LGBT: Conselho de Psicologia diz que não tolera discriminação

O presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia, Pedro Paulo de Gastalho, afirmou há pouco que uma resolução da entidade de 1999 contra a classificação de homossexualidade como doença tem servido de respaldo para a promoção de direitos LGBT. “Não toleramos o exercício da psicologia para gerar a discriminação”, disse o psicólogo, ao participar do 8º Seminário LGBT, que ocorre neste momento na Câmara.

Segundo Gastalho, a homofobia não gera apenas assassinatos reais, mas crimes contra a subjetividade. “Preconceito e discriminação fazem sofrer, e ninguém precisa sofrer”, disse.

Em 1985, o Conselho Federal de Psicologia deixou de considerar a homossexualidade um desvio sexual e, em 1999, declarou que a homossexualidade não constitui doença, distúrbio ou perversão e que os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento ou cura da homossexualidade.

Em 1990, a Assembleia-Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da sua lista de doenças mentais, a Classificação Internacional de Doenças (CID).

O seminário LGBT ocorre no auditório Nereu Ramos.

Continue acompanhando esta cobertura.

 

+ sobre o tema

Jorge Aragão recebe alta e volta para casa

Por uma mensagem nas redes sociais, o cantor e...

Nota da EDUCAFRO Sobre artigo publicado no site da Revista Veja em 11/11/2014

Obs: A Entidade vai exigir da Revista Veja o...

Política Nacional de Saúde Integral da População Negra

Política Nacional de Saúde Integral da População Negra SECRETARIA EXECUTIVA...

Zulu Araújo comandará a Pedro Calmon

O futuro presidente da Fundação Pedro Calmon será o...

para lembrar

STF reconhece covid-19 como doença ocupacional e permite autuação de empresas

Com a decisão da Corte, ficam sem validade o...

Dez razões para não ter saudades da ditadura

 Carlos Madeiro, 1. Tortura e ausência de direitos humanos As torturas...

Bagatela conta histórias de mulheres presas por pequenos furtos

No documentário Bagatela de Clara Ramos, são conhecidas as histórias...

Câncer de próstata é a 2ª maior causa de morte entre homens

A maior parte dos brasileiros só faz os exames...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=