Dilma Rousseff comparece ao velório de José Saramago

Por: Vitor Sorano

Candidata à Presidência da República disse que escritor é um ‘imortal’.
Corpo de Saramago está sendo velado na Câmara Municipal de Lisboa.

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, visitou por volta das 17h (13h locais) o velório do escritor José Saramago. “Os grandes escritores são imortais. O que ele fez com a língua portuguesa foi dar a ela uma dimensão global, mostrar que na língua portuguesa se escreveria uma obra-prima”, disse a ex-ministra na sua saída.

 

Dilma disse também que “O Evangelho segundo Jesus Cristo” é sua obra favorita do escritor e colocou Saramago ao lado de Eça de Queiroz e Machado de Assis. “Acho que ele está entre esses grandes escritores que imortalizam a nossa língua e a nossa cultura”.

 

Uma fila de aproximadamente 300 pessoas se forma ao entorno da Praça do Município, onde se localiza a Câmara Municipal de Lisboa (equivalente a prefeitura), no salão nobre da qual Saramago está sendo velado. Grupos de 10 a 15 entram de cada vez e podem passar pelo local onde está o caixão. Além de fãs da literatura, membros do Partido Comunista Português, ao qual o escritor pertenceu, estão presentes. O presidente do partido, Jerónimo de Sousa, visitou o velório.

 

A ministra da cultura de Portugal, Gabriela Canavilhas, que esteve no voo que trouxe Saramago de Lanzarote (Espanha), onde residia e faleceu o escritor, para Lisboa, diz que se sentia afeto nas conversas no avião.

 

O corpo do escritor, morto nesta sexta-feira (19) aos 87 anos, chegou por volta das 14h40 locais deste sábado (19) (10h40 de Brasília) à Câmara Municipal de Lisboa, onde será velado até domingo (20) no salão nobre.

 

O corpo de Saramago chegou ao aeroporto de Figo Maduro, nos arredores da capital, em um avião da Força Aérea Portuguesa.

 

O funeral está previsto para ir até a meia-noite. No domingo, a cerimônia será retomada às 9h e segue até as 11h. O público poderá entrar, mas a família pode decidir quando fechar as portas.

 

Depois, o corpo será cremado. Parte das cinzas deve ficar em Azinhaga do Ribatejo, onde o escritor nasceu e o restante deve seguir para Lanzarote, nas Ilhas Canárias, onde ele vivia com a esposa, a jornalista e tradutora Pilar del Río.

 

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

O fastio pós-coito – por Fabio Hernandez

por : Fabio Hernandez OUVI DE MINHA amiga...

Dilma torce o pé ao sair de esteira e usa bota ortopédica

Candidata petista deve passar por tratamento de uma semana Wanderley...

Sobre o desejo de ter filhos em tempos de bebês de proveta

Foto: João Godinho Em minha opinião, elaborada durante mais de...

Obama anuncia programa para duplicar acesso à rede eléctrica na África subsariana

O Presidente norte-americano discursou na Universidade da Cidade do...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=