Fazendeiro do Pará é condenado a 91 anos de prisão por trabalho escravo

A Justiça Federal condenou o fazendeiro Lindomar Resende Soares, do Pará, a 91 anos de prisão em regime fechado por manter trabalhadores em regime de trabalho semelhante ao de escravo. Ele tem direito a recorrer da sentença em liberdade.

Do UOL 

A sentença é do final de julho, mas só foi divulgada agora pelo MPF (Ministério Público Federal).

Segundo o MPF, o fazendeiro é filho de Davi Resende, um dos maiores pecuaristas da região Norte, que foi prefeito de Ulianópolis, no sul do Pará, e morreu no ano passado em naufrágio no rio Xingu. Além da prisão, Soares foi condenado a pagar multa de R$ 283 mil.

Até a publicação dessa notícia, o UOL não conseguiu contato com o advogado do fazendeiro.

Trabalhadores foram encontrados em condições precárias

Em 2005, segundo o MPF, o Ministério do Trabalho fiscalizou a fazenda Santa Luzia, em Ulianópolis, e libertou 31 pessoas mantidas em condições degradantes, além de duas crianças que ajudavam a preparar a comida dos trabalhadores.

De acordo com o Ministério Público, os trabalhadores ficavam em barracos de lona, com piso de terra batida, sem instalações sanitárias, sem acesso a água potável, consumindo comida estragada, sem nenhum equipamento de proteção para o trabalho na terra e com salários extremamente baixos.

Eles não conseguiam sair da fazenda, muito distante de qualquer estrada, e ainda eram obrigados a comprar comida e equipamentos a preços altos no armazém da propriedade, sistema conhecido como escravidão por dívida.

Fazendeiro culpou o capataz

Em depoimento à Justiça Federal, o fazendeiro confirmou a situação dos trabalhadores, mas afirmou que a responsabilidade era do capataz contratado para trazer os funcionários para a fazenda.

+ sobre o tema

A voz dos que não têm voz

Secretário Geral da ONU deve apontar um Representante Especial...

ONGs consideram tímido documento brasileiro sobre direitos humanos

Por: Renata Giraldi As organizações não governamentais (ONG) consideram...

Argentina lança sua primeira televisão indígena

Mar Centenera. Buenos Aires, 8 dez (EFE).- A...

para lembrar

Brasil é condenado por trabalho escravo na Corte Interamericana de Direitos Humanos

Entre 1989 e 2002 mais de 300 trabalhadores foram...

CNDH denuncia trabalho escravo em oficinas de costura em São Paulo

Uma comitiva do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH)...

Mulher encontra pedido de socorro ao comprar vestido

Mulher compra vestido e encontra pedido de socorro na...
spot_imgspot_img

Cinco trabalhadores são resgatados em condições análogas à escravidão na serra gaúcha

Cinco trabalhadores foram resgatados em condições análogas à escravidão em uma propriedade rural no município de Farroupilha, na serra gaúcha, pelo Ministério do Trabalho...

Quem cata suas latinhas é trabalhador?

Todo Carnaval tem seu fim. E com ele toneladas e mais toneladas de lixo... Não importa como você decidiu comemorar o seu Carnaval. Se decidiu cair na folia, lá...

Trabalho análogo ao escravo persiste em lavouras de café brasileiras, aponta estudo

O trabalho análogo ao escravo em lavouras de café não é algo do passado. Mesmo com certificações e auditorias, a violação de direitos de...
-+=