Marta salva o PT paulista

Por: FERNANDO RODRIGUES

 

 

BRASÍLIA – Aloizio Mercadante tem 13% das intenções de voto para o governo de São Paulo, segundo o Datafolha. Já Marta Suplicy lidera com 43% a disputa por uma das duas vagas paulistas no Senado.

Ambos, Mercadante e Marta são filiados ao mesmo partido, o PT. Pode-se argumentar que as coisas são mais fáceis para a ex-prefeita paulistana porque há duas vagas para o Senado. Mais ou menos. Pedi ao Datafolha uma estratificação da pesquisa. Nota-se então que Marta é a primeira opção de 29% dos eleitores -bem acima dos 13% de Mercadante. Outros 14% escolhem a petista como segundo voto.

Ainda faltam seis meses até outubro, mas Marta Suplicy é neste momento a grande puxadora de votos do PT em solo bandeirante.
A candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, amarga apenas 24% nas pesquisas na região Sudeste. Lula, ao ser reeleito em 2006, teve 37% dos votos no primeiro turno em São Paulo -seis pontos a menos do que Marta tem hoje para o Senado.

Um dos indicadores que mostram a solidez de uma candidatura para o Senado é ser a segunda opção de voto entre os eleitores de seus concorrentes. Nesse aspecto, Marta é a líder absoluta na disputa.

Tome-se como exemplo o eleitorado dos quatro principais adversários da petista. Pela ordem na pesquisa Datafolha, são os seguintes: Romeu Tuma (PTB), Orestes Quércia (PMDB), Netinho de Paula (PC do B) e Soninha (PPS).

Nada menos do que 25% dos eleitores de Tuma dizem votar em Marta como segunda opção. No caso de Quércia, o percentual sobe para 34%. Entre os que preferem Soninha e Netinho, as taxas registradas a favor da petista são de 28% e 27%, respectivamente.
Tudo considerado, Marta Suplicy por enquanto salva o PT de um fracasso eleitoral em São Paulo.

 

Fonte: Folha de S.Paulo

+ sobre o tema

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de...

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

para lembrar

Um guia para entender o Holocausto e por que ele é lembrado em 27 de janeiro

O Holocausto foi um período da história na época da Segunda...

Atos do movimento negro em 20 estados cobram retomada do auxílio emergencial: ‘Tem gente com fome’

A Coalizão Negra por Direitos realiza nesta quinta (18)...

Suplicy envia ofício a Alckmin e Haddad pedindo diálogo com manifestantes

Durante a sessão plenária desta quinta-feira (13),...

Ameaçada de morte, deputada federal relata omissão do governo do Rio

Parlamentar Talíria Petrone (PSOL-RJ) afirma que governo de Wilson...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do Estado emerge da catástrofe. A pandemia de Covid-19 deveria ter sido suficiente para demonstrar que...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um alerta sobre o impacto econômico e social das mudanças climáticas que atinge todo o mundo....

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...
-+=