Prefeitura certificará com selo ‘BH sem Racismo’ instituições que promovam igualdade racial

Estão abertas as inscrições para o programa de Certificação em Promoção da Igualdade Racial de BH. Até 31 de dezembro, instituições públicas e privadas, associações civis e empresas sediadas no município podem se candidatar.

Do BHAZ

Divulgação/PBH + Reprodução/Agência Brasil

O programa tem o objetivo de estimular, apoiar e reconhecer instituições que adotem, em suas práticas de gestão, ações no campo da promoção da igualdade racial, do enfrentamento do racismo e do combate à discriminação étnico-racial, beneficiando negros, ciganos, indígenas e judeus.

As instituições recebem o selo simbólico “BH Sem Racismo”, válido por dois anos. “A certificação integra nossa Política Municipal de Promoção da Igualdade Racial que, entre outras ações, busca valorizar a diversidade étnico-racial da população como um catalisador para o desenvolvimento econômico e social da cidade”, explica Makota Kisandembu, diretora de Políticas para a Igualdade Racial, unidade ligada à Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.

O programa foi criado e é gerido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania e da Fundação Municipal de Cultura. O edital está disponível aqui.

+ sobre o tema

O protagonismo da periferia: pesquisa lista iniciativas com soluções inovadoras

Palavras como pertencimento são facilmente encontradas nos discursos daqueles...

Exposição na Casa França Brasil conta a história do negro no Rio

Mostra reúne 500 peças, como bronzes do Benin, máscaras...

Quilombolas entrarão na justiça por danos morais

Federação Nacional de Associações Quilombolas (FENAQ) entrará com uma...

para lembrar

spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=