segunda-feira, julho 6, 2020

    Tag: Uganda

    Refugiados LGBT de Uganda e outros países da África se protegem em campo no Quênia — Foto: Thomson Reuters Foundation/Reuters

    Uganda desiste de aplicar pena de morte para homossexuais

    Governo não vai mais propor ao Parlamento esse tipo de punição após pressão de doadores estrangeiros ao país. No G1 Refugiados LGBT de Uganda e outros países da África se protegem em campo no Quênia (Foto: Thomson Reuters Foundation/Reuters) Uganda não vai mais impor pena de morte para quem praticar relações homossexuais, anunciou um porta-voz da Presidência nesta segunda-feira (14) à agência Reuters. O governo do país africano anunciou na quinta-feira passada a intenção de apresentar ao Parlamento proposta para restabelecer a pena de morte para homossexuais. No entanto, o projeto recebeu críticas pelo mundo – inclusive de empresas que doam para Uganda. "Não há planos do governo de introduzir uma lei como essa", disse à Reuters o porta-voz da Presidência Don Wanyama. Ainda assim, Uganda ainda pune relações homossexuais com prisão perpétua – uma lei que remonta à época da colonização britânica do país. Brunei ...

    Leia mais
    blank

    Mais uma tragédia no esporte: O que sabemos sobre o naufrágio com o time de Uganda

    Pelo menos 30 jogadores de um time de Uganda morreram depois que um barco que carregava atletas e torcedores afundou no lago Albert, em Uganda. Segundo a BBC, o barco estava superlotado e afundou após muitos passageiros irem para o mesmo lado da embarcação. Pelo menos 45 pessoas estavam a bordo. Fonte: Huffpost Brasil 9 people have died & 21 others missing after a boat they were traveling in capsized in Lake Albert, Daily Monitor reports #NBSUpdates pic.twitter.com/jPa4uZCl3S — NBS Television (@nbstv) 26 de dezembro de 2016 De acordo com relatos, pelo menos 15 pessoas foram resgatadas com vida da cena do acidente. Segundo a agência de notícias AFP, no momento do acidente o clima no barco era de festa, afirmou o comandante da polícia, John Rutagira. Por conta do clima de celebração, a polícia também trabalha com a possibilidade de que alguns passageiros estivessem alcoolizados quando o barco virou, ...

    Leia mais
    (Foto: © Marijo Silva)

    Fotógrafa vai até Uganda retratar o único time de quadribol da África

    Quadribol, o esporte mais popular entre os bruxinhos de Hogwarts, ganhou muitos adeptos também no mundo real. Há mais de 300 times oficiais espalhados pelo mundo, além de diversas competições oficiais, como o Campeonato Europeu e até uma Copa do Mundo. E na África há apenas uma equipe de Quadribol, o Team Uganda, fundado em 2013 por John Ssentamu, que se encantou com o esporte após ler o livro de Harry Potter. Ao pesquisar mais sobre o assunto, descobriu da existência do esporte no mundo real e decidiu criar a equipe. Este ano, o sonho de jogar na Copa do Mundo quase se tornou realidade, após conseguirem arrecadar mais de 10 mil dólares através de uma campanha de financiamento coletivo. Mas por questões burocráticas, a equipe não conseguiu embarcar para a Alemanha, onde o campeonato aconteceu. E Marijo Silva, fotógrafa baseada em Estocolmo, foi até a África para acompanhar a ...

    Leia mais
    blank

    Uganda tem parada um ano após queda de lei que previa prisão perpétua de gays

    Um ano após a revogação da lei que previa a prisão de perpétua de homossexuais, ativistas realizaram neste sábado uma parada gay em Uganda, na África. Do BBC  Os participantes dançaram, cantaram e hastearam bandeiras de arco-íris, símbolo do movimento LGBT, em um espaço nos arredores da capital Kampala. O evento foi o ponto alto de uma semana de comemorações. Um dos presentes afirmou esperar que a parada representasse um “passo adiante” no país. Em Uganda, boa parte da população ainda se opõe aos direitos dos gays, e a homossexualidade ainda é motivo para prisão. A legislação que permitia condenar pessoas a prisão perpétua por “homossexualidade agravada” e bania a “promoção da homossexualidade” foi anulada pela Suprema Corte do país no ano passado. Apesar da realização da parada, Uganda ainda prevê a prisão de homossexuais “A parada é para mostrar a toda a sociedade que violência, ...

    Leia mais
    O custo da homofobia para o desenvolvimento

    O custo da homofobia para o desenvolvimento

    A proteção legal aos coletivos homossexuais é também uma questão econômica Existen vínculos entre a pobreza e a homofobia em países que condenam estas relações ADEBISI ALIMI Sendo um homossexual que vivia na Nigéria, meu maior desafio foi ter que escolher entre minha sexualidade e meu trabalho. Em 2004, estava iniciando minha carreira como ator. Acabava de sair da universidade e me dera um papel em Rosas e espinhos, uma telenovela de máxima audiência na Galaxy Television, uma das redes mais populares do país. Meu personagem era Ricardo, o filho único de uma família rica que mantinha uma relação com a empregada da casa. Foi então que começaram a circular rumores sobre minha vida privada, por isso decidi que era hora de falar a verdade. Para isso, aceitei ir ao programa de entrevistas mais popular da Nigéria e falar sobre minha sexualidade. Quase imediatamente, meu personagem foi eliminado da série. E, junto ...

    Leia mais
    blank

    EUA tomarão medidas contra Uganda por lei contra gays

    Anúncio da Casa Branca, esperado para mais tarde nesta quinta (19), deve estabelecer punições a aqueles que implementarem a lei, assinada pelo presidente Yoweri Museveni em fevereiro; presidente Barack Obama alertou Museveni na época de que a lei complicaria as relações entre os dois países; desde então, os Estados Unidos estão revisando seus empréstimos e financiamentos a Uganda, enquanto pressionam o governo de Museveni para revogar a lei WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos devem anunciar mais medidas contra Uganda em resposta à lei que impõe duras penas a homossexuais, afirmaram autoridades governamentais nesta quinta-feira. O anúncio da Casa Branca, esperado para mais tarde nesta quinta-feira, deve estabelecer punições a aqueles que implementarem a lei, assinada pelo presidente Yoweri Museveni em fevereiro, disseram autoridades à Reuters. O presidente Barack Obama alertou Museveni na época de que a lei complicaria as relações entre os dois países. Desde então, os Estados Unidos estão ...

    Leia mais
    iStockphoto

    Africa: Riquezas e Glórias, a história que ninguém contou

    Reinos Africanos iStockphoto África Antiga Africa: Riquezas e Glórias - A história que ninguém contou. A região da África Oriental, dos reinos da Núbia, Etiópia e posteriormente Burundi e Uganda, sofreram grande influência religiosa em seu processo de organização cultural e espacial. Conflitos religiosos entre mulçumanos e cristãos foram decisivos para a nova organização desses reinos, a exemplo do Antigo Egito, que teve que se consolidar como Estado mulçumano entre duas potências cristãs – Bizâncio e Dongola. O resultado desses conflitos foi à conquista de Dongola em 1323 pelos mulçumanos, e a tomada gradativa do controle da Núbia em 1504, o que daria um golpe de misericórdia nos reinos cristãos da região.Nos casos da Núbia e da Etiópia, além dos conflitos religiosos existentes, o comércio principalmente com o Egito, foi outra atividade que influenciou diretamente, servindo como estímulo para a criação destes Estados. Esta atividade comercial se ...

    Leia mais
    Uganda_delivery_3

    Vitoria!!! Nós Ganhamos…Pena de morte para gays em Uganda – Nós ganhamos!!

    A lei homofóbica de Uganda caiu! Parecia que seria aprovada na semana passada, mas depois da petição com 1,6 milhão de assinaturas entregue ao parlamento, das dezenas de milhares de chamadas telefônicas para nossos governos, das centenas de reportagens na mídia sobre nossa campanha e de uma manifestação global massiva, os políticos ugandenses desistiram da lei! Estava prestes a ser aprovada -- extremistas religiosos tentaram aprovar a lei na quarta-feira, e então concordaram com uma sessão de emergência sem precedentes na sexta-feira. Mas a cada vez, no espaço de algumas horas, nós reagimos. Um enorme parabéns a todo mundo que assinou, ligou, encaminhou e doou para essa campanha -- com sua ajuda, milhares de pessoas inocentes na comunidade gay de Uganda não acordam nessa manhã enfrentando a execução apenas por causa de quem escolheram amar. Frank Mugisha, um corajoso líder da comunidade gay em Uganda, enviou-nos essa mensagem: "Corajosos ativistas ...

    Leia mais
    uganda300

    Ativista que processou jornal antigay é morto em Uganda

    Publicação foi acusada de ter incitado no ano passado o enforcamento de homossexuais no país, onde atos do tipo são crime.   A polícia de Uganda confirmou nesta quinta-feira o assassinato de um ativista gay que no ano passado processou um jornal local que incitou o enforcamento de homossexuais. David Kato, foi encontrado com ferimentos na cabeça em sua casa, na capital ugandense, Campala. A polícia disse que ainda está investigando as circunstâncias e não confirmou se o crime foi motivado pelo fato da vítima ser homossexual. O jornal processado, o Rolling Stone, publicou no ano passado as fotos de várias pessoas, inclusive Kato, que dizia serem gays sob o título 'Enforque-os'. Atos homossexuais são considerados ilegais em Uganda, com pena prevista de até 14 anos na prisão. Um deputado recentemente apresentou um projeto para tornar a punição mais severa, incluindo a pena de morte em alguns casos. Kato havia ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist