Números de celulares de São Paulo vão ter mais um dígito a partir de amanhã

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A partir de amanhã (29), todos os números de telefones celulares da área 11 (São Paulo) terão o dígito 9 à frente do número atual. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a medida vai aumentar a capacidade de numeração da região de 44 milhões para 90 milhões de números.

O nono dígito deve ser acrescentado, no momento da discagem, por todos os usuários de telefone fixo e móvel que ligarem para telefones celulares da área 11, independentemente da sua localidade de origem. Ou seja, quem ligar de outros estados para celulares da área 11 também deverá marcar os nove dígitos para que a chamada seja completada. A área 11 abrange 64 municípios de São Paulo, inclusive a capital.

Haverá um período de transição, até o dia 7 de agosto, no qual a chamada será completada normalmente, mesmo sem o novo dígito. Depois disso, começa um período em que as ligações serão gradualmente interceptadas e receberão uma mensagem explicando as mudanças. Ficará a critério das operadoras decidir se, depois da mensagem, a ligação será completada ou interrompida. Depois do dia 15 de janeiro de 2013, nenhuma ligação sem o dígito 9 será completada.

A agenda com os contatos terá que ser alterada pelos próprios usuários, mas já existem aplicativos que podem ser usados em smartphones (celular que recebe sinal 3D) para fazer a mudança. Os novos números habilitados a partir de amanhã já virão com o nono dígito, assim como nos pedidos de portabilidade numérica.

A inclusão de mais um dígito vai permitir o uso de numerações atualmente iniciadas por 2, 3, 4 e 5, que hoje só são utilizadas na telefonia fixa. Nos últimos 12 meses houve um crescimento de 17% no número de telefones móveis na região, com a habilitação de cerca de 5 milhões de novas linhas.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), todo o custo da mudança está sendo arcado pelas prestadoras e não implicará em nenhuma cobrança para o cliente. A entidade garante que as empresas estão trabalhando desde o ano passado na adequação de sistemas e redes e nos últimos meses têm realizado uma série de testes do novo formato.

Por enquanto, o nono dígito será implementado apenas no estado de São Paulo, nos municípios com a Discagem Direta a Distância (DDD) 11. A Anatel estima que o nono dígito deverá ser adotado em todo o país, mas ainda não há prazo definido.

Edição: Aécio Amado
Fonte: Agência Brasil

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Minha mãe e o filme “Que horas ela volta?”

O geógrafo e colunista do Favela 247 Iuran Souza,...

Obama telefona para apoiar jogador da NBA que assumiu homossexualidade

De acordo com a rede americana CBS, o presidente dos...

Brazil Progresso vs. Brasil Parasita ?

Por: Vitor Miranda Eu não gosto de comentar futebol junto com...

Candidatos Negros: Deputados Federais Eleitos em São Paulo 2010

JANETE PIETÁ (PT) - 144.529 (0,68%) ...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=