quinta-feira, dezembro 2, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileirosAbdias Nascimento: um homem e muitas e tantas histórias...E/ou as cores das...

Abdias Nascimento: um homem e muitas e tantas histórias…E/ou as cores das cinzas de Abdias

O livro “Abdias Nascimento: um homem e muitas e tantas histórias… E/ou as cores das cinzas de Abdias” é uma singular celebração à vida e obra do homem que, de tanto protagonizar capítulos de resistência à opressão negra, perpassando os pilares políticos, sociais, e econômicos, transformou-se em ícone de movimentos de gentes e ações afirmativas: sim, nós podemos!

Uma celebração à história do parlamentar que assumiu a vocação agregadora da militância negra na busca da justiça igual. Foi cúmplice da liberdade para o povo de pele preta ou parda que chamava de seu.

É uma celebração contada em capítulos começando no Ígba Ábídí, I Seminário Afro-Brasileiro,ocorrido dia 12 de novembro, na Faculdade Integrada Tiradentes, através das palestras das tantas e diversas lideranças e de sua Elisa Larkin, companheira próxima da geografia de luta do ativista que, ao assumir tantos caminhos, tornou-se múltiplo.

É também um diário iconográfico de gente- seu povo. Foram diversas presenças e manifestações do Brasil , Estados Unidos e de África- salve a Nigéria! Salve Gana! – na partilha de seu último desejo: subir novamente a Serra da Barriga, como fez na madrugada do dia 20 de novembro de 1980, na companhia de militantes negros e fez um discurso histórico.

É um registro do retorno de suas cinzas ao ventre que celebra a liberdade, em 13 de novembro de 2011. Sete meses após sua morte física.

A Serra da Barriga como palco dos tambores ancestrais, novamente ecoa, o re-descobrimento da resistência negra. Resistir à invisibilidade de mais um capítulo da história do Brasil. Celebrar a memória do líder negro no “Espaço Abdias Nascimento”, localizado próximo à Lagoa dos Negros, um lugar sagrado.

Toda uma história que começou em 1914 em Franca/São Paulo espalhou-se por entre mundos e continentes e renasce quase um centenário depois, nas terras de Zumbi, Aqualtune, Ganga Zumba…

Com a solenidade da cerimônia de Celebração, a “Vida e Obra de Abdias Nascimento”, idealizada pelo Projeto Raízes de Áfricas/AL, organizada pelo IPEAFRO/RJ e Projeto Raízes de Áfricas e executada com o apoio de diversos parceiros, que aconteceu em Alagoas, nos dias 12 e 13 de novembro de 2011, escreve-se mais um capítulo na história do estadista negro.

Uma história encantada!

As cinzas de Abdias Nascimento estão já, no solo sagrado de Zumbi, na Palmares das Alagoas, como referência identificatória de um herói que persistiu, advogou, municiou e foi cúmplice determinado da igualdade humana. Não é uma biografia para justificar a morte. É uma livro para celebrar a vida .

É um livro que vai de trás para frente e conta e reconta os caminhos, sob a ótica de tantas e muitas histórias, do desbravador da democracia brasileira que tratava o racismo sob rédeas curtas: Abdias Nascimento.

Quer fazer parte desse registro?

Escreva pra gente e nos envie o seu relato de participar desse mais novo capítulo da história do Brasil, no simbólico palco da resistência negra, ocorrido em 13 de novembro na Serra da Barriga. Envie-nos seu relato para celebrandoabdias@gmail.com

Valeu Abdias!

 

RELATED ARTICLES