% mais probabilidade de se formar no ensino superior do que seus pares do sexo masculino, mas também menos chances de conseguir emprego. Essa é uma das conclusões do relatório Education at Glance 2019, uma espécie de raio-X da educação divulgado nesta terça-feira (10/9) pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, também chamada de "clube dos países ricos" e à qual o Brasil almeja entrar). Por Paula Adamo Idoeta, do BBC Brasil Imagem: rawpixel.com/nappy.co O relatório traça um panorama da educação nos 36 países-membros da OCDE e em outros dez países, incluindo o Brasil - e a edição atual foca sobretudo em educação superior. "Embora a disparidade de gênero na educação favoreça as mulheres, a situação no mercado de trabalho é ao revés", afirma o relatório, destacando que a prevalência feminina na educação superior brasileira é uma das maiores entre todos ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres são líderes mais eficientes

    Em pesquisa que analisa critérios de liderança, mulheres são mais bem avaliadas em 84% das competências Do  ÉPOCA NEGÓCIOS  Getty Imagens Em 2012, uma pesquisa desenvolvida pela consultoria de desenvolvimento de liderança Zenger/Folkman apontou que líderes mulheres são tão eficazes quanto homens — e em muitas das variáveis avaliadas pontuam até melhor. Hoje, em 2019, a pesquisa foi atualizada e repetiu o resultado: líderes mulheres são percebidas como tão competentes quanto seus pares homens, se não mais. A análise pede para que indivíduos avaliem a eficiência de seus líderes em diversas competências e, desta vez, concluiu que as mulheres foram avaliadas como mais eficientes em 84% dos critérios. Entre as excelências dessas líderes estão, por exemplo, a capacidade de tomar iniciativas, agir com resiliência, investir no autodesenvolvimento e focar nos resultados, além de demonstrar integridade e honestidade. Os homens, por sua vez, foram classificados como melhores em duas capacidades: “desenvolvimento de perspectiva estratégica” e “especialização ...

    Leia mais
    geralt/Pixabay.com

    Um legislativo pela vida das mulheres no Brasil

    A reivindicação pela saúde das mulheres não se restringe à oposição de enfermidades, pois inclui saúde física, psíquica, sexual, reprodutiva, direito à vida digna e livre de todas as formas de violência Por Ingrid Leão e Sandra Lia Bazzo Barwinski, do Justificando  geralt/Pixabay.com Na última semana, diversas atividades foram organizadas para posicionar a proteção e defesa do direito à saúde, especialmente sob a perspectiva dos direitos sexuais e reprodutivos que marcam de forma diferenciada a cidadania das pessoas do gênero feminino. Isto por conta de o 28 de maio ser o Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher desde 1987 (The International Day of Action for Women’s Health) Geralmente, a saúde da mulher é lembrada pelo risco de morte em decorrência de algumas enfermidades que afetam mama, úteros e ovários ou ainda pela necessidade de uma gestação saudável. Nesse conjunto de ideias iniciais que associam o ...

    Leia mais
    No Brasil, 9,3 milhões de mulheres comandam empresas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

    Mais de 120 mil mulheres são donas do próprio negócio no DF

    Segundo levantamento do Sebrae, o DF é a segunda unidade onde há mais mulheres liderando empreendimentos Por Mariana Machado, do Correio Braziliense  No Brasil, 9,3 milhões de mulheres comandam empresas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press) Em todo o Distrito Federal, 121,8 mil mulheres são donas do próprio negócio, o que corresponde a 36% do total de empreendedores na unidade federativa. Os dados são do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e mostram que o DF é a segunda unidade onde há mais mulheres liderando empreendimentos, empatando com São Paulo, Rio Grande do Norte e Piauí. O primeiro lugar é do Mato Grosso do Sul, onde 38% dos negócios são comandados pelo sexo feminino. A média brasileira mostra que 34% dos proprietários são mulheres 66% são homens. Na capital federal, a maioria delas tem entre 35 e 55 anos (59%), sendo que 38% delas ...

    Leia mais
    Uma mulher saudita ao volante. IMAN AL-DABBAGH

    Liberdade ao volante, como as mulheres sauditas vivem sua nova conquista

    Os dias começam cedo na casa de Razaz Reda. Com duas filhas estudantes, essa mãe trabalhadora de 42 anos sabe que tem que sair às 6h30 em ponto para deixar a mais velha, Razan, na creche onde faz estágio este semestre e a menor, Zahar, na escola. Depois leva 35 ou 40 minutos até o hospital de Riad onde trabalha como dietista. “Depende da minha velocidade”, admite, rindo, antes de recordar os apuros dos primeiros dias ao volante, quando ainda não se atrevia a pegar a rodovia, e seu trajeto se prolongava por até uma hora. Por Angeles Espinosa, do El País  Uma mulher saudita ao volante. IMAN AL-DABBAGH Este relato aparentemente banal esconde uma revolução. Razaz é saudita, e na Arábia Saudita as mulheres só podem dirigir desde 24 de junho do ano passado, uma data que ficou marcada no calendário para todas. Chegar até aqui foi ...

    Leia mais
    Imagem retirada do site Claudia

    Feminismo: onda conservadora exige força das mulheres

    O crescimento de regimes fundamentalistas ao redor do mundo coloca em perigo os avanços alcançados pelo feminismo Por Isabella Marinelli, da Ravista CLAUDIA Imagem retirada do site Claudia O movimento feminista amplificou discussões nos últimos anos. Retomou espaços coletivos e se fortaleceu com a presença de jovens nas lideranças. As pautas já não podem ser ignoradas, mas ameaças de retrocesso são constantes. Foi um relatório da Organização das Nações Unidas de 2018 que apontou tudo isso. Também acendeu um alerta: o crescimento de regimes fundamentalistas e ultraconservadores ao redor do mundo coloca em perigo a luta pela igualdade de direitos. “A resistência aos movimentos progressistas sempre existiu, mas agora se manifesta de forma diferente. Os conservadores os enfraquecem criando narrativas em que aparecem como grandes inimigos”, explica Flávia Biroli, professora de ciência política da Universidade de Brasília. Nessa toada maniqueísta, ganha força o discurso que tira os papéis ...

    Leia mais
    blank

    No país das mulheres fortes

    Islândia conquista o cume da igualdade com o impulso tenaz do feminismo. Viagem pelas vitórias e desafios da nação que abriu o caminho no poder político e na conciliação Por ANA ALFAGEME, Do El País  Da esquerda para a direita, a rapper Duridur B. Johansdottir, a líder feminista Brynhildur H. Ómarsdóttir, a educadora Margrét Pñ Ólafsdóttir, a deputada Rósa B. Brynjólfsdóttir, a rapper Ragnhildur Jonasdottir, a professora Hanna B. Vilhjálmsdóttir, a ex-deputada e especialista Kristín Ástgeirsdóttir e a vereadora Heida B. Hilmisdóttir, diante do Parlamento da Islândia. (Foto: CAROLINA SALAS) Na Islândia, o subsolo incandescente está mais próximo da superfície do que em qualquer outro lugar do mundo. “O feminismo aqui é como essa lava subterrânea que de vez em quando, como os vulcões, entra em erupção.” Os olhos determinados de Kristín Ástgeirsdóttir, ex-deputada do partido exclusivamente feminino Assembleia das Mulheres e diretora do órgão governamental de igualdade durante 10 ...

    Leia mais
    O estudo considera que "quase tudo o que se come" na Guiné-Bissau é produzido pelas mulheres e que no dia em que saírem da atividade produtiva a própria economia do país morre MANUEL MOURA/LUSA

    Direitos humanos das mulheres guineenses violados por não terem acesso a propriedade das terras

    Segundo o estudo, as mulheres guineenses são as que mais trabalham na agricultura, mas apenas em terras emprestadas ou de concessão temporária, sendo por isso discriminada sem que o Estado intervenha. Do Observador  O estudo considera que "quase tudo o que se come" na Guiné-Bissau é produzido pelas mulheres e que no dia em que saírem da atividade produtiva a própria economia do país morre(Foto: MANUEL MOURA/LUSA) A impossibilidade de as mulheres da Guiné-Bissau não terem acesso à propriedade de terras agrícolas é uma das principais violações dos direitos humanos no país, segundo um estudo da organização não-governamental guineense Tiniguena. Segundo o estudo, as mulheres guineenses são as que mais trabalham na agricultura, mas apenas em terras emprestadas ou de concessão temporária. A conclusão é do sociólogo Miguel de Barros, secretário executivo da Tiniguena, uma das mais destacadas organizações não-governamentais em questões de proteção e conservação ...

    Leia mais
    O tema do Dia Internacional das Mulheres em 2019 é “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. (Foto: ONU Mulheres/Sandra Hollinger)

    Dia Internacional das Mulheres deste ano terá com tema igualdade e inovação para a mudança

    O Dia Internacional das Mulheres de 2019 terá como tema central “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. A data irá focar nas formas inovadoras para a defesa da igualdade de gênero e empoderamento das mulheres, em especial aquelas relativas aos sistemas de proteção social, acesso aos serviços públicos e infraestrutura sustentável. Da ONU  “A inovação e a tecnologia trazem oportunidades sem precedentes, no entanto, as tendências atuais indicam que as lacunas digitais estão se ampliando e que as mulheres estão representadas de maneira insuficiente nos campos da ciência, tecnologia, engenharia, matemática e design”, de acordo com a ONU Mulheres. O tema do Dia Internacional das Mulheres em 2019 é “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação para a mudança”. (Foto: ONU Mulheres/Sandra Hollinger) O Dia Internacional das Mulheres de 2019 terá como tema central “Pensemos em igualdade, construção com inteligência e inovação ...

    Leia mais
    Página 1 de 4 1 2 4

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist