segunda-feira, julho 6, 2020

    Resultados da pesquisa por 'movimentos sociais'

    Brasil pela Democracia (Imagem retirada do site Mundo Sindical)

    Entidades e movimentos sociais se unem em defesa da democracia e da vida

    Mais de 60 organizações, entre entidades nacionais, centrais sindicais, movimentos sociais, articulações pró-democracia e organizações não-governamentais lançam, na próxima segunda-feira (29), a campanha #BrasilpelaDemocracia #BrasilpelaVida A ação é uma resposta à situação enfrentada pelo país, que exige a união de todos em defesa da democracia, ameaçada pelo ataque permanente e inconcebível às instituições, à imprensa, ao Estado Democrático de Direito e aos direitos dos cidadãos e cidadãs consagrados na Constituição Federal. As entidades se unem também em defesa da vida, ameaçada pela descoordenação do governo federal no combate à pandemia do novo coronavírus, agravando a já crítica situação sanitária e econômica, implicando mais sofrimento a trabalhadoras e trabalhadores, às populações vulneráveis e inviabilizando a sobrevivência de empreendedores, em especial micro e pequenos empresários. Para marcar o lançamento, na próxima segunda, acontece uma grande mobilização nas redes sociais da campanha, com participação das entidades e personalidades, o lançamento do site, que ...

    Leia mais
    A pesquisadora Juliana Yade destaca como as organizações não governamentais são importantes para capacitar e fortalecer os jovens negros no Brasil (foto:Divulgação)

    Jovens negros encontram em movimentos sociais a força para mudar de vida

    Apesar da relevância social, Pesquisa sobre Organizações de Juventudes Negras mostra que elas precisam de apoio Por Carmen Vasconcelos, do Correio 24 Horas A pesquisadora Juliana Yade destaca como as organizações não governamentais são importantes para capacitar e fortalecer os jovens negros no Brasil (Foto: Imagem retirada do site Correio 24 horas) A juventude negra brasileira está se instrumentalizando para garantir uma vida melhor e mais digna, mesmo nas situações onde é negada à cidadania e o direito de ter direito. Isso foi o que mostrou a Pesquisa Nacional sobre Organizações de Juventudes Negras, realizada pelo Itaú Social e pelo Observatório de Favelas. As razões históricas e culturais mostram que o Nordeste e o Sudeste são as regiões que concentram a maioria das ações realizadas por organizações não governamentais em favor da população negra, respondendo por 37,5% e 30%, respectivamente. A pesquisa mostrou ainda que 70% ...

    Leia mais

    Movimentos sociais pedem reabertura de centro de atendimento à mulher na Baixada

    O Centro Integrado de Atendimento à Mulher (Ciam), referência para atendimento de mulheres em situação de violência na Baixada Fluminense, está no meio de um impasse. Fechado desde novembro, o espaço, no Bairro da Luz, em Nova Iguaçu, hoje é ocupado pela ONG Fama — como informou a coluna ExtraVip, de Alberto Aquino — mas está sendo reivindicado por movimentos sociais para a volta das atividades do Ciam. Por Cíntia Cruz, do Extra  Integrantes do Fórum Regional de Direitos das Mulheres da Baixada Fluminense querem reabertura do espaço Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo — Se a ocupação da ONG não estivesse aqui, estaríamos fazendo a mesma coisa. Queremos a reabertura do prédio, dos serviços, das políticas públicas — explicou Giordana Moreira, integrante do Fórum Regional de Direitos das Mulheres da Baixada Fluminense. O fórum se reuniu com a Coordenadoria de Mulheres de Nova Iguaçu, o Conselho Estadual dos Direitos ...

    Leia mais

    ‘Partidos precisam ouvir movimentos sociais’, diz filósofa Djamila Ribeiro; leia entrevista

    Mestre em filosofia faz palestra gratuita em Brasília nesta segunda (23), às 19h. Por Luiza Garonce Do G1 Mestre em filosofia pela Universidade Federal de São Paulo e ativista feminista Djamila Ribeiro (Foto: Djamila Ribeiro/G1) Autocrítica e diálogo com os movimentos sociais é o caminho que a filósofa Djamila Ribeiro enxerga para um cenário político mais otimista após as eleições, em 7 de outubro. Segundo ela, é preciso que os partidos – especialmente os de esquerda – repensem o modus operandi da política e tentem ouvir "o quê os movimentos estão falando". "É preciso encontrar uma forma de interligar todas essas lutas e não de lutar de maneira tão separada." Djamila participa de um debate sobre diversidade cultural e de gênero às 19h desta segunda-feira (23) no Museu Nacional da República – a entrada é gratuita. Em entrevista ao G1, ela comentou sobre avanços conquistados pelos movimentos sociais, retrocessos políticos ...

    Leia mais
    Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

    Movimentos sociais farão ato em defesa da democracia e de Lula

    Após reunião nesta sexta-feira 14, líderes de movimentos sindical, sociais e partidos decidiram ir às ruas de todo o Brasil na próxima quinta-feira 20 com as bandeiras da defesa da democracia e do ex-presidente Lula, além de 'Fora, Temer', 'Diretas Já' e contra a reforma trabalhista do governo Temer, sancionada nesta semana; "Vivemos período de profundos retrocessos sociais e democráticos", ressaltou Guilherme Boulos, líder do MTST; "Para a Casa Grande, Lula representa o perigo de um governo popular e trabalhista voltar ao poder e restabelecer a democracia", apontou o presidente da CUT, Vagner Freitas Do Brasil 247 Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula Líderes de movimentos sindical, sociais e partidos decidiram em reunião realizada nesta sexta-feira 14 que irão às ruas de todo o Brasil na próxima quinta-feira 20 com as bandeiras da defesa da democracia e do ex-presidente Lula, que foi condenado esta semana pelo juiz Sergio Moro. Os protestos ...

    Leia mais

    Movimentos sociais apresentam a situação da educação brasileira para a relatora da ONU para o direito à educação, em visita extraoficial ao país

    Pela voz de estudantes, professores, ativistas e acadêmicos, movimentos sociais apresentam a situação da educação brasileira para a relatora da ONU para o direito à educação em reunião fechada realizada em São Paulo, no dia 04/04, durante sua visita extraoficial ao país Foto: Reprodução/Campanha Do Campanha Pela voz de estudantes, professores, ativistas e acadêmicos, movimentos sociais apresentam a situação da educação brasileira para a relatora da ONU para o direito à educação em reunião fechada realizada em São Paulo, no dia 04/04, durante sua visita extraoficial ao país Em visita extraoficial ao país para participar de um seminário, a relatora especial pelo direito à educação da Organização das Nações Unidas (ONU), Koumbou Boly Barry, esteve presente em uma reunião especial fechada com movimentos sociais e organizações da sociedade civil atuantes no campo da educação na última terça-feira (04/04) em São Paulo. O objetivo da iniciativa, organizada ...

    Leia mais

    Carnaval renova energia de movimentos sociais e faz frente ao conservadorismo

    "O carnaval deste ano tem tudo para ser um marco na história política do Brasil (...) o recado de respeito e tolerância está dado", afirma o coordenador-geral da Central de Movimentos Populares por Gabriel Valery, da RBA Marchinhas que levantaram a população pelas principais cidades do país deram espaço para um grito em comum: o Fora Temer São Paulo – “Ano passado eu morri. Raiva, indignação, impotência. Morri golpeado. Pobre diabo sul-americano, cambaio, esfarrapado.” O chamado do bloco Ano Passado eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro faz referência à música Sujeito de Sorte (1976), do cantor e compositor cearense Belchior. O cortejo carnavalesco, com forte posição política, tomou as ruas da Vila Anglo, bairro da zona Oeste de São Paulo, na tarde de ontem (28). Não muito distante dali, as ruas da Pompeia eram invadidas por uma multidão que seguia o bloco Acadêmicos do Cerca Frango. Do alto ...

    Leia mais

    O que os movimentos sociais esperam deste ano

    Ativistas e dirigentes de movimentos sociais avaliaram o ano passado e fizeram projeções para o calendário deste ano Fonte: Correio do Brasil por, Rute Pina “Derrota dos campos progressistas”. “Esgotamento da política de conciliação”. “Perda institucional da esquerda”. O ano de 2016 foi definido de diferentes formas por ativistas e dirigentes de movimentos sociais. Mas há consenso em um aspecto. No ano que passou, pouco se avançou em pautas importantes do movimento social. Ao contrário, o período foi marcado por retiradas de direitos historicamente conquistados. A Frente Brasil Popular realizou uma série de atos públicos ao longo de 2016 e continuará na luta contra o golpe de Estado, em curso no país No entanto, os acontecimentos do ano passado, como a proposta de Reforma da Previdência, podem pavimentar o terreno para um aumento da indignação das pessoas. E alcançar parcelas da população que ainda não saíram às ruas em manifestações contra ...

    Leia mais

    Em Brasília, movimentos sociais fazem resistência ao golpe

    Bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta foram utilizados contra os manifestantes pró-Dilma em frente ao Congresso Nacional. Movimentos prometem reforçar a resistência em um eventual governo Temer para não permitir retrocessos  Por Maíra Streit, da Revista Fórum  Marcos Xukuru: “Vamos seguir com as cobranças” Manifestantes contrários ao impeachment de Dilma Rousseff se reuniram desde as 17h desta quarta-feira (11) em frente ao Congresso Nacional para pressionar os parlamentares durante a votação do afastamento da presidenta no Senado. O protesto contou com representantes de diferentes movimentos sociais e teve momentos de tensão, ao serem usadas bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta pela Polícia Militar para dispersar os militantes. Cerca de 80 indígenas de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Ceará estiveram do ato. Eles deixaram o acampamento Terra Livre, onde participam de atividades em Brasília durante a semana, e tomaram a Esplanada dos Ministérios em uma manifestação em defesa da ...

    Leia mais

    Movimentos sociais mobilizam-se por direitos e pela democracia

    A manifestação a ser promovida, hoje (20/08), pelos movimentos sociais tem como eixo a bandeira "Mais Democracia e Mais Direitos". Envolve o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, a Central Única dos Trabalhadores, a Federação Única dos Petroleiros, entre outros organismos coletivos populares, apresentando a pauta de demandas abaixo destacada: Por Roberto Bitencourt da Silva Do GGN – Defesa da legalidade democrática e do Estado de direito. – Reforma tributária progressiva, com taxação das grandes fortunas e do patrimônio. – Defesa da Petrobras, do sistema de partilha do pré-sal e da soberania nacional. – Defesa dos direitos dos trabalhadores, do emprego e dos salários, contra a terceirização. – Mais democracia e mais direitos. Afirmam os organizadores que o protesto nacional se destina tanto a um posicionamento contra o golpismo reacionário, quanto a questionar as iniciativas e a agenda liberal-conservadora do governo federal. Sem lugar ...

    Leia mais

    O pioneirismo dos movimentos sociais no interior do Ceará

    O Cariri é uma terra marcada pelo imaginário religioso e tradicional, mas também vem se destacando como o berço de muitas revoluções construídas por coletivos que buscam a intersecionalidade dos movimentos sociais Por Jarid Arraes, do Revista Fórum  O Cariri do interior do Ceará é uma terra marcada pelo imaginário religioso e tradicional. Juazeiro do Norte, uma das principais cidades da região, é conhecida por sua forte relação com a figura do Padre Cícero Romão Batista, um santo milagreiro que movimenta o turismo e gigantescas romarias dos fiéis. No entanto, o Cariri também vem se destacando como o berço de muitas revoluções construídas por coletivos e movimentos sociais pioneiros, dispostos a efetivar muitas transformações sociais. Imagem: Reprodução / Facebook O coletivo Queerdel – Transgressão e Memória de Gêneros e Sexualidades da Região do Cariri é um dos grupos que articula o que há de melhor no ...

    Leia mais

    Movimentos sociais e ativistas de todo o país se reunirão em Brasília para a Marcha Nacional contra a Redução da Maioridade Penal

    Brasil, 25 de maio de 2015 – No próximo dia 27 de maio, em Brasília (DF), ativistas, conselheiros tutelares, coletivos, fóruns e organizações da sociedade civil se reunirão a partir das 14h, em concentração na Biblioteca Nacional de Brasília rumo ao Congresso Nacional, para uma grande caminhada contra a redução da maioridade penal. O objetivo da atividade é sinalizar aos e às parlamentares que a PEC 171/93 e seus apensos ferem os direitos das crianças e adolescentes. Enviado por  DHAY BORGES, via  Guest Post para o Portal Geledés  A PEC 171/93, proposição legislativa de autoria do Dep. Benedito Domingos (PP/ DF), tramita no Congresso Nacional desde 1993. De lá para cá, outras 37 novas Propostas de Emenda à Constituição foram apensadas à matéria. Entre elas, há proposições que reduzem a inimputabilidade penal aos adolescentes menores de 12, 14 e 16 anos; proposições que reduzem a inimputabilidade penal aos adolescentes menores ...

    Leia mais

    FSM: declaração dos movimentos sociais reafirma a importância da pluralidade e o compromisso pela construção de uma agenda comum de enfrentamentos

    Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembléia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada. *Por Fernanda Ramone, assessora de comunicação da Rebrip, do Brasil no FSM O encerramento da 14ª edição do Fórum Social Mundial acontece hoje, dia 28, em marcha marcada para as 15 horas. Durante os quatro dias do evento e outros dois dedicados exclusivamente ao Fórum de Mídia Livre, militantes de movimentos sociais, sindicais, organizações não governamentais e sociedade civil mais uma vez se reuniram no processo conjunto de refletir e de como incidir na construção de agendas comuns de enfrentamento. Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembleia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada. A luta deve ser dos povos unidos ...

    Leia mais

    FSM: declaração dos movimentos sociais reafirma a importância da pluralidade e o compromisso pela construção de uma agenda comum de enfrentamentos

    Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembléia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada. *Por Fernanda Ramone  Do Brasil no fsm2 015 O encerramento da 14ª edição do Fórum Social Mundial acontece hoje, dia 28, em marcha marcada para as 15 horas. Durante os quatro dias do evento e outros dois dedicados exclusivamente ao Fórum de Mídia Livre, militantes de movimentos sociais, sindicais, organizações não governamentais e sociedade civil mais uma vez se reuniram no processo conjunto de refletir e de como incidir na construção de agendas comuns de enfrentamento. Em documento preparado pelos movimentos sociais após assembleia de convergência, o lema evidencia a importância da pluralidade, a começar pela necessidade em se pensar o mundo contemporâneo de maneira global e unificada. A luta deve ser dos povos unidos no compromisso de ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Intelectuais, movimentos sociais, ong’s e magistrados assinam Manifesto Contra a Redução da Maioridade Penal

    A ameaça, por parte de segmentos conservadores, em reduzir a maioridade penal é algo presente praticamente desde a consolidação do Estatudo da Criança e do Adolecente. Prova disso é a própria PEC 171 – que está prestes a ser votada na CCJ -, datada de 1993, apenas três anos após a conflagração de uma das leis de proteção à direitos mais premiadas em todo o mundo. Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania por Douglas Belchior no negrobelchior PARTICIPE CAMPANHA CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL. ENVIE EMAIL’S AOS DEPUTADOS. CLIQUE AQUI E SAIBA COMO. Infelizmente, a cada período é necessario mobilizar as forças progressistas em sua defesa e lembrar à sociedade que não se trata de uma lei que não deu certo, mas sim de uma iniciativa que jamais fora implementada em sua integralidade. Reduzir a maioridade penal, além de inconstitucional, seria inequivodacamente inútil como solução para os problemas da violência em nosso país. ...

    Leia mais

    A derrocada dos movimentos sociais na África pós-Apartheid. Entrevista especial com Tshepo Madlingozi

    “Em meados da década de 1980, o ápice da nossa revolução contra o Apartheid, os movimentos sociais eram animados pela práxis do poder popular”, diz o pesquisador. Por Por Ricardo Machado e Andriolli Costa / Tradução: Gabriel Ferreira no Ihu Em 2014 celebram-se 20 anos do fim do Apartheid, o regime de segregação racial adotado – oficialmente – de 1948 a 1994 na África do Sul. No entanto, para o sociólogo, advogado e ativista Tshepo Madlingozi, a política que emergiu do novo governo pós-apartheid ainda apresenta uma série de continuidades com o modo de governança do regime pré-1994. “A legislação ‘pós-Apartheid’ não desafia fundamentalmente a natureza colonial do Estado”, alerta. “Consulta é entendida como o Estado dizendo às pessoas o que foi decidido, participação para além das instituições organizadas pelo Estado é vista como um desafio direto contra ele e, por sua vez, a brutalidade do Estado contra as atividades dos movimentos ...

    Leia mais

    Movimentos Sociais debatem ações para fortalecer conquistas populares

    Roberto Parizotti A Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS), organização composta por representantes do movimento sindical, estudantil, de mulheres, racial, de luta pela terra e moradia, entre outros, estão organizando uma grande Plenária dos Movimentos Sociais. A atividade foi definida em reunião realizada na última terça-feira (4), na capital paulista, que debateu ainda ações pelo fortalecimento e ampliação das conquistas populares. Entre as questões levantadas pelos participantes, a reforma política e a democratização dos meios de comunicação foram classificados como prioridade, após toda a campanha de oposição que a mídia fez à presidenta durante o último processo eleitoral. A deputada estadual reeleita pelo PCdoB, Leci Brandão, fez questão de participar da iniciativa e alertou para o conservadorismo que se instalou no Congresso Nacional com o aumento da chamada “bancada da bala” e a diminuição de representantes dos trabalhadores. Para ela é preciso retomar a luta nas ruas, mesma opinião de Igor Felipe Santos, ...

    Leia mais

    Plataforma Política dos Movimentos Sociais

    Para resolver os problemas do povo brasileiro Os processos eleitorais devem ser espaços de debate e afirmações de projetos, que impliquem uma concepção de sociedade e de Estado, pautem as rupturas necessárias para enfrentar as grandes questões estruturais da sociedade, apontem a natureza de nossos problemas e as soluções necessárias. Mas não é isso que percebemos. Apesar das candidaturas expressarem projetos distintos para o Brasil, cada vez mais os processo eleitorais discutem menos política e se tornam grandes estratégias de marketing, vendendo os/as candidatos/as como mercadorias. Neste “jogo”, o poder econômico ganha de goleada subjugando a política e as instituições públicas aos seus interesses de classe, impedindo as transformações políticas, econômicas, Sociais, culturais e ambientais que interessam ao povo brasileiro. É em razão desta análise que movimentos sociais e organizações de todo Brasil apresentam para a sociedade e para as candidaturas a sua plataforma política para debate no processo eleitoral ...

    Leia mais

    Movimentos Sociais divulgam abaixo assinado por IDH Justo no Maranhão

    Unindo esforços para reverter o baixo IDH do Estado, os movimentos sociais encampam a luta por um Maranhão com políticas públicas voltadas para a superação das desigualdades sociais do Estado. A luta por um IDH mais Justo para o Maranhão também ganhou as redes sociais na tarde desta quinta-feira (14/08) por meio de um abaixo assinado lançado pelos movimentos sociais, com o mesmo conteúdo da carta que entregaram ao candidato da Coligação Todos pelo Maranhão, Flávio Dino. Unindo esforços para reverter o baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Estado, os movimentos sociais encampam a luta por um Maranhão com políticas públicas voltadas para a superação das desigualdades sociais do Estado. Assim como na construção do “Pacto por um IDH Justo”, estão unidos nesta campanha do abaixo assinado o movimento negro, o movimento de mulheres, a juventude, as pastorais, os trabalhadores rurais, o movimento de moradia, os professores, os deficientes, ...

    Leia mais

    Democracia e direitos fundamentais: contra a criminalização dos movimentos sociais

    Texto de Camilla de Magalhães Gomes. - Foto de André Naddeo/Terra. #AsilaMujica - Em apoio a Eloisa Samy, David Paixão e Camila Nascimento, que pediram asilo no Consulado do Uruguai hoje e aos demais ativistas criminalizados. Eu queria apenas dizer: “dessacralizem o direito”, mas vai ser mais do que isso. Porque nessas horas, em que um caso penal vira assunto em todos os lugares, há sempre os positivistas, os ponderados, os ingênuos e os puramente canalhas que vem argumentar com: “mas a lei de prisão temporária”, “mas a lei de organizações criminosas”, “mas eles podem ser culpados”.Mas, mas, mas… 1) Não há mais direito à ingenuidade — ao menos não para aquela/es que acho que leem isso aqui. E, se esse direito não há, junto com ele a naturalização — ou quase sacralização do direito — também tem que cair. O sistema legal, o sistema jurídico-penal é um grande projeto ou, como diz a Profª. Drª Vera Malaguti, uma profecia autorrealizável. ...

    Leia mais
    Página 1 de 163 1 2 163

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist