Lei obriga tradução de palavras estrangeiras em publicidade no Rio

Fonte: Folha de São Paulo –

 

Foto:  Pablo Jacob/Arquivo / Agência O Globo

Nada de “sale”, “off” ou “delivery”. Desde ontem, as peças publicitárias no Rio só podem usar palavras estrangeiras se tiverem a tradução -“liquidação”, “desconto” e “entrega em domicílio”, respectivamente, nos exemplos citados-, em letras do mesmo tamanho.

Quem desrespeitar a lei estará sujeito a uma multa de R$ 5.000. Na primeira reincidência, o valor será dobrado; na segunda, o alvará da empresa será suspenso.

O vereador Roberto Monteiro (PC do B) propôs a lei em 2007. Aprovada em abril passado, foi sancionada anteontem pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB).

O vereador afirma que quis “preservar a cultura do país e facilitar a compreensão das propagandas por quem não conhece outros idiomas além do português”.

Segundo o vereador, a fiscalização deverá ser definida pela prefeitura. Procurada pela Folha, a assessoria do prefeito não se manifestou.

Para Flávio Medeiros, presidente do Clube de Criação do Rio, que reúne profissionais da publicidade, a lei é “conservadora”. “Mas não é isso que vai tornar as peças publicitárias menos criativas.” (FÁBIO GRELLET)

Matéria original: Lei obriga tradução de palavras estrangeiras em publicidade no Rio

+ sobre o tema

Lancellotti, Varella, Suplicy e outros

Minha filha me pergunta qual é o nome do...

Daniel Munduruku: “Índio é invenção total, folclore puro”

Tatiana Mendonça Volta e meia, o paraense Daniel Monteiro Costa,...

para lembrar

Ex-sacoleiro monta bar no Morro da Providência e quer atrair ‘gringos’

Após pacificação, vendedora de quentinhas virou dona de pensão Para...

Reforma trabalhista é aprovada no plenário da Câmara

Texto que altera pontos fundamentais da CLT é aprovado...

Na direção da reparação para afrodescendente

Fonte: Memória Lélia Gonzalez Senado debate reparação para afrodescendente...

Pesquisa mostra que brasileiros usam a internet para se informar sobre política

Pesquisa do Instituto Ibope, divulgada nesta quinta-feira, mostra que...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=