terça-feira, novembro 24, 2020

    Tag: Zumbi dos Palmares

    Noite para Dandara e Zumbi

    Em celebração ao dia 20 de novembro, no Torto MpBar (Santos/SP): “Noite para Dandara e Zumbi”, presença da Equipe Futuráfrica, Wylmar Santos e Preta-Rara Por Dayane Rodrigues via Guest Post para o Portal Geledés Uma festa para celebrar! O dia 20 de novembro é uma data significativa para a luta contra o racismo no Brasil. Trata-se do Dia da Consciência Negra, em menção à data de morte de Zumbi, líder do Quilombo de Palmares, que não estava sozinho, mesmo quando a história se esforça para apagá-la, Dandara, companheira de Zumbi, foi fundamental para a organização do grupo de quilombolas. Enfrentou o regime da escravidão pela liberdade de seu povo, com estratégias políticas de liderança. E em função disso, o Coletivo Futuráfrica, com o apoio da produtora cultural Dayane Rodrigues, realizará uma festa na próxima terça-feira, dia 17 de novembro, às 22h, no Torto Bar: “Noite para Dandara e Zumbi”, com a estreia do músico ...

    Leia mais

    Zul + Zumbi – vida e obra de uma Mulher Negra chamada Zulmira

    Zul + – A certeza do recomeçar faz de Zulmira Gomes Leite uma artista singular, intuitiva e com sensibilidade a flor da pele. Descobrindo técnicas e vivenciando a sua realidade de mulher negra, brasileira, mãe e teóloga, Zulmira – cuja assinatura artística Zul + – cria telas fortes, ligando o seu imaginário à realidade. por Rosangela Malachias via Guest Post para o Portal Geledés Nascida em 3 de junho de 1937, filha de Maria Aparecida Gomes e de Benedito Evilásio Leite, Zulmirinha, como era chamada por sua mãe, Tida, desenvolve o gosto pelo desenho e passa a colecionar imagens, nem sempre compreensíveis para quem as via. Aos 24 anos casa-se com Antonio Malachias e tem dois filhos. Com o tempo, Zulmira passa a acompanhá-los nas reuniões do Ativismo Negro e participa, em 1989, do nascimento da entidade Nação Cercab – Centro de Estudos e Resgate da Cultura Afro-brasileira, criada na cidade ...

    Leia mais

    No Dia da Consciência Negra, organizações saem às ruas

    Entidades querem reformas estruturais para combater o racismo, defendem a desmilitarização da polícia e o direito de expressão das religiões de matriz africana Da Radioagência Brasil de Fato Em todo o Brasil, entidades e organizações do movimento negro saem às ruas nesta quinta-feira (20), Dia Nacional da Consciência Negra. A data celebra o legado de Zumbi do Palmares, símbolo da luta contra o racismo e por uma sociedade livre e igualitária. Após mais de 126 anos da abolição, negros no Brasil ainda enfrentam muitos obstáculos para a plena igualdade. Para o movimento negro, o racismo é estrutural e continua impregnado na sociedade brasileira, apesar das conquistas de importantes políticas públicas de inclusão e igualdade racial. O movimento denuncia o genocídio da juventude negra por forças policiais, as intervenções urbanas que isolam as periferias das grandes cidades e a pouca presença de negros nos espaços institucionais do Estado. A 11ª Marcha da ...

    Leia mais

    Como os bandeirantes paulistas destruíram o Quilombo dos Palmares e mataram Zumbi

    Em seu afã de continuar a escrever a história sob a ótica dos vencedores, autores de direita têm se notabilizado por divulgar que no Quilombo dos Palmares também havia negros escravizados. Uma “descoberta” que não chega nem a ser novidade: já aparece no clássico O Quilombo dos Palmares, de Edison Carneiro, publicado em 1947 (leia aqui). “Os escravos que, por sua própria indústria e valor, conseguiam chegar aos Palmares, eram considerados livres, mas os escravos raptados ou trazidos à força das vilas vizinhas continuavam escravos. Entretanto, tinham uma oportunidade de alcançar a alforria: bastava-lhes levar, para os mocambos dos Palmares, algum negro cativo”, diz o livro. por Cynara Menezes na Carta Capital Mas qual seria o interesse da direita em desmerecer os quilombos, especialmente Palmares, como sociedades em que os negros podiam ser livres do domínio branco, chefiados por si mesmos e com suas próprias regras e leis? A primeira intenção certamente ...

    Leia mais

    Campanha de combate ao racismo aborda o genocídio da juventude negra e as oportunidades de trabalho

    A campanha de combate ao racismo, que faz parte do Mês da Consciência Negra comemorado em novembro, tem uma temática a cada semana e nesta, o tema foi o genocídio da juventude negra e as oportunidades de trabalho. A campanha tem o apoio do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG). De 2002 a 2010, o país registrou 418.414 vítimas de violência letal – 65,1% delas (272.422 pessoas) eram negras. Os dados constam no “Mapa da Violência 2012 – A Cor dos Homicídios”, primeiro levantamento nacional sobre esse tipo de morte com recorte étnico, que foi realizado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir), pelo Centro Brasileiro de Estados Latino-Americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso). No mês de novembro, o dia 20 foi escolhido para a celebração do Dia da Consciência Negra por ser ...

    Leia mais

    Heróis da Resistência

    Dirigida por João das Neves, Trilogia Afrobrasileira estreia no Sesc Campo Limpo, com espetáculos que recriam a história de três heróis brasileiros sob o ponto de vista da cultura negra No, Sescsp Eles não têm cinto de utilidades, capa ou superpoderes, mas com o uso da coragem e da força de sua cultura, resistiram às injustiças de uma época em que ter pele negra representava condenação sem direito a julgamento.  Besouro Cordão de Ouro, Zumbi e Galanga, Chico Rei recriam a história de três heróis brasileiros em uma trilogia que representa a coroação ao trabalho recente do octogenário João das Neves, diretor das três peças que terão exibições gratuitas de 14 a 30 de novembro no Sesc Campo Limpo. As peças, frutos dos últimos 10 anos de pesquisa do diretor, mostram as contradições da sociedade, característica presente em seus trabalhos, e a estreita relação que tem com elementos da cultura ...

    Leia mais
    Plano de Aula - Zumbi dos Palmares e a resistência negra

    Saiba quais cidades vão ter feriado no Dia da Consciência Negra em 2014

    O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares. Ele foi o último líder do maior dos quilombos do período colonial, O Quilombo dos Palmares. do Portal EBC Comemorado há mais de 30 anos por ativistas do movimento negro, a data foi incluída em 2003 no calendário escolar nacional. Contudo, somente a Lei 12.519 de 2011 instituiu oficialmente o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. A data é feriado em mais de mil cidades brasileiras. A lista completa de 1.047 cidades brasileiras onde dia 20 de novembro é feriado ofical, com a respectiva lei que regulamenta a data,  pode ser conferida em levantamento realizado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). A lista abaixo poderá ser atualizada a partir da publicação ou revogação doss decretos que determinam o feriado.   Acre: no Acre, o 20 de novembro não é feriado oficial em nenhum município. ...

    Leia mais

    Escravos influentes sobre os quais os livros de História não falam

    Conheça alguns escravos que lutaram contra tudo e todos de sua época pelo seu direito à liberdade e igualdade por: Pietro Bottura Zumbi foi um escravo fugitivo que montou um dos maiores quilombos (“cidades” de escravos refugiados) conhecidos do Brasil, o dos Palmares. Deificado por sua força, resistência e perseverança, o líder brasileiro é um dos milhares de nomes de escravos que, contra os terríveis costumes da época e a mentalidade opressora, conseguiram lutar por seu direito de liberdade e levantar a bandeira da igualdade racial, até hoje pesada demais para tremular direito. Entretanto, se hoje em dia nossa sociedade é racista, classista, sexista e materialista como é, imagine há 4 séculos atrás, quando tomar crianças e matar vilarejos africanos inteiros era algo considerado “certo” diante da ética humana. Por isso, pode até parecer que o pessoal dessa lista fez pouca coisa, mas, sem eles, passos essenciais na caminhada contra ...

    Leia mais

    Auto-odio, ignorância? Dupla que pichou suástica na estátua de Zumbi pede desculpas

    Dois homens foram identificados após fotos postadas e exibidas no G1. 'Estudei pouco, não sabia o que era suástica', disse um dos pichadores. Os dois homens que picharam o monumento a Zumbi dos Palmares neste domingo (19) pediram desculpas à comunidade negra após prestarem depoimento na Cidade da Polícia, em Bonsucesso, Subúrbio do Rio, na tarde desta terça-feira (21). Eles disseram não saber o que a suástica representa, o que é nazismo – apenas têm conhecimento de que " mataram muita gente" – e que conhecem Zumbi dos Palmares "por ser um cara gente boa". "Estamos arrependidos, foi um lance de momento. A suástica no meio dos pichadores significa rebeldia. Eu estudei pouco, não sabia o que era suástica. É uma adrenalina, e sentir essa adrenalina é inexplicável. Mas queremos pedir desculpas à comunidade negra", disse o eletricista de automóveis Alessandro Nascimento, o "Demo", de 30 anos, que se ...

    Leia mais

    “Maridão e titio machucaram hoje o Zumbi dos Palmares”

    Suspeitos de pichar a estátua se apresentaram na Delegacia na tarde desta terça (21); eles ainda postaram fotos do monumento após o vandalismo no Facebook se “orgulhando” do feito A um mês do Dia da Consciência Negra, nesta segunda-feira (20), o monumento em homenagem a Zumbi dos Palmares foi pichado, entre outras marcas, com o símbolo do nazismo na testa da estátua, localizada no centro do Rio de Janeiro. Os dois suspeitos de pichar o monumento se apresentaram na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) na tarde desta terça-feira (21) no Jacarezinho, na zona norte. Eles prestaram depoimento e devem ser liberados, já que não houve flagrante. As equipes da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) foram acionadas e realizaram o serviço de remoção da pichação no início da tarde desta segunda. De acordo com matéria do G1, um dos suspeitos e sua suposta namorada postaram fotos da estátua após ...

    Leia mais

    Suástica na testa de Zumbi dos Palmares

    Na manhã desta segunda (20.10) a estátua em homenagem a Zumbi dos Palmares – que fica na Cidade Nova, centro do Rio de Janeiro – amanheceu pichada com uma suástica em sua testa. A homenagem a Zumbi, símbolo da luta contra a escravidão e o racismo, é monitorada diuturnamente por câmeras, e as autoridades anunciaram que o vídeo será analisado nesta terça (21). Venho dedicando um tempo deste blog a denunciar manifestações do fascismo no mundo. A disseminação do ódio ao diferente, a discriminação racial, sexual, de gênero, de condição social ou nacional têm crescido sensivelmente, e com o benefício da pouca atenção dada ao fenômeno pelo poder público das democracias do mundo. A suástica na testa de Zumbi é simbólica, pois daqui a um mês – exatamente no dia 20 de novembro – fará 319 anos do assassinato deste mártir da luta contra a escravidão. Nestes dias, cada vez mais o ideário ...

    Leia mais

    Alagoas: Escolas públicas vão participar do Dia da Consciência Negra

    Está confirmada a participação de 16 escolas públicas estaduais nas comemorações do dia 20 de novembro, dedicado à Consciência Negra, na Serra da Barriga, em União dos Palmares. A previsão é que 700 crianças participem das comemorações. A articulação é da Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos (Semcdh) que tem, todos os anos, sugerido a participação de estudantes como forma de divulgar Zumbí dos Palmares como um grande herói nacional, na luta pela liberdade. De acordo com a secretária de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Nadja Lessa, estes estudantes atuarão como multiplicadores da história em suas escolas. As programações já foram fechadas com povos de matriz africana, quilombolas e capoeiristas, como informou o gerente do Núcleo Afro Quilombola, Jordinelson Bandeira de Santana, e estão previstas apresentações culturais dessas comunidades nas festividades, além de momento de reflexão nas oferendas aos orixás na ...

    Leia mais

    A história do ódio no Brasil

    por Fred Di Giacomo “Achamos que somos um bando de gente pacífica cercados por pessoas violentas”. A frase que bem define o brasileiro e o ódio no qual estamos imersos é do historiador Leandro Karnal. A ideia de que nós, nossas famílias ou nossa cidade são um poço de civilidade em meio a um país bárbaro é comum no Brasil. O “mito do homem cordial”, costumeiramente mal interpretado, acabou virando o mito do “cidadão de bem amável e simpático”. Pena que isso seja uma mentira. “O homem cordial não pressupõe bondade, mas somente o predomínio dos comportamentos de aparência afetiva”, explica o sociólogo Antônio Cândido. O brasileiro se obriga a ser simpático com os colegas de trabalho, a receber bem a visita indesejada e a oferecer o pedaço do chocolate para o estranho no ônibus. Depois fala mal de todos pelas costas, muito educadamente. Olhemos o dicionário: cordial significa referente ou próprio ...

    Leia mais
    Foto: Marcus Steinmayer

    A Invenção de Zumbi – por Sueli Carneiro

    Bendito vidro moído nos bofes do Senhor bendita a lança, as balas de Zumbi, do Haiti (Sou duro de Oliveira da Silveira)   por Sueli Carneiro - Portal Geledés Sou de uma geração de crianças negras que cresceu ouvindo dizer que Zumbi era um fantasma sem beira nem eira, doido perambulando pelas encruzilhadas assombrando como alma penada. O nome de Zumbi sempre foi identificado, associado como negro à imagem do diabo, do pecado. Ao contrário da representação imagética ''dócil'' de Negrinho do Pastoreio ou mágico do mito mutilado (sem uma perna) Saci Pererê. O Aurelião já registra o Zumbi, chefe do Quilombo dos Palmares, assim como acrescenta ao verbete a idéia ''de fantasma segundo a crença afro- brasileira, vaga pela noite morta''. O significado negativo se institucionalizou não apenas graças aos dicionários, mas, principalmente, aos instrumentos educativos e meios de comunicação. O militante do Movimento Negro que tiver a oportunidade ...

    Leia mais
    Zumbi dos Palmares (Foto: Wikimedia Commons)

    2ª Cavalgada da Liberdade homenageia Zumbi dos Palmares

    O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participará neste domingo (17), a partir das 5h da manhã, da 2ª Cavalgada da Liberdade, que sairá da Serra da Barriga, no município alagoano de União dos Palmares. A cavalgada faz parte da programação oficial de comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro). Serão 54 km percorridos entre os municípios de União dos Palmares, Capela, Cajueiro e Viçosa. A caravana fará o mesmo trajeto da rota de fuga da maior e mais duradoura aldeia quilombola da história do Brasil: o Quilombo dos Palmares. A Cavalgada da Liberdade sairá às 5h de domingo, da estação ferroviária, no município de União dos Palmares; às 5h30, na Serra da Barriga, os cavaleiros farão uma homenagem ao herói Zumbi dos Palmares, com oração aos vaqueiros e declamação de poesia de Jorge Lima. O primeiro bate-sela se dará no povoado de Timbó, onde serão realizadas atividades ...

    Leia mais
    Arte: Romulo Arruda

    Plano de Aula – Consciência negra 2013

    Plano de Aula - Consciência negra 2013. As contribuições africanas para a formação e a constituição da sociedade brasileira fazem parte do imaginário coletivo nacional. Para compreender o que é o Brasil em suas raízes mais profundas, é fundamental a análise acurada das vertentes dessa numerosa contribuição em seus vieses cultural, social, afetivo, musical, literário, artístico, religioso e arquitetônico. É espantoso, porém, o modo como ainda persistem dúvidas, erros, controvérsias, preconceito e desconhecimento da história dos negros no Brasil quando se aborda o tema consciência negra na escola. Para mudar esse quadro, é preciso abandonar os velhos clichês e apresentar o tema de maneira mais propositiva, buscando o conhecimento e o reconhecimento das tradições afro-brasileiras. Só assim é possível dirimir as discrepâncias e a infâmia dos mais de três séculos de escravidão. Arte: Romulo Arruda Quando se fala nas artes, na música e na literatura, são muitos ...

    Leia mais
    Arte: Romulo Arruda

    Plano de Aula – Zumbi dos Palmares e a resistência negra

    Plano de Aula - Zumbi dos Palmares e a resistência negra. Identificar a vida e a luta de Zumbi dos Palmares; entender a organização dos quilombos e a situação dos negros foragidos; analisar a importância da figura de Zumbi na luta pela liberdade e sua atual ressignificação, como símbolo da consciência negra e luta contra o racismo. Arte: Romulo Arruda Conteúdos Brasil colônia; Escravidão e luta pela liberdade; Dia da Consciência Negra 7º, 8º e 9º Tempo estimado Quatro aulasMaterial Necessário: - Mapa da África; - Filme Amistad (EUA, 1997) dirigido por Steven Spielberg-Manuscrito de planta do quilombo de São Gonçalo-RJ (disponível aqui);-Planta do quilombo Buraco do Tatu-BA (disponível aqui ); - Constituição da República Federativa do Brasil (Art. 216, § 5º; Art. 68; Art. 5º, XLII) e a lei 10.639/2003. Desenvolvimento 1ª Aula Inicie a aula com uma exposição sobre a utilização do trabalho escravo no Brasil, as condições e a ...

    Leia mais
    Zumbi dos Palmares (Foto: Wikimedia Commons)

    História de Palmares ganha nova cronologia com análise de fontes originais

    Em 1678, o então rei dos Palmares firmou um acordo de paz com o governador de Pernambuco, a autoridade máxima sobre um território que englobava os atuais estados da Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, além de Pernambucano. A negociação durou alguns meses e envolveu intérpretes, envio de embaixadas, presentes e libertação de prisioneiros. De um lado, Ganazumba (ou Gangazumba), tio de Zumbi, séculos depois apontado como símbolo da resistência contra a escravidão; de outro, dom Pedro de Almeida, governador prestes a voltar para Portugal. Até agora pouco estudado e comentado pela historiografia, o episódio vem ganhando contornos mais definidos sob a luz de documentos originais, boa parte deles inéditos. O material, manuscrito, inclui cartas, despachos de conselheiros do regente português, crônicas e até rascunhos encontrados em Portugal pela historiadora Silvia Hunold Lara, professora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em pesquisa realizada no âmbito do Projeto Temático“Trabalhadores no Brasil: identidades, direitos e ...

    Leia mais
    O dia da Consciência Negra tem homenagens no monumento Zumbi dos Palmares (Foto: © Tomaz Silva/Agência Brasil)

    FCMS promove palestra ‘Personalidades Históricas Afrobrasileiras; do Império ao Século XX’

    Campo Grande (MS) – A Fundação de Cultura do governo do Estado por meio da Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim em parceria com o Instituto Luther King promove a palestra "Personalidades Históricas Afrobrasileiras; do Império ao Século XX" com o professor e historiador Carlos Versoza no próximo dia 6 de novembro (terça-feira) às 19h30 no Instituto Luther King. A palestra será em comemoração ao dia nacional da Consciência Negra celebrado em 20 de novembro. O dia nacional da Consciência Negra é comemorado e celebrado em várias partes do Brasil e faz alusão à morte de Zumbi dos Palmares, último e maior líder do histórico Quilombo de Palmares. O nome Palmares foi dado pelos portugueses, devido ao grande número de palmeiras encontradas na região da Serra da Barriga, ao sul da capitania de Pernambuco, hoje estado de Alagoas. O Quilombo de Palmares existiu por um período de quase cem anos, ...

    Leia mais
    Ano de 2012 – O medo sem causa

    Sérgio Martins – Zumbi dos Palmares e outros negros.

    Por: Sergio Martins Zumbi dos Palmares, hoje herói nacional, representa um marco de resistência e superação da ordem escravocrata em nosso país. Após a morte de "Ganga Zumba", rejeitando o chamado "o acordo de recife", Zumbi defende a manutenção da independência da Confederação de Quilombos colocando-se em confronto com o poder constituído pela garantia da autonomia e liberdade do povo dos quilombos. Até os nossos dias bebemos nas fontes da experiência de palmares, alimentando um sonho de um Brasil, que, há pouco tempo, inaugurou um projeto socioeconômico de inclusão, através do governo Lula. De tempo em tempos o país se arvora de movimentos e sujeitos políticos que ampliam os horizontes da cidadania reagindo a uma moldura que se remonta ao século XVII....., quando a corte portuguesa aporta em terras brasileiras, tendo como um dos primeiros atos legais a desocupação forçada das moradias da região central e arredores para acomodação dos seus. ...

    Leia mais
    Página 2 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist