“Não se pode aceitar o higienismo”

O sanitarista e ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão se somou aos protestos dos que são contra a autorização, dada pelo governo de São Paulo, para a internação compulsória de viciados em crack. “Isso pode passar a ideia de higienismo, que serve apenas para tirar um problema da vista das pessoas”, disse ele ao 247. “Da maneira como isso está sendo feito, somos contra, apesar de toda a complexidade do problema”. A autorização de internação compulsória foi determinada pelo governado Geraldo Alckmin, do PSDB. Temporão é filiado ao PT.

O ex-ministro não considera suficiente a autorização da família e de médicos para a internação de viciados contra a vontade deles. “Isso é pouco. Acho que o Ministério Público também deveria ser chamado a acompanhar essas internações. O ideal seria a sociedade debater mais, formar um grande foro para tratar essa questão”.

Temporão admite que a solução para a situação dos viciados é bastante complexa. “O crack é um flagelo que assola o País, mas os males causados pelo alcoolismo, por exemplo, são muitos maiores, e deles pouco se fala”. Para Temporão, “há posições respeitáveis dos dois lados dessa questão, a favor e contra internação compulsória, mas nos moldes como está sendo feita em São Paulo desperta a suspeita de higienismo. Não dá para concordar”.

Fonte: 247 Brasil

+ sobre o tema

Aborto: o moralismo é impotente; porém, mata

Novos números indicam: quanto mais conservadoras as leis, mais...

Preso do semiaberto no DF passa em 5 faculdades e é impedido de estudar

TJ diz que preso não tem direito a benefício...

Novela bate em mulher desde cedo

Luana tem 30 anos, está estudando pra ser juíza...

Especialistas dizem que intolerância é principal causa de linchamentos no Brasil

A intolerância é a principal causa dos linchamentos que...

para lembrar

MEC quer proibir novos cursos de medicina. Mas o Brasil tem mais médicos do que precisa?

Cinco anos após flexibilizar as regras para a abertura...

Favelas vão à luta: Maré faz vaquinha e Paraisópolis cria área para isolar infectados

Numa iniciativa para tentar frear a disseminação do novo...

Abraji lança lives semanais para valorizar o trabalho dos jornalistas

A partir da próxima terça-feira, 21.mar.2020, a Abraji começa um novo...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=