quinta-feira, novembro 26, 2020

    Tag: ideologia de gênero

    Ação Educativa

    Por unanimidade, STF reafirma inconstitucionalidade de proibição de gênero em escolas

    Em dois julgamentos realizados nos últimos dias, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou, por unanimidade, a inconstitucionalidade de leis municipais que proibiam a abordagem de gênero em escolas. No último dia 8, foi anunciada a decisão sobre a ADPF - Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 526, que versava sobre legislação de Foz do Iguaçu (PR). Anteriormente, no dia 24 de abril, a corte havia reconhecido a inconstitucionalidade de uma lei do município de Novo Gama (GO). Um novo julgamento, com conteúdo similar, está marcado para o dia 22 de maio. Trata-se da ADPF 467, referente a lei de Ipatinga (MG), que veda qualquer temática relacionada à diversidade de gênero na rede de ensino municipal. Para organizações e redes de educação e direitos humanos, os resultados são mais uma vitória na defesa de uma educação de qualidade, pois a censura às escolas e à atividade docente e proibição da abordagem ...

    Leia mais
    Foto: Dorivan Marinho / Divulgação STF

    É inconstitucional trecho de lei de Foz do Iguaçu proibindo ensino de “ideologia de gênero”

    O plenário virtual do STF, em decisão unânime, julgou inconstitucional artigo de lei orgânica do município de Foz do Iguaçu/PR que proíbe, nas instituições da rede municipal de ensino, abordagem sobre "ideologia de gênero". A ação foi de relatoria da ministra Cármen Lúcia. A ADPF foi ajuizada pelo PCB - Partido Comunista do Brasil, em 2018, contra o artigo 5º da lei orgânica do município de Foz do Iguaçu/PR, em que "ficam vedadas em todas as dependências das instituições da rede municipal de ensino a adoção, divulgação, realização ou organização de políticas de ensino, currículo escolar, disciplina obrigatória, complementar ou facultativa, ou ainda atividades culturais que tendam a aplicar a ideologia de gênero, o termo gênero ou orientação sexual". O ministro Toffoli, então relator, concedeu medida cautelar suspendendo a eficácia do dispositivo sob fundamentação de ser equivocada a disposição, via lei municipal, acerca de conteúdo curricular e orientação pedagógica nas escolas municipais. Julgamento ...

    Leia mais

    Ideologia de gênero

    Nos dias de hoje, demagogos se apropriaram do preconceito social Por Drauzio Varella, Da Folha de S.Paulo O médico cancerologista Drauzio Varella (Foto: Bruno Santos/Folhapress) Mal começamos a entender a diversidade sexual humana, vozes medievais emergiram das catacumbas para inventar a tal “ideologia de gênero”. Como nunca vi esse termo mencionado em artigos científicos nem nos livros de psicologia ou de qualquer ramo da biologia, fico confuso. Suponho que se refiram a algum conjunto de ideias reunidas por gente imoral, para convencer crianças e adolescentes a adotar comportamentos homossexuais. Será que devo a heterossexualidade à inexistência dessa malfadada ideologia, nos meus tempos escolares? Caso existisse, eu estaria casado com homem? Embora disfarcem, o que esses moralistas de botequim defendem é a repressão do comportamento homossexual que, sei lá por que tormentos psicológicos, lhes causa tamanho horror. Para contextualizar a coluna de hoje, leitor, não falarei de ...

    Leia mais

    Ideologia de gênero: rastros e significados

    A cruzada contra a “ideologia de gênero” que volta suas baterias contra a presença de Judith Butler no Brasil não é uma novidade nem tampouco um fenômeno exclusivamente brasileiro. Por Sonia Corrêa Do AgoraÉQueSãoElas Tal como analisado por inúmeras autoras, inclusive a própria Butler em Desfazendo Gênero, essa cruzada remonta aos debates nas Nações Unidas dos anos 1990, quando por primeira vez, na Conferência do Cairo sobre População e Desenvolvimento (1994), o conceito de gênero foi adotado num documento intergovernamental. Seis meses mais tarde, nos debates preparatórios para a IV Conferência Mundial das Mulheres de Pequim o termo gênero foi atacado pela direita católica norte-americana, que nele reconheceu um forte potencial desestabilizador da dita ordem natural dos sexos. Inaugura-se aí uma vasta produção e disseminação de argumentos contra o conceito de gênero, descrito nesses textos como instrumento de uma conspiração feminista internacional. Uma peça importante desse acervo é o texto Agenda de Gênero, publicado ...

