quinta-feira, outubro 15, 2020

    Tag: violência racial e policial

    violencia contra jovens negros

    Combater violência contra jovem negro será prioridade, diz Secretaria da Juventude

    A socióloga Helena Abramo, representante da Secretaria Nacional de Juventude em audiência na Câmara, afirmou há pouco que o combate à violência contra o jovem negro será prioridade na atual gestão do órgão, que é vinculado à Presidência da República. A declaração foi dada na audiência promovida pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Segundo a socióloga, os problemas que mais afetam os jovens brasileiros são a violência e o desemprego, os quais atingem os jovens negros com ainda mais intensidade. Também na audiência, o assessor Guilherme Zambarda, da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, informou que a secretaria promove periodicamente cursos de capacitação para os policiais federais, nos quais o tema do racismo e da igualdade racial é um dos focos. O representante do ministério chamou a atenção para dados do Mapa da Violência de 2011, que mostra que, para cada branco assassinado ...

    Leia mais
    genocidio da juventude negra

    Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado realiza nesta manhã audiência pública para discutir a violência contra jovens negros

    O deputado Alessandro Molon (PT-RJ), que propôs a audiência, ressalta que dados apresentados pela comissão – referentes ao Mapa da Violência de 2011 – comprovam que são vítimas de homicídio sobretudo os jovens das classes D e E, e, especialmente, negros. "O movimento negro vem defendendo que se faça um debate. A pirâmide demográfica brasileira já se assemelha à de países que passaram por guerras, na diminuição em determinadas camadas sociais do número de jovens negros do sexo masculino. Precisamos refletir sobre essa questão", justifica Molon. Foram chamados para o debate o secretário-executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, Mário Lisboa Theodoro; o assessor da Secretaria Nacional de Segurança Pública Guilherme Zambarda; a socióloga Helena Abramo, representante da Secretaria Nacional de Juventude; e o idealizador e coordenador-geral do projeto Educafro – Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes, Frei Davi. A audiência ocorrerá às 10 ...

    Leia mais
    genocidio da juventude negra

    Capixabas marcham contra o extermínio da juventude negra

    Protesto acontece durante a Semana da Consciência Negra. Organizadores esperam a participação de mais de 500 pessoas na capital O Fórum Estadual de Juventude Negra do Espírito Santo (Fejunes) realiza na manhã desta segunda-feira (21), a IV Marcha Estadual Contra o Extermínio da Juventude Negra, no Centro de Vitória. O protesto acontece durante a Semana da Consciência Negra, que se iniciou neste domingo (20). Os organizadores esperam a participação de mais de 500 pessoas. O Fejunes alerta que o Espírito Santo tem a segunda maior taxa de homicídios do país, com média de 50 assassinatos para cada grupo de 100 mil habitantes. As principais vítimas dessa violência, segundo o Fórum, são os jovens negros. No evento, o Fórum Estadual de Juventude Negra do Espírito Santo (Fejunes) pretende dialogar com a sociedade sobre as condições de vida da população negra capixaba. E ainda reivindicar a implementação de políticas públicas de atenção ...

    Leia mais
    Policia Militar formatura

    Apenas 34% dos brasileiros confiam na polícia, diz estudo

    por: Gustavo Gantois Violência e corporativismo são características mal vistas pela população Apesar dos investimentos em formação, 65% dos moradores de Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal afirmam que a polícia é nada ou pouco confiável. O dado consta do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, lançado nesta quarta-feira (23). A pesquisa foi feita entre abril e junho de 2011. A desconfiança em relação à polícia atinge todas as classes sociais e perfis, como sexo e escolaridade. Entre as mulheres, no entanto, a polícia tem uma imagem ligeiramente pior: 69% delas não confiam nos agentes. Quanto aos homens, esse índice é de 61%. Um dado que chama atenção é que a população de baixa e alta escolaridade enxerga a polícia da mesma forma. A diferença se dá, porém, entre os que possuem média escolaridade: 71% dessas pessoas desconfiam da polícia, contra 62% ...

    Leia mais
    policia militar e direitos humanos

    Estigmatizada, PM paulista quer investir em Direitos Humanos

    O papel da Polícia Militar na sociedade ganhou destaque, nos últimos dias, com a briga entre estudantes e policiais militares na Universidade de São Paulo, a maior do País. Considerada truculenta, sobretudo após os ataques promovidos pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) em 2006 – que exigiu resposta dura da corporação, acusada, mais tarde, de executar inocentes na periferia -, a PM paulista tenta agora mudar esse estigma. Entre elas, o de que é uma força de segurança violenta contra os pobres a serviço das classes mais abastadas. O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, coronel Álvaro Batista Camilo, diz que pretende transformar os sistemas de inteligência, a formação do policial e a implantação da polícia comunitária nos tripés para uma mudança de conduta. A ideia é levar à PM noções sobre direitos humanos. Os primeiros passos já foram dados. O último relatório da ONU sobre violência, por exemplo, ...

    Leia mais
    policial matou dois jovens em so paulo

    Tenente é condenado a 32 anos por morte de segurança e metalúrgico em SP

    O tenente da Polícia Militar Mauro da Costa Ribas Júnior foi condenado, nesta madrugada de sexta-feira, 18, em julgamento que teve início às 14h30 de quarta-feira, 16, no Fórum Criminal da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, a 32 anos de prisão, em regime fechado, por duplo assassinato. As vítimas foram o metalúrgico Edson Edney da Silva, de 27 anos, e do segurança Emerson Heida, de 28 anos, mortos em setembro do ano passado, na zona sul da capital paulista. Pela qualificação de ocultação de cadáver, Ribas foi condenado também a mais 1 ano e 2 meses de reclusão, além de multa. Já os outros três réus, os soldados Christiano Hideki Kamikoga, Wagner Ribeiro Avelino e Rafael Joinhas dos Santos que, a exemplo de Ribas, estavam presos desde novembro de 2010, foram absolvidos. A Polícia Civil iniciou as investigações após denúncia feita pelo Ministério Público. As vítimas desapareceram ...

    Leia mais
    es viana velorio de antonio rodrigue

    Testemunhas desmentem PM que matou caminhoneiro e alegou legítima defesa

    Três pessoas prestaram depoimento e afirmaram que crime não foi em legítima defesa Três testemunhas que prestaram depoimento, ontem, na Delegacia de Crimes contra a Vida da Serra, desmentiram a versão do soldado Saulo Oliveira de Souza, 30 anos, acusado de matar o caminhoneiro Antônio Rodrigues, 52, na terça-feira (8), de que ele teria agido em legítima defesa. Saulo disparou quatro tiros contra o caminhoneiro depois de uma briga de trânsito. Ele está detido no Quartel de Maruípe, em Vitória. Uma das pessoas contou que o caminhoneiro não reagiu e que, após a briga, Saulo teria sacado a arma e atirado. Antônio teria levantado os braços e pedido para ele não atirar, mas não foi atendido. O delegado Josafá da Silva ressaltou que outras testemunhas devem depor até o fim da semana. Entre elas estão os dois funcionários da transportadora para a qual Antônio trabalhava, que estavam junto com ele ...

    Leia mais
    policial mata caminhoneiro por briga de transito

    Policial mata caminhoneiro após briga de trânsito na BR-101, no ES

    Após uma briga de trânsito, um policial militar matou um caminhoneiro, de 52 anos. O crime aconteceu por volta das 15 horas desta terça-feira (8), na BR-101, próximo a um posto de gasolina, no km 262, em Barcelona, na Serra, Grande Vitória. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista foi interditada nos dois sentidos, por mais de uma hora, devido a um protesto dos caminhoneiros pela morte do colega. O trânsito foi liberado no final da tarde. Segundo testemunhas, o policial teria levado uma fechada do caminhoneiro, o que teria provocado uma discussão entre os dois. O policial, então, saiu do carro e disparou contra ele. O caminhoneiro morreu no local. A morte provocou a revolta dos colegas caminhoneiros, que interditaram a BR-101, no km 262, em protesto, por mais de uma hora. Testemunhas disseram que a vítima implorou pela vida. "Ele dizia 'pelo amor de Deus, não atira ...

    Leia mais
    I Encontro do Policial Civil Afrodescendente

    I Encontro do Policial Civil Afrodescendente (SP)

    Estão abertas as inscrições para o "I Encontro do Policial Civil Afrodescendente", que acontecerá no próximo dia 22 de novembro, das 9 às 12 horas, no auditório da Acadepol. Poderão inscrever-se policiais civis, profissionais do Direito, membros dos demais órgãos de Segurança Pública, estudantes universitários, além de representantes de organizações envolvidas com o tema, e os participantes receberão certificados ao final do evento. as inscrições ficarão abertas até o dia 17 de novembro na Secretaria de Cursos Complementares. Serviço: Centro de DHSP Acadepol Tel: (11) 3468-3349 ou 3395 Praça Professor Reynaldo Porchat, 219 Sala de Direitos Humanos Cidade Universitária - Butantã São Paulo - SP 05508-100 Fonte: Jornal Gaxéta

    Leia mais
    violencia-policial

    Da USP ao Grajaú: o fascismo em dois atos

    Legalização das drogas não é reivindicação menor de uma juventude burguesa: precisa entrar na luta cotidiana de todos pela democracia Por Coletivo DAR — Desentorpecendo A Razão "Não imagine que seja preciso ser triste para ser militante, mesmo que a coisa que se combata seja abominável. É a ligação do desejo com a realidade (e não sua fuga, nas formas da representação) que possui uma força revolucionária" Michel Foucault CENA 1 Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo. Quinta-feira, 27 de outubro de 2011. Três estudantes da Faculdade de Geografia da USP são flagrados pela Polícia Militar preparando um baseado no estacionamento. Confiscam seus documentos pessoais e desejam levá-los para a delegacia. Um grupo de estudantes se mobiliza, cerca os policiais e os estudantes flagrados numa atitude de resistência à ação policial. A PM, então, chama reforço e desloca um enorme aparato (14 viaturas, dezenas de policiais e motos). Os ...

    Leia mais
    genocidio da juventude negra

    Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado realizará audiência pública no próximo dia 29 para discutir a violência contra jovens negros

    A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado realizará audiência pública no próximo dia 29 para discutir a violência contra jovens negros. O evento estava marcado para a terça-feira (8), mas foi adiado em virtude da agenda da ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, uma das convidadas. Também serão chamados para o debate o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; a secretária nacional de Juventude, Severine Macedo; o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Marcelo Paixão; o professor da PUC de São Paulo Édio Silva Júnior; e o idealizador e coordenador-geral do projeto Educafro – Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes, Frei Davi. A audiência é uma iniciativa do deputado Alessandro Molon (PT-RJ). Ele ressalta que dados apresentados pela comissão – referentes ao Mapa da Violência de 2011 – comprovam que são vítimas de homicídio sobretudo os jovens ...

    Leia mais
    caso juan moraes exumacao

    Caso Juan de Moraes – Exames confirmam que corpo exumado é de Juan

    A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro confirmou nesta quinta que o corpo exumado em 17 de agosto no Cemitério de Nova Iguaçu é mesmo do menino Juan Moraes Neves. A conclusão ocorreu por meio de novos exames de tipagem genética por DNA, cadavérico e antropológico. O pedido do teste havia sido feito pelo defensor Antonio Carlos Oliveira, que representa o policial Edilberto Barros do Nascimento, preso pela morte do garoto, para esclarecer dúvidas. O garoto desapareceu em 20 de junho após troca de tiros entre policiais e traficantes na favela Danon, Baixada Fluminense. Após buscas no local onde a criança foi vista pela última vez, os peritos encontraram uma ossada que primeiro foi dita ser de uma menina. Alguns dias depois, foi identificada como sendo de Juan. Segundo a instituição, não há necessidade de permanência do cadáver no Instituto Médico Legal (IML) e um novo sepultamento pode ...

    Leia mais
    genocidio da juventude negra

    Genocídio da Juventude Negra: Doutrina da ditadura e racismo continua firme e forte nas forças de segurança

    Em 2002, eram assassinados proporcionalmente 45% mais negros que brancos. Em 2008, esta taxa já havia subido para impressionantes 111,2%. O número de pessoas assassinadas por policiais militares fora do serviço aumentou 50% entre setembro de 2010 e agosto de 2011, segundo reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, de 17/10. Isto aconteceu no mesmo momento em que há uma queda nos homicídios no estado e no país. A reportagem também mostra um aumento nas lesões dolosas cometidas por policiais militares fora do serviço – o aumento no período foi de 17%. Um dado importante sobre a violência no Brasil refere-se a queda nos homicídios que vitimam brancos e um aumento de vítimas negras. Segundo o Mapa da Violência de 2011, o número de vítimas brancas caiu de 18.852 para 14.650, o que representa uma significativa diferença negativa, da ordem de 22,3%; já entre os negros, o número ...

    Leia mais
    genocidio de jovens

    Adolescente com arma de brinquedo foi baleado pelas costas por policiais

    Um adolescente foi baleado pelas costas por policiais na noite de quinta-feira em Santos, no litoral paulista. Houve protestos. Os moradores incendiaram pneus e bloquearam uma rua. Segundo eles, o jovem tinha nas mãos uma pistola de brinquedo e a polícia atirou contra ele. Os policiais disseram que o adolescente sacou a arma ao ser abordado e que reagiram porque não sabiam que a pistola era de brinquedo. A tropa de choque usou bombas de efeito moral e balas de borracha para dispersar os manifestantes. O jovem, em estado grave, foi levado para o hospital pelos próprios policiais. Fonte: Globo

    Leia mais
    violencia policial no Brasil

    Violência Policial: A história se repete, até quando?

    Morrem mais de 42 mil pessoas assassinadas por ano no Brasil das mais variadas formas, na sua maioria jovem que se encontra na faixa etária dos 14 aos 24 anos. Uma verdadeira tragédia que não se compara a qualquer conflito armado no mundo contemporâneo. O mais grave, parte desta estatística é de responsabilidade de policiais que estão em trabalho ou a paisana. Eles que deveriam estar preparados para promover a segurança do cidadão, acabam cometendo assassinatos, tortura, abuso de poder, o que se configura no fenômeno sociológico chamado de violência policial. O Núcleo Interinstitucional de Estudo da Violência e Cidadania analisa esse fenômeno há algum tempo. A conclusão é que ela tem várias motivações, variáveis e explicações que levam o policial a cometer violência ilegítima. Falta de preparo é uma delas e por falta de espaço não enumeraremos tantas outras. Policiais quando ingressam na corporação, no mundo todo, passam por ...

    Leia mais
    juan moraes

    Justica decreta prisão preventiva dos policiais envolvidos na morte do menino Juan

    A Justiça do Rio de Janeiro decretou nesta sexta-feira (16) a prisão preventiva dos quatro policiais militares suspeitos de envolvimento na morte do menino Juan, de 11 anos, morto no dia 20 de junho, na comunidade do Danon, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com a assessoria de imprensa do TJ, o juiz Márcio Alexandre Pacheco da Silva, da 4ª Vara Criminal de Nova Iguaçu, aceitou o pedido do MP (Ministério Público). Os policiais estavam presos temporariamente desde o dia 21 de julho. O inquérito da Polícia Civil foi concluído na quarta-feira (14) quando o delegado Ricardo Barbosa, da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, pediu a prisão preventiva. O pedido, no entanto, foi encaminhado ao Ministério Público na última segunda-feira (12). O MP ofereceu denúncia aos PMs por dois homicídios duplamente qualificados e por duas tentativas de homicídio também duplamente qualificado. Na denúncia, o MP-RJ pediu, ainda, ...

    Leia mais
    sociologa vera malaguti

    A polícia do Rio é a que mais mata no mundo

    Vera Malaguti Batista é secretária geral do Instituto Carioca de Criminologia, embora esclareça que tem uma formação "mais social que judicial". Esteve na Argentina para encerrar a 9ª Conferência sobre Política de Drogas, organizada pela associação Intercambios en Congreso. Ali analisou os fenômenos midiáticos vinculados ao narcotráfico, à intromissão militar nas favelas cariocas e à situação carcerária. Este último tema a motivou, junto com Pedro Viera Abramovay, a editar um livro chamado Depois do grande encarceramento (Ed. Revan, 2010), baseado nas colocações de um seminário realizado em 2008 no Rio de Janeiro, quando de 110.000 presos no Brasil, em 1994, se passou para 500.000 14 anos depois. Além de socióloga, Vera Malaguti Batista fez seu mestrado em História Social na Universidade Federal Fluminense e é doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tornou-se conhecida no ambiente acadêmico do Brasil depois da publicação de uma pesquisa intitulada ...

    Leia mais
    violencia policial contra adolescentes

    Eles seguraram aqui ó (aponta pra garganta).Violência policial contra adolescentes

    por Cecília Oliveira "Eles seguraram aqui ó (aponta pra garganta), apertando, e perguntando coisa pra mim, aí segurando aqui que não tinha nem como falar... fiquei com falta de ar, chega fiquei mole e caí no chão lá... E eu 'oxe' como é que eu vou falar? Sendo que não tem nem como. Nós ainda fomos tudo pro IML eu tava com umas marcas aqui assim, até na boca, que também tava machucada, só que não aconteceu nada, fizeram perícia e tudo, mas...". Este é o relato de um adolescente vítima de violência policial ouvido na pesquisa "A violência policial na voz dos adolescentes em conflito com a lei", desenvolvido pela Seção de Medidas Socioeducativas da 1ª Vara da Infância e da Juventude (SEMSE/1ª VIJ) de Brasília. Com o objetivo de contribuir para que o tema sobre a violência policial no segmento juvenil ocupe espaço de discussão crítica e constante ...

    Leia mais
    genocidio do jovem negro

    Violência Racial e Genocídio do Negro ( Afrodescendente ) no Brasil

    A cidade de São Paulo, tem ficado cada dia mais violenta e, esta violência incide em maior proporção sobre os negros, em conseqüência das raízes históricas deste país, que foi estruturado no trabalho escravo da época colonial e na exploração racial pós abolição da escravatura. O racismo que ganhou nova roupagem nos dias atuais é o principal fator pela condição de miséria do negro e da violência por ele sofrida, como demonstra os estudos realizados para verificar as condições de vida da população brasileira. Baseados no IDH ( Índice de Desenvolvimento Humano ) da ONU, Organização das Nações Unidas, onde o Brasil se encontra em 63º lugar, colocação de países de médio desenvolvimento humano. Os pesquisadores Wânia Sant'Ana e Marcelo Paixão fizeram o mesmo estudo para negros e seus descendentes isoladamente e a colocação é 120º, colocação que denota as péssimas condições de vida do negro brasileiro. Quanto à Educação, ...

    Leia mais
    as duas faces do militarismo

    Heroísmo e discriminação: No passado, as duas faces do militarismo

    Embora a história ao longo dos tempos nos tenha mostrado a importância das organizações militares como fonte de segurança para os inúmeros países existentes em todo o mundo, ela, por outro lado, também evidenciou-nos situações constrangedoras por parte dessas instituições. Nesse sentido, abordaremos dois episódios em específico, a Guerra do Paraguai e a Segunda Guerra Mundial. Estima-se que no século 19, a guerra contra Solano López tenha dizimado cerca de 30% da população negra do Brasil, isso porque a grande maioria dos nossos militares era formada basicamente por escravos. Realidade esta vivenciada pelos integrantes do 9º batalhão, unidade pertencente à Marinha Brasileira durante o episódio do Riachuelo. Nesse conflito, esse efetivo (todos negros) sagrou-se vitorioso ao afundar um navio inimigo. Tal feito fez com que o cadete Antônio Francisco Mello fosse promovido à patente de capitão. Por ele ser negro, e sendo branca a maioria dos oficiais do militarismo brasileiro ...

    Leia mais
    Página 107 de 109 1 106 107 108 109

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist