terça-feira, agosto 4, 2020

    Tag: YouTube

    Nathália revela, com toque de humor, que a primeira pessoa a inspirá-la a não gastar menos do que ganha foi Julius, personagem da série americana Todo Mundo Odeia o Chris. (Foto: Divulgação/Acervo Pessoal)

    Nath finanças e o escárnio dos privilegiados: Por que uma jovem mulher negra falando sobre finanças incomoda tanto?

    Crise internacional, Brasil em clima de ansiedade pelos passos do governo federal e lógico, o racismo não dando descanso para ninguém. Nath Rodrigues do Rio de Janeiro, está no sétimo período da Faculdade de Administração e utiliza suas redes sociais como espaço para compartilhar informações sobre finanças e meios de sobrevivência nessa sociedade capitalista para pessoas de baixa renda.  No seu canal no Youtube, Nath Finanças, ela compartilha informações sobre educação financeira, dicas sobre bancos e como não se endividar. Algo de grande importância dentro de um contexto que as crianças, adolescentes e jovens pobres, na sua grande maioria negros, não possuem nenhum acesso à educação financeira.  Por Ícaro Jorge, enviado para o Portal Geledés  (Foto: Divulgação/Acervo Pessoal) Em meio a tantos incômodos de uma política de Coachs, propagandas sobre “como ganhar o primeiro milhão” –  vale lembrar da “Betina” – algumas pessoas se incomodaram com o ...

    Leia mais
    Nathália revela, com toque de humor, que a primeira pessoa a inspirá-la a não gastar menos do que ganha foi Julius, personagem da série americana Todo Mundo Odeia o Chris. (Foto: Divulgação/Acervo Pessoal)

    “Meu trabalho é sobre a possibilidade de ter saúde financeira ganhando um salário mínimo”, afirma criadora do Finanças com a Nath

    Nathália Rodrigues, criadora de conteúdo e estudante de administração, fala sobre educação financeira, acessibilidade do conteúdo e dá dicas de como controlar o dinheiro Por CATALINA LEITE, do O POVO Nathália revela, com toque de humor, que a primeira pessoa a inspirá-la a não gastar menos do que ganha foi Julius, personagem da série americana Todo Mundo Odeia o Chris. (Foto: Divulgação/Acervo Pessoal) Nathália Rodrigues tem 21 anos e 36,7 mil inscritos no canal do YouTube Finanças com a Nath. No sétimo período da faculdade de Administração e estagiária no departamento financeiro de uma empresa, a universitária fala sobre economia para um público muitas vezes renegado no assunto: aqueles que ganham salário mínimo ou estão desempregados. “Em janeiro de 2019, eu criei o projeto de ensinar tudo que aprendo na faculdade de maneira acessível. Eu via canais falando sobre educação financeira, mas de um jeito que ...

    Leia mais
    O YouTube anunciou que vai proibir vídeos que promovam, ou glorifiquem, o racismo e a discriminação - AFP

    YouTube proibirá vídeos que promovam racismo e discriminação racismo e discriminação

    O YouTube anunciou nesta quarta-feira (5) que vai proibir vídeos que promovam, ou glorifiquem, o racismo e a discriminação, bem como aqueles que neguem eventos documentados, como o Holocausto, ou o massacre na escola de Sandy Hook. Do IstoÉ  O YouTube anunciou que vai proibir vídeos que promovam, ou glorifiquem, o racismo e a discriminação - AFP O anúncio da plataforma de vídeos do Google faz parte de uma série de ações do setor para filtrar conteúdos de ódio, ou violentos, que fizeram soar os alertas e pedidos por maior regulamentação. “Hoje estamos dando um novo passo em nossa política contra o discurso de ódio, proibindo de forma específica os vídeos que aleguem que um grupo é superior para justificar a discriminação, segregação, ou exclusão baseada na idade, gênero, raça, casta, religião, ou orientação sexual”, afirmou o YouTube em seu blog. A norma entra em vigor ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres negras conquistam lugar de fala na internet, no rádio e no audiovisual

    "Não quero saber de outra no nosso lugar de fala. Mulher preta no poder pra poder poder". O verso é da música "Lugar de fala", do cantor e compositor Mombaça, mas poderia ser o reflexo da posição que mulheres negras estão ocupando. Seja na internet, na rádio ou na produção audiovisual do país, elas estão sendo vistas, ouvidas e lidas. E por pessoas de qualquer gênero ou cor. Por Cíntia Cruz, do Extra  As historiadoras Lourence Alves, Angélica Ferrarez, Fernanda Thomaz e Raquel Barreto integram o Rodadas Negras Foto: Marina.S.Alves / Divulgação — É importante o fortalecimento do protagonismo negro, da representatividade, de ideias e saberes do povo negro, mas para falar a uma comunidade muito maior, para falar à sociedade. É importante ampliar esse debate de “lugar de mulher é onde ela quiser”. Lugar da população negra é onde ela quiser — destaca a historiadora Angélica Ferrarez, que integra, com ...

    Leia mais
    Foto: YouTube

    YouTube vai investir US$ 5 milhões em programa contra ódio e racismo

    O YouTube anunciou um novo plano de investimento para o programa Creators for Change. A plataforma pretende investir US$ 5 milhões em um trabalho de luta contra o ódio e a promoção à tolerância na internet. Caso você não saiba, o Creators for Change é um programa de 2016 que une 39 youtubers em torno de assuntos relevantes para o mundo. Do GamesArea Foto: YouTube Alguns dos principais pontos trabalhados pelo Creators for Change incluem: xenofobia, bullying, brutalidade policial e racismo. Já os US$ 5 milhões serão revertidos em custos de produção e marketing para os youtubers relacionados.   Não é só o investimento momentâneo: o YouTube também anunciou que está expandindo o programa e pretende trazer mais criadores de conteúdo em 2018. Todos os participantes do Creators for Change serão anunciados nos próximos meses. Foto: YouTube   Fonte: Youtube

    Leia mais

    Conheça youtubers que debatem temas importantes para as mulheres negras

    Vlogueiras ganham notoriedade e representatividade ao lidar com temáticas importantes mesclando bom humor e informação Por  Adriana Izel, do Correio Braziliense Gabi Oliveira, do canal DePretas, retrata o cotidiano das mulheres negras com linguagem mais simplificada e muito bom humor Tratar algo com humor não é necessariamente fazer piada. Pode ser a capacidade de discutir de forma descontraída. Essa tem sido uma ferramenta usada por muitas youtubers para tratar de assuntos sérios ligados à militância negra, como forma de atingir um público maior garantindo representatividade e empoderamento. “Sempre que possível, trato os assuntos com bom humor, até porque, acredito que temas que contribuem para uma melhora da sociedade não necessariamente precisam ser tratados de forma pesada e impositiva”, defende Gabi Oliveira, responsável pelo canal DePretas. O canal foi criado por Gabi Oliveira em 2015 por uma necessidade da jovem em compartilhar o conhecimento adquirido durante a experiência ...

    Leia mais
    blank

    ONU Mulheres lança ação digital com youtubers negras para combater o racismo

    O Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, marcado em 21 de março, ganhou o apoio de youtubers negras brasileiras que uniram suas vozes contra o racismo. A ação digital Youtubers Negras na Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024) é uma parceria da ONU Mulheres Brasil com a Articulação de ONGs de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB). O objetivo é mostrar o que deve ser feito na Década Internacional de Afrodescendentes na visão das jovens produtoras de conteúdo. Do Blog o os Fero Proclamada em 2015 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Década Afro propõe avanços para a proteção dos direitos da população negra no mundo sob o lema “Povos afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”. A iniciativa é uma continuidade dos compromissos firmados pelos Estados-Membros da ONU com o Plano de Ação de Durban, documento da 3ª Conferência Mundial contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e Intolerâncias Correlatas, de ...

    Leia mais
    blank

    YouTube está censurando vídeos de Lady Gaga e de todos os canais LGBTs do mundo

    Eu produzo conteúdo pra internet, começando aqui no Superpride, desde 2008 e nunca pensei que passaria por uma coisa dessas. Na semana passada, o YouTube implementou uma nova política de restrição de vídeos que está afetando todas as pessoas que publicarem conteúdo LGBT na sua plataforma, como o Põe na Roda faz. A partir de agora, os vídeos que abordarem essa temática, são automaticamente colocados em Modo Restrito no site. por Nelson Sheep, do Superpride Pra quem não sabe, esse tal de “modo restrito” era uma ferramenta usada, até a semana passada, para impedir a visualização de vídeos considerados potencialmente ofensivos ou sensíveis demais, mas que ao mesmo tempo não infringiam os termos de serviço do Google para serem removidos. Inicialmente, ela foi criada para que pais pudessem escolher o que seus filhos podem ver na na rede. Agora, repito, o YouTube está dizendo que todo e qualquer conteúdo LGBT é potencialmente ofensivo, independentemente do assunto tratado. Assim, sem ...

    Leia mais
    blank

    Projeto do YouTube mostrou que é importante valorizar a produção de youtubers negros

    Neste mês da Consciência Negra, o Youtube organizou uma semana de encontro entre youtubers negros para debater a produção de conteúdo desses criadores. Por Natália Sena para o Portal Geledés  O projeto YouTube Negro foi uma iniciativa do Youtube Space SP, justamente para valorizar a produção de youtubers negros  como Ana Paula Xongani, Xan Ravelli, Gabi Oliveira,  Joyce Gervaes ,Tati Sacramento, Muro Pequeno, Magá Moura, Tássia Reis, Egnalda Côrtes , PH Côrtes e a diva  Elza Soares. A youtuber Nataly Neri, deu uma palavrinha para o Portal Geledés e falou como foi a experiência de  ter seu canal como emissor desse projeto. Confira: PG: Como surgiu a ideia de divulgação de YouTubers negros no mês da consciência negra? Nesse ano tivemos vários projetos de afirmação. O primeiro deles foi um projeto de mulheres criadoras do qual eu participei  e que buscou mulheres que falavam de diversas coisas no YouTube, para ...

    Leia mais
    blank

    Enegrecendo o YouTube: fazendo o que a TV nunca fez

    A televisão está perdendo cada vez mais espaço para Internet e para nós negros isso pode ser uma grande oportunidade de reverter a ausência da diversidade em veículos de comunicação que ainda persiste em pleno século XXI. Vivemos num pais negro, e apesar dos desinformados de plantão insistirem, não somos a minoria. A mídia nacional – e tradicional – está concentrada nas mãos (alvas) de pessoas que construíram a imagem do Brasil como o que eles gostariam que fossem, se inspirando em países de maioria branca, por racismo ou complexo de inferioridade ou os dois. Com 65 anos, a TV brasileira ainda não reflete a sua população e seus maiores consumidores. Por Silvia Nascimento no Mundo Negro Globo ironizando as críticas à sua programação excessivamente branca A preguiça intelectual e limitação cultural (daqueles grupo que acha que somos minorias), não vê o enegrecimento da mídia, como bonito. Associa a negritude à pobreza, ...

    Leia mais
    blank

    Jovem cria canal no Youtube para contar histórias de heróis negros brasileiros

    Pedro Henrique tem 13 anos e vive na Zona Leste de São Paulo Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação Machado de Assis, Zumbi dos Palmares, Besouro do Mangangá. Cada dia de pesquisa sobre heróis negros do passado representa uma nova descoberta para o estudante Pedro Henrique Côrtes, de 13 anos. Morador da Zona Leste de São Paulo, o rapaz, negro, decidiu criar um canal no Youtube para compartilhar com outras pessoas a história e as lutas desses homens - que, para ele, não têm tanto destaque quanto deveriam. por Júlia Zaremba no Extra A ideia do projeto “Meus heróis negros brasileiros” surgiu após Pedro Henrique assistir à peça “O topo da montanha”, com Lázaro Ramos e Taís Araújo, em outubro. — Ele me pediu de Dia das Crianças um ingresso para a peça. Era o mais jovem da plateia. Foi muito emocionante. Saiu de lá transformado, e me pediu no dia ...

    Leia mais
    blank

    Jovem com ‘síndrome de puxar cabelos’ usa YouTube como terapia

    Uma britânica de 21 anos encontrou uma forma inusitada de fazer terapia. Em vez de sessões no divã, Rebecca Brown recorreu ao YouTube como forma de "tratamento" para um transtorno psicológico que sofre desde os 12 anos. Por meio de vídeos publicados desde 2007, a britânica revela sua batalha contra a tricotilomania, uma síndrome que leva as pessoas a arrancarem seus fios de cabelo. A jovem conta que se sentia sozinha e não imaginava que, como ela, milhões de pessoas sofriam da mesma sindrome. "Acho que se o YouTube não existisse eu hoje não teria tanta autoconfiança." Rebecca tem 200 mil seguidores nos seus canais no YouTube e seus vídeos já foram vistos mais de 5 milhões de vezes. O sucesso foi tanto que ela hoje virou conselheira de muitos que sofrem da síndrome. "Às vezes é sufocante", diz Rebecca. "Algumas pessoas não conseguem conversar com os pais ou amigos, ...

    Leia mais
    blank

    Google e justiça do Rio tiram do ar o preconceito e intolerância contra religiões de origem africana e garantem a liberdade de culto

    por Clara Caldeira Na última sexta, 27, o Google tirou do ar 15 vídeos do Youtube que ofendiam, disseminavam preconceito, intolerância e discriminação contra religiões de origem africana. A decisão partiu do Tribunal Regional Federal do Rio (TRF2). O desembargador federal Reis Friede afirmou que “a veiculação de vídeos potencialmente ofensivos e fomentadores do ódio, da discriminação e da intolerância contra religiões de matrizes africanas não corresponde ao legítimo exercício do direito à liberdade de expressão”. A Procuradoria Regional da República também entrou com recurso no tribunal para que o Google armazene data, hora, local e número do IP dos usuários responsáveis pela divulgação dos vídeos. O objetivo é que no futuro as informações possam ser utilizadas em investigações de casos semelhantes a esse. O caso tomou proporções ainda maiores devido a um incêndio num barracão de candomblé em Duque de Caxias no mesmo dia da divulgação da remoção dos conteúdos. ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist