Sociedade civil realiza reuniões para formação de Comitês Gestores de distribuição de alimentos

Comitês Gestores Estaduais vão dar maior efetividade e transparência à Ação de Distribuição de Alimentos para Povos de Matriz Africana. Reuniões no Maranhão, Pernambuco e Piauí já têm data marcada

Visando cumprir as regras de funcionamento da Ação de Distribuição de Alimentos, estão em processo de formação os Comitês Gestores Estaduais da Ação de Distribuição de Alimentos para Povos de Matriz Africana (CGMAF). Ainda este mês,serão realizados encontros no Maranhão, Pernambuco, Piauí, Rondônio, Paraná e Alagoas para instituir os Comitês, os quais darão maior efetividade e transparência à Ação, além de assegurar espaço qualificado de deliberação coletiva com as representações do segmento.

A atividade faz parte da cooperação firmada entre a SEPPIR e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que prevê o repasse de recurso da Secretaria para embalagem e transporte de 83.400 cestas de alimentos em 6 etapas de atendimentos às 13.900 famílias beneficiárias da Ação.

A unidade federativa que quiser ser contemplada com a Ação de Distribuição de Alimentos (ADA) deverá instituir o Comitê, que deverá ter no mínimo cinco membros, sendo quatro lideranças tradicionais de matriz africana, um representante da Conab, além de ter como coordenador (a) representante da sociedade civil e representar a diversidade das matrizes africanas existentes no Estado.

Entre as atribuições do CGMAF, está a indicação das casas e famílias beneficiárias para a SEPPIR, bem como prestar contas das cestas distribuídas, além de contribuir para a implementação e monitoramento do Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos Tradicionais de Matriz Africana e do Plano Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

Reuniões agendadas:

Rio de Janeiro – 04 de outubro

Local: Centro de Tradições Afro-Brasileiras – CETRAB – Rua Saint Hilaire, 60 – Bonsucesso – Rio de Janeiro

Horário: 18h

Rio Grande do Norte – 16 de outubro

Local: Auditório Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania – Centro Administrativo, BR 101 – Natal

Horário: 14h

Maranhão – 19 de outubro

Local: Auditório da Faculdade Arquitetura – UEMA – R. da Estrela, 472 – Centro Histórico/Praia Grande – São Luiz

Horário: 15:30

Pernambuco – 23 de outubro

Local: Auditório da Secretaria de Saúde de Paulista – Rua Cleton Campelo, 59, Centro – Município Paulista

Horário: 15h

Paraná – 26 de outubro

Local: Associação Beneficente Afro Brasileira São Jerônimo e São Jorge – Rua Francisco Kania, 582 – Bairro Ana Terra/Colombo

Horário: 17h

Piauí – 30 de outubro

Local: Memorial Zumbi dos Palmares – Praça Marechal Deodoro, 816 – Centro – Teresina

Horário: 17h

Alagoas – 30 de outubro

Local: Auditório da Superintendência de Direitos Humanos da Secretaria da mulher Cidadania e dos Direitos Humanos – Rua do Sol, S/Nº – Maceió

Horário: 9h

Rondônia – 31 de outubro

Local: Auditório da Superintendência Regional da Conab – Av. Farquar, 3305 – Bairro Pedrinhas

Horário: 9h

 

Fonte: Seppir

+ sobre o tema

53,5% dos negros brasileiros já estão na classe média

Pesquisa do economista da FGV Marcelo Neri também mostra...

Conferência Nacional de Saúde – Mobilização alcança 75% dos municípios brasileiros

Em 2011, a Conferência Nacional Saúde reforça conquistas ao...

Casamento no Candomblé ao som de tambores africanos

POR ELI ANTONELLI Casamentos nos espaços sagrados das...

Em livro, pesquisadores desmistificam suposta ausência de negros na Amazônia

por Monica Prestes Obra produzida por 13 pesquisadores relata...

para lembrar

spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=