segunda-feira, setembro 26, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-latinos e CaribenhosMichelle Bachelet fala sobre ‘mulheres na política’ com parlamentares da bancada feminina

Michelle Bachelet fala sobre ‘mulheres na política’ com parlamentares da bancada feminina

A ex-presidente do Chile, atual diretora-Executiva da ONU Mulheres e subsecretária Geral da ONU, Michelle Bachelet, reuniu-se com deputadas e senadoras nesta quarta-feira, 14, para um diálogo sobre “mulheres na política”. Ela citou cinco prioridades estratégicas para governos e organizações sociais pela redução das desigualdades de gênero: aumentar a participação das mulheres na política, possibilitar-lhes o empoderamento econômico, ampliar presença de mulheres em processos de paz nos países onde há conflitos, eliminar a violência contra a mulher e inserir a questão de gênero em planejamentos e orçamentos públicos.

Michelle Bachelet destacou o fato de o Brasil ter uma mulher pela primeira vez na Presidência da República como sendo muito significativo. Ela disse, porém, que menos de 10% das chefes de Estado no mundo são mulheres, o que precisa ser mudado. Bachelet elogiou que 26% dos ministérios no Brasil sejam administrados por mulheres em áreas importantes, mas frisou os baixos índices de mulheres no Legislativo. Na Câmara dos Deputados, por exemplo, há menos de 9% de mulheres entre os parlamentares. “Não pode haver verdadeira democracia sem a participação de quem representa mais de metade da população”, afirmou.

Para a diretora executiva da ONU Mulheres, as discussões sobre reforma política que estão ocorrendo no Brasil precisam levar em conta o tipo de política necessária para superar os obstáculos que a mulher enfrenta para conciliar a vida pessoal com a vida na política. Michelle Bachelet destacou também a necessidade de elevar o número de mulheres jovens na política, de abolir o tráfico de pessoas (que ela apontou como uma das piores formas de violência) e de se ampliar direitos a trabalhadoras domésticas, entre outros pontos.

Em sua visita ao Brasil, a ex-presidente do Chile visitou também a Conferência Nacional de Políticas para Mulheres e nesta quinta-feira tem uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff. Para a deputada federal Marina Sant’Anna, a presença de personalidades com histórico de luta contra a discriminação feminina, como Michelle Bachelet, em espaços como a Conferência da Mulher, reunião com parlamentares e interlocução com a sociedade, é fundamental para fortalecer as ações por igualdade e para estimular a formação de novas lideranças na política.

A reunião foi aberta pela representante da ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, Rebecca Tavares. A coordenadora da bancada feminina na Câmara, deputada Janete Pietá, fez um histórico da participação de mulheres no Brasil na política, desde a primeira deputada federal eleita, em 1932, Berta Lutz. A líder falou também da evolução de direitos sociais e da violência doméstica.

 

 

Fonte: Marina Santana

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench