Professora de Juazeiro lança livro sobre alfabetização de afrodescendentes

 

Com o intuito de sintetizar o universo da escravidão do negro africano em todo o mundo e estudar os efeitos do programa de

Alfabetização Solidária (AlfaSol) na educação de jovens e adultos no interior da Bahia, entre outras reflexões, a professora da UNEB Maria

Beatriz Figueirêdo traz para o centro das discussões o livro O afrodescendente egresso do AlfaSol em Remanso: origem, cultura e

situação de inclusão socioeconômica, publicação que apresenta aspectos de inclusão social como principal referencial.

 

capa
Reprodução/Capa do livro

 

O lançamento da obra aconteceu na noite da última quinta-feira (24), no espaço Canto de Tudo do Departamento de Ciências Humanas

(DCH) do Campus III da universidade, em Juazeiro.

Além da comunidade acadêmica do DCH, também prestigiaram a cerimônia representantes das secretarias municipais de Educação

dos municípios de Remanso e Juazeiro, dos estudantes da Universidade Aberta à Terceira Idade (Uati) do campus, egressos do Alfasol,

além de representantes da Gerência Regional de Educação de Petrolina (GRE-PE) e convidados.

Durante a solenidade de lançamento, a diretora do departamento, professora Aurilene Rodrigues, destacou o papel da UNEB enquanto

pioneira no desenvolvimento de políticas afirmativas, através do sistema de cotas, assim como enfatizou o trabalho que o DCH vem

desenvolvendo na abordagem das questões sociais e de inclusão.

Instrumento de valorização do afrodescendente

De acordo com a secretária de educação de Remanso, Veraneide Almeida, os dados e fundamentos registrados na obra possibilitam a

sua utilização como fonte de consulta e instrumento facilitador do estudo da cultura afrodescendente nas escolas.

“O livro se apresenta como uma iniciativa de valorização do afrodescendente no ensino fundamental e médio, contribuindo para a

construção da cidadania de jovens e adultos”, declarou Veraneide.

Para a jornalista Márcia Guena, estudiosa da presença do negro no Brasil, o trabalho apresentado é significativo para o fortalecimento do

movimento negro no Vale do São Francisco.

A professora Neide Tomaz, da Secretaria Municipal de Educação de Juazeiro, considera o livro um instrumento importante e útil para os

próximos trabalhos de formação dos professores da referida secretaria.

A publicação do livro tem o apoio da UNEB, por meio do DCH. Exemplares do livro foram vendidos a um valor simbólico de R$ 20. Os

interessados em adquirir a obra devem entrar em contato com a professora Maria Beatriz, no departamento.

beatriz

Maria Beatriz: pedagoga e escritora

Maria Beatriz Braga Figueirêdo é natural do município de Remanso (BA) e por ocasião da construção da barragem de Sobradinho, que

resultou no desaparecimento do município, mudou-se para Juazeiro onde atualmente reside e exerce a função de professora do curso de

pedagogia no Departamento de Ciências Humanas.

A pedagoga é pós-graduada em metodologia do ensino superior pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e tem

priorizado em suas ações a educação de jovens e adultos.

Texto: Sheila Gomes, assessora de comunicação do DCH/Campus III

 

 

Fonte: UNEB

 

 

+ sobre o tema

FNDE lança plataforma Antonieta de Barros, iniciativa para consolidar dados da educação brasileira

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia...

Termina hoje (14) prazo para inscrição no Enem

Termina hoje (14) o prazo para inscrições no Exame...

Estudantes têm até esta sexta-feira (14) para se inscrever no Enem

Termina nesta sexta-feira (14) o prazo para inscrições no Exame...

Harvard lança mais de 100 cursos gratuitos e legendados em português

Os cursos disponíveis são divididos nas áreas a seguir. Artes...

para lembrar

Unilab terá primeira colação de grau

Um grupo de estudantes do curso de Bacharelado em...

Fuvest divulga calendário para o vestibular 2022; veja datas e livros obrigatórios

A Fuvest anunciou nesta terça-feira (8) o calendário de realização das...

Professor do ano criou ‘paraíso do ensino’ em escola americana

Para o melhor professor dos Estados Unidos, inspirar os...

Estudantes usam a arte como instrumento de combate ao racismo

Os estudantes do Colégio Estadual Severino Vieira, no bairro...
spot_imgspot_img

Quem se inscreveu no Enem 2024 tem até quarta-feira (19) para pagar taxa

O participante que se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 têm até a próxima quarta-feira (19) para pagar a taxa de...

FNDE lança plataforma Antonieta de Barros, iniciativa para consolidar dados da educação brasileira

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), lançará na próxima terça-feira, 18, a plataforma Antonieta de...

Termina hoje (14) prazo para inscrição no Enem

Termina hoje (14) o prazo para inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados devem acessar a Página do Participante e utilizar o cadastro...
-+=