terça-feira, agosto 4, 2020

    Tag: Que horas ela volta

    blank

    “‘Que Horas Ela Volta?’ silencia sobre racismo e os privilégios da branquitude”

    À convite do “Metrópoles”, a doutoranda da Universidade de Brasília, Marjorie Nogueira Chaves, escreveu considerações sobre um dos principais filmes brasileiros de 2015 Por Maíra de Deus Brito Do Metrópoles   “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, foi o filme brasileiro com uma das bilheterias mais expressivas de 2015. O sucesso e a importância do longa-metragem são inegáveis, porém, artistas e acadêmicos, entre outras classes, sentiram a ausência do recorte racial na obra. No último dia do Mês da Consciência Negra, o Metrópoles convida a doutoranda em Política Social pela Universidade de Brasília e Mestra em História pela mesma instituição, Marjorie Nogueira Chaves, para algumas considerações sobre o filme. Longe de ser uma análise fílmica com base em teorias do cinema, a ideia desse texto é chamar a atenção para uma discussão pretensamente ausente no filme “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert: as relações raciais que permeiam o trabalho doméstico no Brasil. ...

    Leia mais
    blank

    Afinal, o que leva os Brancos adorarem Que horas ela volta?

    Que Horas Ela Volta está sendo um dos filmes mais comentados do momento sem dúvidas, textos sobre ele já saíram em todos os veículos nacionais desde jornais até pequenos blogs, e o que mais me espanta nisso tudo é que essas críticas e conclusões em sua maioria foram escritas por pessoas brancas de uma classe social que se assemelha mais a dos patrões do filme, do que as empregadas protagonistas. Não séria no mínimo incoerente esse posicionamento, de se colocar num lugar distante daquela crítica? Por Stephanie Ribeiro Do Imprensa Feminista É, mas estamos falando de um país onde os privilegiados são totalmente sem limites. Acho que no fundo tudo só se torna pior, quando eu após assistir “Que Horas Ela Volta” entendi o porquê desta euforia toda. O filme deixa evidente a questão de diferença de classe social, ou seja, ele pauta a luta de classes e pessoas brancas brasileiras principalmente as ...

    Leia mais
    blank

    Que horas ela volta?: Com medo de Jéssica

    Há quem ache Jéssica arrogante e há quem ache maravilhosa. Dependendo do que você acha da Jéssica fica claro em quem você vota. Por Léa Maria Aarão Reis*, do Carta Maior O filme de Anna Muylaert mobiliza e provoca furor. Até a semana passada, 250 mil espectadores assistiram a saga da doméstica Val e da sua filha Jéssica.  Oitenta mil deles apenas num fim de semana. Isto faz Que Horas Ela Volta?  aprumar-se para chegar perto da bilheteria dos blockbusters americanos feitos de boçalidade e de músculos. Escolhido para representar o Brasil na competição de Oscar de melhor filme estrangeiro da edição de 2016, sua carreira reafirma o trabalho da cineasta paulista como autora de bons filmes: o premiado Durval Discos, É proibido fumar, Chamada a cobrar e, sobretudo, como corroteirista do excelente O ano em que meus pais saíram de férias, de Cao Hamburguer. Qual a explicação para o sucesso, ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist