terça-feira, agosto 16, 2022
InícioEm PautaENEM: Recomeça seleção de vagas pelo Enem

ENEM: Recomeça seleção de vagas pelo Enem

Começa hoje, a partir das 6h, a segunda etapa de inscrições para a disputa de vagas em faculdades pelo Enem, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). O cadastro é feito pelo portal do MEC, no sisu.mec.gov.br,

 

O sistema permite que os 2,6 milhões de alunos que prestaram o Enem tentem uma colocação nas instituições de ensino que substituíram o vestibular pelo exame. São 47.900 vagas em 51 faculdades de todo o país.

 

Na primeira fase, 793.900 alunos se inscreveram. O MEC informou que apenas 233 vagas para cotistas não foram preenchidas. No total, 9.364 eram destinadas a públicos específicos, como alunos da rede pública, afrodescendentes, pessoas com deficiência ou índios.

 

Nessa segunda fase, as 233 vagas remanescentes e outras que eventualmente tenham sobrado entram no processo. Como a primeira lista do Sisu saiu na mesma época que as primeiras chamadas da USP (Universidade de São Paulo) e da Unicamp (Universidade de Campinas), é possível que haja candidatos aprovados em mais de um processo e sobrem vagas.

 

Os estudantes têm até as 23h59 do dia 20 para fazer a inscrição. Antes de optar pela vaga, é possível conferir a nota de corte do curso. Com a informação, o aluno consegue saber quais as chances de conseguir uma colocação.

 

Caso todas as vagas não sejam preenchidas, está prevista uma etapa suplementar entre 1º e 3 de março, com resultado no dia 5.

 

A UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso) foi a instituição que teve o maior o número de inscritos na primeira fase da seleção. Foram 56.703 candidatos para 5.008 vagas em 97 cursos.

 

O bacharelado de ciência e tecnologia da UFABC (Universidade Federal do ABC), com campus em Santo André (Grande SP), foi o mais requisitado. As 1.500 vagas foram disputadas por 16.253 candidatos de todo o país.

 

Falhas

O Sisu estreou no final de janeiro com uma série de falhas. Nos primeiros dias de funcionamento, o sistema estava lento, travou e deixou milhares de alunos sem conseguirem se inscrever. Em dois dias, o MEC registrou 13 mil reclamações de candidatos.

 

Depois dos percalços, o MEC decidiu excluir o horário de inscrição dos critérios de desempate -este seria o último. Os outros dois se mantêm: as notas na redação e nas provas de linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. A partir de agora, se houver igualdade em todos os outros quesitos, os dois empatados serão selecionados. Na ocasião, o ministério justificou a mudança aos problemas que ocorreram na banda larga em pontos da região Sudeste.

Fonte: São Paulo Agora

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench