quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoPadaria troca nome de torta Nega Maluca por 'bolo afrodescendente'

Padaria troca nome de torta Nega Maluca por ‘bolo afrodescendente’

Uma padaria da cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, parece também ter entrado na onda de usar termos politicamente corretos. Na etiqueta da famosa torta Nega Maluca, ela é nomeada de “bolo afrodescendente”.

Gilberto Ponde Dias, um dos proprietários da padaria, explica que a alteração foi feita há 5 anos. “Deixamos de usar o Nega Maluca por não ser politicamente correto. A minha família está no segmento há 25 anos, mas resolvemos mudar o nome há poucos anos. Acreditamos que o bolo afrodescendente não provoca nenhuma ofensa social e é mais usual”.

Dias conta que a mudança do nome não interferiu nas vendas e nunca recebeu reclamação de seus clientes. “O antigo ‘negrinho’ virou brigadeiro. Ficou bem mais gostoso de se falar e o nome caiu no gosto das pessoas. Por que não fazer o mesmo com o Nega Maluca?”, diz.

A receita permanece a mesma, segundo Dias. “Não mudamos os ingredientes. O bolo continua delicioso. Oferecemos aos clientes os sabores prestígio e o tradicional com doce de leite. Podem ficar tranquilos que a mudança do nome não alterou o sabor”, ressalta.

O origem – A lenda por trás do bolo Nega Maluca é de que uma escrava acidentalmente derrubou achocolatado enquanto fazia um bolo e simplesmente continuou, criando a deliciosa iguaria sem querer. Assim, o doce foi batizado em sua homenagem.

Foto em destaque: Reprodução/ GShow

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench