Livro: Negritude, Poderes e Heroísmos

Qual seria a necessidade de discutir sobre “Negritudes, Poderes e Heroísmos”, no século XXI? Nosso livro propõe uma cartografia acerca de políticas de representação e configuração de imaginários, observando práticas de significação e composições estéticas que, ainda hoje, persistem e enclausuram personagens negros e negras. Para tal, reunimos alguns super-heróis e super-heroínas que, entre suas vivências didáticas e perspectivas epistemológicas, entendem a urgência de textualidades que decifrem ou denunciem estereótipos.

O Livro é uma produção coletiva do Observatório Carioca de Histórias em Quadrinhos, que se articula entre propostas didáticas e metodológicas, com pesquisadores de diferentes partes do Brasil. Um dos projetos do Observatório é o África em Quadrinhos, que discute identidade e representação nas HQs pensando o continente africano e as
relações África-Brasil.

Negritude, Poderes e Heroísmos surgem como uma proposta diferenciada, propondo análises sobre personagens negros e negras que já fazem parte do repertório de muitos adolescentes, jovens e adultos, no entanto, alguns deles, nunca foram compreendidos como objetos de pesquisa. No livro podermos observar debates sobre Tempestade e Vixen e a cosmovisão africana e religiosidades, as perspectivas identitárias em Raio Negro, discussões sobre masculinidades a partir de Blade, análises sobre o conceito de eugenia, tendo como ponto de representação o Capitão américa. Além de a presença negra nos Mangás, Cultura visual em Peter Parker vs Miles Morales, um dossiê sobre
o Pantera Negra, das narrativas quadrinizadas até o cinema, e dialogismos em torno de Jeremias de Maurício de Sousa.

Organizador: Elbert De Oliveira Agostinho
Prefácio: Roberto Borges
Autores: Aleksandra Stambowisky De Carvalho, Arthur Gibson Pereira Pinto, Bruno
Pereira Silva, Fabio Sampaio De Almeida, Diego Das Neves Ribeiro, Guilherme Da Silva
Pereira, Elbert Agostinho, Fernanda Pereira Da Silva, Jorge Luís Rodrigues Dos Santos
e Michele Delbon Silva

O livro é da editora Conexão 7, e pode ser encontrando no link: Editora Conexão.

Foto em destaque: Reprodução/ HQ’s com Café

+ sobre o tema

O jovem Mandela: um relato romanceado

A Editora Nova Alexandria lança, em maio, o relato...

Diplomata brasileira morre após contrair malária em viagem oficial à África

Em ato raro, diplomatas questionam Itamaraty sobre morte de...

Dilma nomeia Pelé ‘embaixador honorário’ do Brasil para Copa 2014

Presidente recebeu rei do futebol nesta terça no Palácio...

BARBACENA: Cidade celebra o Dia da Consciência Negra

Fonte: Barbacena Online -     “Reafirmar para...

para lembrar

Conheça a trajetória de Usain Bolt, o maior velocista do mundo

O trânsito intenso de Kingston começa a dispersar depois...

Robinho será pai de novo

Róbson Júnior, de 2 anos, ganhará em breve um...

Uneafro 10 anos e a luta negra pelo direito à educação

Que noite mais funda calunga No porão de um navio...

Apelo: Presidente, oficialize a indicação de Abdias ao Prêmio Nobel da Paz

Clique aqui ou na imagem para assinar o manifesto Rio...
spot_imgspot_img

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=