    Leia mais

    Como responder a uma notificação do Escola sem Partido

    Segundo advogados consultados por NOVA ESCOLA, documentos contra suposta doutrinação não têm valor legal e podem ser respondidos, deixando claro que o educador não está infringindo direitos Foto: Reprodução/Nova Escola Por Caroline Monteiro Do Nova Escola Uma das principais estratégias do movimento Escola sem Partido (ESP) é oferecer um modelo de notificação extrajudicial para pais de alunos que se sentirem ofendidos com o conteúdo das aulas. A ideia do documento é que os pais alertem educadores de que “se abstenham de adotar certas condutas em sala de aula”, como falar sobre algumas correntes políticas, discutir gênero e sexualidade. E aí você recebe uma. O que fazer? Antes de tudo, calma. Juridicamente, a notificação do ESP não vale nada (abaixo você já vai entender o porquê). Em seguida, você pode – e deve – buscar o diálogo com o emissor da notificação para esclarecer dúvidas sobre o seu ...

    Leia mais

    Gênero e Educação: fortalecendo uma agenda para as políticas educacionais

    A publicação Gênero e Educação: fortalecendo uma agenda para as políticas públicas educacionais reúne um conjunto de artigos resultantes de projeto desenvolvido entre 2014 e 2016 pela Ação Educativa em parceria com as organizações CLADEM – Comitê da América Latina e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher, ECOS – Comunicação em Sexualidade e Geledés – Instituto da Mulher Negra. Além das quatro organizações da sociedade civil, a coedição desta publicação conta com a participação do Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas. O projeto Gênero e Educação: fortalecendo uma agenda para as políticas educacionaisteve como objetivo contribuir para fortalecer o lugar da agenda de gênero nas políticas educacionais brasileiras, em suas intersecções com raça e sexualidade. Em um contexto político bastante desafiante, buscou incidir tanto na gestão pública como junto aos movimentos sociais de educação, feminista, LGBT, sindicais, entre outros. Gênero e Educação: fortalecendo uma agenda para as políticas públicas ...

    Leia mais

    Mães, pais e “pães” do mundo, sejamos feministas!

    Cena 1 Por Patrícia Maeda Do Justificando Casal feliz aguarda a chegada da filha. Ao anunciar o sexo biológico do bebê, ouve de um casal amigo de longa data, também pais de uma menina: – Então, vocês também terão uma fornecedora? “Oi? O que se quer dizer com fornecedora?” Ao se depreender do contexto da fala o significado do termo, os pais sorriem mudos, enquanto sentem um misto de incômodo e indignação. Cena 2 Sob a desculpa de que meninos são mais ativos, os pais deixam a criança subir e pular livremente no sofá da casa dos anfitriões, que apreensivos comentam sobre os riscos de queda. A criança cai e abre o berreiro. Os pais a reprimem, não porque quebrou o vaso herdado da falecida avó da anfitrião, mas argumentando tão somente que menino não chora… Perdoem-me os exemplos estereotipados. Não pretendemos obviamente dizer o que é certo ou errado nem ...

    Leia mais
    Foto: Flávio Florido

    Escola Sem Partido: Doutrinação comunista, Coelho da Páscoa e Papai Noel

    O bicho está pegando na educação. É tanto problema que você pode montar o seu combo: roubo de merenda, escolas ocupadas, universidades em greve (e quebradas), proposta de teto orçamentário ameaçando investimentos na área, Plano Nacional de Educação completando dois anos sem NENHUMA meta cumprida e por aí vai. Foto: Flávio Florido Por Leonardo Sakamoto Do Blog do Sakamoto Mas a julgar pelo que se passa na Congresso Nacional e na mídia, o grande mal da educação brasileira tem outro nome: “Doutrinação Político-Partidária”. A questão é a bandeira principal do movimento Escola Sem Partido, aquele mesmo defendido por um dos maiores especialistas em Pedagogia (FROTA, Alexandre), em encontro com o ministro Mendonça Filho no fim do mês passado. O ESP não consta da pauta de reivindicações ao titular interino do MEC, como mostrou a agência Lupa. Mesmo assim, o papo descontraído agradou o presidente do movimento, o ...

    Leia mais

    Pare de culpar sua amiga pelo relacionamento abusivo dela

    Sua amiga está em um relacionamento abusivo. Desesperada, você não entende como ela consegue ficar com aquela pessoa que faz tanto mal para ela. Poxa, ela costumava ser tão dona de si! Ela é tão bonita, tão inteligente, tem família, um emprego bacana. Na sua cabeça, ela só pode ser burra ou fraca para ficar com alguém assim. Você jamais deixaria barato… Por  Helô D’Angelo Do Feminismo na Pratica Ilustra: Helô D’Angelo Deixa eu te falar várias coisas que talvez não tenham passado pela sua cabeça. Coisa 1: culpar sua amiga não funciona Sua amiga está sofrendo. A última coisa que ela precisa é de (mais) alguém dizendo o quanto ela é fraca e burra por estar com uma pessoa dessas. Quando a gente está em um relacionamento abusivo, é muito difícil perceber. Porque a gente gosta daquela pessoa, fica muito complicado entender que ele ou ela nos faz mal. A ...

    Leia mais

    Projeto de lei prevê prisão de docente que falar sobre “ideologia de gênero”

    Atualmente, tramitam no Congresso Nacional ao menos cinco projetos de lei que têm como objetivo interferir diretamente nos conteúdos abordados nas salas de aula, evitando a “doutrinação política e ideológica”. Na esteira dos debates sobre gênero e sexualidade, presentes nas elaborações dos Planos Municipais de Educação, alguns dos projetos também propõem coibir o ensino, nas escolas, daquilo que chamam de “ideologia de gênero”e outras formas de “ameaças à família”. Por Caio Zinet, do Educação Integral  De acordo com Fernando Penna, professor-adjunto da Faculdade da Educação da Universidade Federal Fluminense, projetos de lei  com esses teores tramitam em assembleias legislativas de pelo menos nove estados da federação e em outros 13 municípios, incluindo capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. No Congresso, um dos projetos é o 2731/2015, que altera o Plano Nacional de Educação (PNE), vedando a discussão de gênero dentro das escolas. Hoje, o tema não é mencionado entre as metas, mas tampouco ...

    Leia mais
    Couple looking at blueprints.

    Sapiossexualidade : Quando a libido é estimulada pela admiração intelectual

    O prefixo da palavra tem origem do latim sapien, que significa inteligência. Inclusive temos uma palavra em nosso vocabulário que já podia dar noção do que se tratava, mas infelizmente nem é tão utilizada assim: sapiência. No Portal Raízes A sapiossexualidade é a atração sexual que uma pessoa sente pela inteligência , visão de mundo e toda a bagagem cultural de outra pessoa. É importante dizer que uma pessoa sapiossexual não se importa, portanto, com o gênero da pessoa pela qual ela está atraída. Ela sente atração pela inteligência e conhecimento que a pessoa tem, independente do sexo da pessoa. Isso não significa que todos os sapiossexuais repudiem beleza ou não achem seus parceiros bonitos. A atração vem da inteligência, o que não elimina outros aspectos da pessoa. A terminologia foi supostamente criada por Darren Stalder, que afirma ter inventado a expressão em 1998. O termo só pegou mesmo, no entanto, a partir ...

    Leia mais
    jean

    Jean Wyllys critica a ‘farsa da ideologia de gênero’

    Para o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ‘"Ideologia de gênero" é a expressão cunhada por fundamentalistas religiosos para deturpar o debate acerca de equidade e identidade de gênero e, assim, enfraquecer a luta por direitos das pessoas transexuais e das mulheres em geral’; ele defende seu projeto em debate na Câmara, que tem como objetivo reconhecer a identidade de gênero como um direito No Brasil 247 Para o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ‘"Ideologia de gênero" é a expressão cunhada por fundamentalistas religiosos para deturpar o debate acerca de equidade e identidade de gênero e, assim, enfraquecer a luta por direitos das pessoas transexuais e das mulheres em geral’. Ele defende seu projeto em debate na Câmara, que tem como objetivo reconhecer a identidade de gênero como um direito. Leia abaixo o artigo do deputado sobre o assunto: A farsa da "ideologia de gênero" Há situações em que os esforços ...

    Leia mais
    Vamos debater questões de gênero?

    Vamos debater questões de gênero?

    Em Araguaína (TO) um vereador marcou "uma conversa" sobre ideologia de gênero e a "desconstrução do conceito de família tradicional". Gostaria de iniciar este texto com uma afirmação: Até hoje, não vi uma pessoa falando contra a "ideologia" de gênero que conseguisse trazer um conceito adequado sobre gênero. Um dia eu vi uma pessoa dizendo que essa teoria instigaria a criança se tornar homossexual. por Roberto Dalmo do Brasil Post Outra vez ouvi pessoas falando que eram contra a "ideologia" de gênero porque as crianças passariam a frequentar o mesmo banheiro e outras questões que seriam cômicas, se não fosse desrespeitoso rir dessa desinformação. Uma desinformação que mata. Desinformação que mantém a população sem a capacidade de se indignar com algumas questões e vou dar alguns exemplos. A incapacidade do povo enfrentar o machismo de maneira simbólica ou até mesmo de forma mais explícita quando, por exemplo, deixam de empregar ...

    Leia mais

    PT pode punir Luiz Marinho por ‘ideologia de gênero’

    Em um vídeo na internet, prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, disse que sempre foi "totalmente contrário" à ideia de se debater orientação sexual nas escolas por ser "um grande defensor da família, em especial das nossas crianças"; ele inclusive mandará novo projeto de lei à Câmara Municipal, já que os vereadores só vetaram a "ideologia de gênero" nas escolas municipais; setores que criticam o prefeito, ligados à ala LGBT e às mulheres, dizem que, ao usar a expressão "ideologia de gênero", Marinho usou "termo deturpado por setores religiosos e conservadores" No Brasil 247 Movimentos sociais do PT querem a punição do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, por querer impedir a discussão sobre orientação sexual nas escolas municipais, estaduais e particulares da cidade. Dizem que ele viola o estatuto do partido, que defende o combate às "manifestações de discriminação", segundo a colunista Mônica Bergamo. Em um vídeo na internet, Marinho disse que ...

    Leia mais

    Projeto de lei prevê prisão de docente que falar sobre “ideologia de gênero”

    Atualmente, tramitam no Congresso Nacional ao menos cinco projetos de lei que têm como objetivo interferir diretamente nos conteúdos abordados nas salas de aula, evitando a “doutrinação política e ideológica”. Na esteira dos debates sobre gênero e sexualidade, presentes nas elaborações dos Planos Municipais de Educação, alguns dos projetos também propõem coibir o ensino, nas escolas, daquilo que chamam de “ideologia de gênero”e outras formas de “ameaças à família”. Por Caio Zinet Do Educação Integral De acordo com Fernando Penna, professor-adjunto da Faculdade da Educação da Universidade Federal Fluminense, projetos de lei  com esses teores tramitam em assembleias legislativas de pelo menos nove estados da federação e em outros 13 municípios, incluindo capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. No Congresso, um dos projetos é o 2731/2015, que altera o Plano Nacional de Educação (PNE), vedando a discussão de gênero dentro das escolas. Hoje, o tema não é mencionado entre as metas, mas ...

    Leia mais

    Gênero e municípios brasileiros: quem está à frente da gestão?

    No próximo ano, haverá as eleições para a prefeitos/as e vereadores/as. Ao todo, serão 5.570 municípios para elegerem seus representantes. Além de todas as questões relativas à gestão municipal que poderiam ser trazidas à tona, é importante refletir sobre as questões de gênero que podem ou não ter influência sobre as linhas gerais da atuação de prefeitos e prefeitas pelos quatro anos seguintes. Para tanto, um olhar sobre os dados pode ser revelador. Neste artigo, utilizamos oPerfil dos Municípios Brasileiros (IBGE, 2014). Por Adriano Senkevics Do Ensaios de Genero Em texto anterior, discutimos os resultados das eleições de 2014 em termos de gênero, em que concluímos que houve um leve aumento da presença feminina na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, os quais contêm, hoje, 9,9% e 14,8% de mulheres entre os seus parlamentares, respectivamente. Porém, em um país com as dimensões continentais como o nosso, o campo da política ...

    Leia mais

    Sobre o natimorto Comitê de Gênero

    Há duas semanas, o Ministério da Educação (MEC), por meio da Portaria nº 916, de 9 de setembro de 2015, instituiu o Comitê de Gênero, de caráter consultivo, que contaria com representantes das secretarias do MEC e de outros órgãos para auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas que promovessem os direitos relacionados à questão de gênero, assim como o enfrentamento das diversas formas de preconceito, discriminação e violência. O que parecia ser um aceno progressista, logo se mostrou uma miragem. Trata-se de mais uma prova de que as disputas em torno de gênero continuam vivíssimas. Por Adriano Senkevics, do Ensaios de Gênero Desde que a bancada fundamentalista começou a ganhar mais espaço no Congresso Nacional, inúmeros retrocessos têm sido postos em cena. Entre eles, vale destacar o Estatuto da Família, a tentativa de proibir o aborto nos casos de estupro, a derrota do programa Brasil sem Homofobia e o arquivamento do PLC ...

    Leia mais

    Nós dizemos desconstrução, sempre!

    A maneira de Nós dizemos revolução!*, eu queria ter a força da letra, da escrit(ur)a, de Beatriz — e lembremos que agora Paul — Preciado para escrever esse texto. Porque parece que semelhante aos gurus da velha Europa, os setores religiosos conservadores brasileiros (se é que não são parte mesmo desses gurus) estão obstinadamente concentrados em dizer que nós não poderemos fazer a revolução. No entanto, enquanto os primeiros afirmam que é em razão de não haver ideologia, os nossos afirmam que é porque nós temos sim uma ideologia, uma ideologia abjeta: “ideologia de gênero”, “teorias de gênero”. Mas, é claro, de uma forma ou de outra, eles também dizem ideologia como nossas mães dizem “meu marido”. Os nossos “irmãos” querem nossa ideologia fora, porque ela é fora da lei, porque ela não é do gênero (genre) de Deus. Assim, nossos “religiosos políticos” (ou “políticos religiosos”?) resolveram retirar o termo ...

    Leia mais

    Sapiossexualidade: ser inteligente é o mais novo fator de atração sexual

    Isso já deve ter acontecido com você: não achar alguém atraente de imediato, mas depois que ela abre a boca e você descobre o quão boa de papo ela é… Fica muito mais interessante! Por Natasha Romanzoti, do Hypescience Agora tem uma palavra que pode descrever isso: sapiossexualidade. Esse termo relativamente novo se refere a ser sexualmente atraído à inteligência. Se você está pensando: então isso se refere a maioria das pessoas, não? Afinal, quem gosta de gente burra? Bom, a ideia não é bem essa. O sapiossexualidade vai além de achar inteligência sexy. Sapiossexuais não apenas pensam que a esperteza é atraente; elas a ligam diretamente à atração carnal. Embora essa palavra não seja tão comum no vocabulário cotidiano, é uma definição de orientação sexual como “heterossexual,” “homossexual” ou “bissexual”. A terminologia foi supostamente criada por Darren Stalder, que afirma ter inventado a expressão em 1998. O termo só pegou mesmo, ...

    Leia mais
    “Ideologia de gênero”: a emergência de uma teoria religiosa sobre os riscos da democracia sexual

    “Ideologia de gênero”: a emergência de uma teoria religiosa sobre os riscos da democracia sexual

    Não estamos mais em uma Era de caça às bruxas e nem de queima de livros. Isso significa que temos que conviver com a existência de livros controversos. Há os que consideram os livros que eu e outros acadêmicos estudamos como perigosos. De minha parte, também diria que há no mercado editorial livros que apresentam riscos, pois levo a sério o potencial das palavras no agenciamento da vida. Palavras podem ajudar a viver, mas palavras também podem destruir a vida. Graças ao processo histórico de secularização, emergiram princípios éticos na regulação da vida em sociedade, tais como a liberdade de consciência e de expressão, direitos fundamentais relacionados diretamente à dignidade humana. Portanto, não mais se queimam livros (e sequer pessoas em praça pública), o que não impediu a instauração de inquérito civil, por parte do Ministério Público, sobre o livro A estratégia – o plano dos homossexuais para transformar a ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist