Jovem de 14 anos com doença grave decide optar pela eutanásia

A norte-americana Jerika Bolen, de 14 anos, foi diagnosticada com atrofia espinhal com apenas oito meses de idade. A doença é degenerativa e afeta os nervos responsáveis pelo controle dos movimentos. Por conta disso, ela vive em uma cadeira de rodas e passa 12 horas por dia ligada a um ventilador que assegura sua respiração.

Por Catracalivre

Depois de passar por dezenas de cirurgias, a adolescente tomou uma difícil decisão e irá optar pela eutanásia. Após muita conversa com sua família, a garota decidiu pela prática, que será realizada em agosto deste ano.

“Se ela estiver em paz com isso, eu vou ter que achar um jeito de ficar em paz também”, disse a mãe da garota, Jen Bolen. “Em 14 anos ela batalhou mais pela vida do que a maioria dos adultos jamais precisará. Ela é capaz de decidir por seu corpo e suas dores”.

Em seus últimos meses de vida, Jerika irá aproveitar o verão, viajará com o pai e depois ficará ao lado de sua mãe. A garota diz que está feliz e triste com sua decisão. Ela acredita que não tem qualidade de vida para seguir lutando (hoje ela só tem forças para mover as mãos), mas fica preocupada ao pensar como ficará sua mãe.

No Brasil, a prática da eutanásia é ilegal e considerada antiética pelo código de medicina. Qual é sua opinião sobre o assunto?

garota-eutanasia-02

garota-eutanasia-03

garota-eutanasia-04

+ sobre o tema

STF decide que governo deve apresentar plano nacional sobre violações em presídios

Em decisão unânime, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) determinaram...

Programa de Direitos Humanos de Geledés – Memória Institucional

Programa de Direitos Humanos objetiva proteger, assegurar e expandir...

Desigualdade regional e xenofobia: a combinação perversa do crescimento capitalista brasileiro

As manifestações públicas e violentas na forma de agressões...

Foro Interamericano Afrodescendiente Participación e incidencia de los y las afrodescendientes en la 44 asamblea general de la OEA

Declaracion de asuncion paraguay Foro Interamericano Afrodescendiente Participación e incidencia de...

para lembrar

Sueli Carneiro – Coordenadora de Difusão e Gestão da Memória Institucional

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade...

JUÍZA ANULA A LEI ÁUREA – o que importa é a cana

Laerte Braga Segundo a juíza Marli Lopes Nogueira, da 20ª...

O que as outras pessoas pensam sobre Perdoar – 7bilhões de outros

O fraco jamais perdoa: o perdão é uma das...

Corregedoria do CNJ reavalia decisão do TJ-RJ sobre juiz parado em blitz

Gustavo Maia Juiz João Carlos de Souza Corrêa, titular do...
spot_imgspot_img

Conselho de direitos humanos aciona ONU por aumento de movimentos neonazistas no Brasil

O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), órgão vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, acionou a ONU (Organização das Nações Unidas) para fazer um alerta...

Ministério lança edital para fortalecer casas de acolhimento LGBTQIA+

Edital lançado dia 18 de março pretende fortalecer as casas de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ da sociedade civil. O processo seletivo, que segue até...

PM matou 94% a mais na Baixada Santista; ‘Tô nem aí’, diz Tarcísio

"Sinceramente, nós temos muita tranquilidade com o que está sendo feito. E aí o pessoal pode ir na ONU, pode ir na Liga da...
-+=