Professora conta como eram os gêmeos, vítimas do prédio que ruiu

De acordo com a professora as crianças, Wendel e Wener, eram muito tranquilas e a mãe, Selma Almeida da Silva, muito presente

por Karla Dunder no R7

Selma Almeida da Silva e o filhos Wendel e Wener
Reprodução/R7

“Crianças muito participativas, muito queridas”, assim a professora M.S*. define os gêmeos Wendel e Wener, de 10 anos, vítimas do prédio que pegou e desabou na madrugada de terça-feira (1º) na região central de São Paulo. Eles e a mãe, Selma Almeida da Silva, não conseguiram sair do edifício antes do desabamento.

Os gêmeos estudam na Escola Estadual Marechal Deodoro. Por lá, segundo a professora, estão matriculadas crianças que vivem em outros edifícios ocupados por movimentos sociais. “Temos ao menos dez alunos que moravam ali, mas só os dois ainda não foram localizados”.

A mãe e os dois filhos são considerados vítimas no escombros pelo Corpo de Bombeiros – a corporação evita falar em mortes por enquanto. Além da família, o carregador Ricardo Pinheiro é considerado desaparecido. Ele caiu durante seu resgate, que acontecia quando houve o desabamento do prédio.

 “A Selma era muito presente, levava os filhos todos os dias para escola e depois ia trabalhar, na época, ela trabalhava fazendo limpeza”, diz M., que foi professora dos meninos quando estavam no primeiro ano. “Eles já tinham completado 10 anos e um estava no 4º ano e o outro no 5º ano do fundamental. Um tinha mais dificuldade que o outro, mas não brigavam, nem davam problema”.

A professora diz que todos os alunos estão muito abalados com o que ocorreu. “A tristeza é profunda com toda a situação. ”

*A professora não quis se identificar por ser funcionária pública

 

+ sobre o tema

Metade das crianças violentadas foi agredida mais de uma vez

O Brasil registrou 58,3 mil casos de estupro de crianças e...

SP enquadrou 31 mil negros como traficantes em situações similares às de brancos usuários

Para a polícia de São Paulo, a diferença entre um traficante e...

STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (20)...

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

para lembrar

Mudou Lula ou mudou o Fórum Social Mundial?

Por Emir Sader Na reunião do Comitê Internacional...

Chile: o que acontece agora após rejeição da nova Constituição

O resultado acachapante contra o texto da nova Carta...

Michael L. Brea, ator de Betty a Feia dos EUA, mata mãe com espada de samurai

  O ator americano Michael L. Brea, que participou da...

Bolsa Família deveria ser direito constitucionalizado, defende socióloga

Para autora do livro Vozes do Bolsa Família, programa...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos e, se aprovado, representaria uma ameaça para a vida principalmente das mulheres mais pobres do...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu a obra Mulheres Sonhadoras, Mulheres Cientistas, composta por dois livros, das escolas e bibliotecas do município. Escritos por...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e constranger o governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, facilitou a aprovação de...
-+=