18 de Julho – Dia de Nelson Mandela: 15 frases do líder que vão inspirá-lo a construir um mundo melhor

Enviado por / FontePor Gabriela Bazzo, do Exame

Neste sábado (18), comemorou-se o Dia de Nelson Mandela. Estipulado desde 2009 pela Organização das Nações Unidas, a data marca o nascimento do líder sul africano.

Se estivesse vivo, Madiba, como era conhecido, completaria hoje 97 anos. Entusiasta da democracia, da igualdade e do aprendizado, Mandela tem uma história de vida fascinante e serve de inspiração para todos nós.

Entre diversas conquistas, Mandela lutou ativamente contra o regime racista do Apartheid, na África do Sul, e foi o primeiro presidente democraticamente eleito no país, em 1994. A eleição que o fez presidente também foi sua primeira oportunidade de votar na vida.

Ele deixou o poder em 1999 e seguiu trabalhando ativamente pelos direitos humanos e contra o racismo. Mandela morreu em dezembro de 2013, em sua residência em Joanesburgo.

Junto com a Fundação Nelson Mandela, a ONU incentiva todos nós a dedicarmos 67 minutos do nosso tempo para ajudar outras pessoas, como forma de homenagear os 67 anos da vida de Madiba que foram dedicados a ajudar o próximo.

Separamos algumas frases de Mandela para inspirá-lo ainda mais no dia de hoje. E se você está sem ideias do que fazer para ajudar os outros, a Fundação Nelson Mandela tem algumas ideias aqui. :)

Racismo

“Por que é que neste tribunal eu estou enfrentando um magistrado branco, estou sendo confrontado por um procurador branco e estou sendo escoltado por agentes brancos? Alguém pode, honesta e seriamente, sugerir que neste tipo de atmosfera a justiça é equilibrada? Eu sou um homem negro em uma corte de homens brancos. Não deveria ser assim.”

(Falando no tribunal quando foi acusado de incitamento e de sair ilegalmente do país, em novembro de 1962) 

“Para que não haja dúvidas: têm havido muitas mudanças, e as negociações começaram, mas para as pessoas negras e comuns deste país, o Apartheid está vivo e muito bem.”

(Em discurso sobre o assassinato de Martin Chris Hani, em abril de 1993)

“As vidas negras são baratas, e continuará assim enquanto o Apartheid continuar a existir.”

(Em discurso no funeral de Chris Hani Martin, em abril de 1993) 

“Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor da sua pele, ou sua origem, ou sua religião. As pessoas têm que aprender a odiar, e se elas podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.”

Militância

“Eu fui considerado, pela lei, um criminoso, não por causa do que eu tinha feito, mas pelo que eu representava, por causa do que eu pensava, e por causa da minha consciência.”

(Falando no tribunal quando foi acusado de incitamento e de sair ilegalmente do país, em novembro de 1962)

“Não é a nossa diversidade que nos divide; não é a nossa etnia, religião, ou nossa cultura que nos divide. Desde que nós alcançamos a nossa liberdade, só pode haver uma divisão entre nós: a entre aqueles que prezam a democracia e aqueles que não.”

“A mudança é tão inquietante quanto dolorosa. E não poderia ser diferente, porque a mudança é movimento… “

(Em discurso na Universidade do Norte, em abril de 1992)

Um mundo melhor

“Eu viajei este país de ponta a ponta, conheci pessoas, falei com crianças, com idosos, e com todos que eu poderia tocar ou ver. Todos buscam paz. Todos buscam uma vida melhor. Todos desejam trabalhar juntos.”

(Em discurso durante um evento, pouco antes de 1ª eleição democrática na África do Sul, em abril de 1994)

“Nossas crianças são a base sobre a qual o nosso futuro será construído, e nosso maior bem como nação. Eles serão os líderes do nosso país, os criadores da nossa riqueza, aqueles que irão proteger e cuidar do nosso povo.”

(Discurso em junho de 1995)

“A reconstrução anda de mãos dadas com a reconciliação.”

(Em discurso dirigido ao arcebispo Desmond Tutu, em junho de 1996)

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.”

Reflexões

“Eu aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que vence esse medo.” 

“Sempre parece impossível, até que seja feito.”

 “O ressentimento é como beber veneno e, em seguida, esperar que isso mate seus inimigos.”

“A morte é algo inevitável. Quando um homem fez o que considera o seu dever com o seu povo e seu país, ele pode descansar em paz.”

+ sobre o tema

Emicida e o clipe mais corajoso do ano

Dirigido por Katia Lund e João Wainer, o novo...

Primeiro clipe de Willow Smith, filha de Will Smith

Aos 9 anos, menina protagoniza 'Whip My Hair'. ...

Criolo: Convoque seu Buda

Rapper paulista passeia por diferentes gêneros e mostra amadurecimento...

para lembrar

Jé Oliveira se torna o primeiro diretor negro a vencer maior prêmio do teatro de SP

Com o prêmio, o dramaturgo celebra Léa Garcia, Rute...

Festival Visões Periféricas anuncia filmes selecionados 

O FESTIVAL VISÕES PERIFÉRICAS confirma a realização da 17ª edição, de 20...

“Não se faz revolução no conforto”, diz Antonieta Luísa Costa

Antonieta Luísa Costa, presidente do Instituto de Mulheres Negras...

Outra forma de luta

Como africano, Daniel Nunes queria conhecer o seu próprio...
spot_imgspot_img

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=