Democratizar a alimentação: conheça a história da fundadora da Free Soul Food

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

Para Maria da Costa, a cozinha era um lugar onde a família se reunia. Afinal, ela cresceu ao lado de grandes cozinheiras, como sua mãe e suas avós. Nascida em 1981 no estado de São Paulo, Maria desde nova teve uma relação delicada com a comida, já que sua mãe era diabética e vegetariana e sempre teve o máximo de cuidado com a alimentação das filhas. 

Foi após uma viagem para a Itália que Maria refletiu ainda mais sobre o alimento como uma questão social e sobre a alimentação de qualidade como um direito de todos. De volta ao Brasil, ela fundou com sua família a Free Soul Food, empresa de alimentação que pensa na inclusão das pessoas com restrições e também na inclusão profissional de mulheres em situação de vulnerabilidade. 

Em depoimento ao Museu da Pessoa, museu virtual e colaborativo de histórias de vida, Maria defende: “Para a gente construir um país melhor, as pessoas precisam ter o acesso ao mínimo, que é uma alimentação de qualidade”.

Conheça a história de vida de Maria! Clique aqui e assista ao depoimento completo!

Com o propósito de valorizar e reverberar histórias de vida, o Geledés Instituto da Mulher Negra mantém parceria com o Museu da Pessoa. Virtual e colaborativo, o Museu da Pessoa apresenta as experiências de vida, costumes e conflitos de brasileiros e brasileiras.

+ sobre o tema

Professora e ativista paraense, Zélia Amador é homenageada em premiação de ONG internacional

A professora e ativista paraense Zélia Amador de Deus...

Resolvi lutar após ser abusada por sete anos

No especial “Vozes da Ocupação”, damos espaço para as...

Secretário-geral da ONU adverte para ameaças aos direitos das mulheres

Na abertura da 68ª Sessão da Comissão sobre o...

Nadège Jacques é a primeira haitiana mestra internacional do PPG em Saúde Coletiva

Nadège Jacques defendeu sua dissertação na quinta-feira passada, com...

para lembrar

Perguntas e respostas sobre novas regras para guarda compartilhada

Segundo especialistas, nova regra será aplicada em todos os...

Revista Observatório Brasil da Igualdade de Gênero

É com muito entusiasmo que a Secretaria de Políticas...

Encontro debate educação em Cuiabá

Um estudo realizado pela Organização das Nações Unidas para...
spot_imgspot_img

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...
-+=