Neca Setubal: Pensar em ensino domiciliar no Brasil é preocupante

Enviado por / FontePor Fabrizio Neitzke, da CNN

Câmara aprovou texto-base que cria regras para ensino domiciliar no Brasil; pesquisa indica que modelo é rejeitado por 80% da população

A Especialista CNN em inclusão social, Neca Setubal, falou nesta quinta-feira (19) sobre a aprovação do texto-base na Câmara dos Deputados para o ensino domiciliar no Brasil, uma das principais pautas dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL). Uma pesquisa divulgada pelo Datafolha nesta semana, porém, aponta que oito a cada dez brasileiros rejeitam a modalidade.

Para a especialista, a adoção do modelo é “preocupante” por se restringir a olhar apenas o currículo escolar, ignorando outros aspectos relevantes para a formação infantil.

“A educação é muito mais que o currículo. A escola é o primeiro espaço público que as crianças têm acesso. É o lugar da convivência, da socialização, da troca, das brincadeiras. A escola também é o espaço onde as crianças podem respeitar as diferenças. Elas têm que conviver com crianças de diferentes religiões, raças, ideologias. Isso é muito importante em um momento onde estamos vivendo tantas intolerâncias em relação às diferenças”, afirmou.

Setubal também defendeu a escola como um espaço para que os jovens possam trabalhar em grupo, considerando a atividade como “fundamental” no século 21 ao fazer com que crianças aprendam a ouvir, falar, expor ideia e trabalhar em conjunto.

Ainda segundo a Especialista CNN, as condições socioeconômicas de parte dos brasileiros põe em xeque a segurança do projeto.

“Acho muito difícil que no Brasil, um país com condições tão diferentes, desigualdades tão grandes, a gente tenha certeza que estas crianças que não estarão na escola terão uma aprendizagem de qualidade assegurada pelos pais”, finalizou.

+ sobre o tema

Amazônia e educação

‘Tire o pé do chão e mantenha a Amazônia...

Enem 2023 será aplicado em 5 e 12 de novembro; veja datas de inscrição

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 será aplicado em...

MEC publica portaria que suspende cronograma do novo ensino médio por 60 dias

O MEC (Ministério da Educação) publicou na madrugada desta quarta-feira (5),...

para lembrar

Estudantes protestam contra exigência do Enem para Ciência sem Fronteiras

Nova regra para concorrer a bolsas de estudo no...

USP assina acordo experimental para participar do Enade

Além da prova, a universidade estadual paulista participará das...

A campanha dos professores para denunciar Paes e Cabral

Charge do Vitor Teixeira, via Facebook do site do SEPE,...
spot_imgspot_img

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...

Como a educação antirracista contribui para o entendimento do que é Racismo Ambiental

Nas duas cidades mais populosas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, o primeiro mês do ano ficou marcado pelas tragédias causadas pelas...

SISU: selecionados têm até quarta-feira para fazer matrícula

Estudantes selecionados na primeira chamada do processo seletivo de 2024 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até quarta-feira (7) para fazer a matrícula...
-+=