Confederação Brasileira de Ginastica abre inquérito, e atletas podem ser punidos após racismo

 

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) se pronunciou sobrea polêmica protagonizada por três atletas da Seleção Brasileira nesta semana. Depois de Arthur Nory, Fellipe Arakawa e Henrique Medina Flores gravarem vídeo com teor racista contra Ângelo Assumpção, a entidade condenou qualquer tipo de discriminação e garantiu que vai abrir inquérito para que, provavelmente, haja punições.

Por Paulo Pinto Do Terra

“A Confederação Brasileira de Ginástica, considerando o relatório da coordenação da Seleção de Ginástica Artística Masculina, irá instaurar inquérito para encaminhar ao STJD da ginástica, instância desportiva competente, para definir eventuais punições a serem aplicadas aos envolvidos no vídeo publicado em uma rede social”, diz parte de comunicado emitido pela CBG neste sábado.

A polêmica aconteceu nesta semana. Três atletas da equipe fizeram piadas de cunho preconceituoso com Ângelo Assumpção, que recentemente foi campeão do mundo em São Paulo. Tudo foi gravado em vídeo pelos próprios atletas que cometeram os atos de racismo.

Eles fizeram os comentários na frente de Ângelo: “se o celular funciona é branco. Se estraga, é de que cor? O saquinho do supermercado é branco. E do lixo é preto”, afirmam Arthur Nory, Fellipe Arakawa e Henrique Medina Flores. O vídeo foi publicado no Snapchat, rede social em que tudo “some” rapidamente. Mas mesmo assim isso causou repercussão.

“A instituição ressalta que será feito um forte trabalho educacional com as comissões técnicas e atletas de todas as modalidades que compõem a ginástica para que esse tipo de atitude não volte a acontecer. A CBG reafirma ainda que condena qualquer ato dessa natureza”, decreta a nota divulgada pela entidade que comanda a ginástica artística brasileira.

angeloassumpcaopaulopintofotospublicas

Ângelo Assumpção foi alvo de brincadeiras racistas de três atletas da Seleção

Leia também

Angelo Assumpção, ginasta negro da seleção é alvo de piadas racistas de companheiros

 “Todo preconceituoso é covarde. O ofendido precisa compreender isso”, Mario Sergio Cortella

+ sobre o tema

O grande anjo negro: Sterling é capa de revista masculina e discute o racismo no futebol

Atacante do Manchester City também fala sobre importância de...

Negra em Salão do Livro causa furor, diz autora brasileira

“Fui escolhida pela literatura. Tive essa sorte”, definiu a...

Negras Palavras: Dramaturgias Negras (Homenagem à Ruth de Souza) – 07 de dezembro (sábado)

07 de dezembro (sábado), 11h | Negras Palavras: Dramaturgias...

Expoente da Capoeira Paulista, Mestre Caranguejo lança seu segundo disco

Com o título "MESTRE CARANGUEJO E A POÉTICA DO...

para lembrar

Marcelo e seu filho são alvos de racismo após clássico na Espanha

De acordo com informações do jornal espanhol Marca,...

‘Me calar é cômodo para o agressor’, diz estudante negro ofendido na web

Matheus teve foto alterada e publicada anonimanente em site...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Percepções sobre o racismo no Brasil

A maioria da população reconhece que o Brasil é um país racista, embora ainda prevaleça a tendência de refutar o racismo como prática particular —o que,...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...
-+=