Uefa abre investigações contra abusos racistas e homofóbicos nos jogos da Hungria na Euro

Enviado por / FonteGlobo Esporte

Jogadores da França, como Benzema e Mbappé, e Portugal, como Cristiano Ronaldo, teriam sido os principais alvos em Budapeste

A Uefa abriu uma investigação sobre “potenciais incidentes discriminatórios” que ocorreram em Budapeste durante os jogos da Hungria na Euro 2020 contra a França e Portugal.

Segundo a imprensa francesa, jogadores sofreram abusos racistas no empate de 1 a 1 no sábado, com o atacante Kylian Mbappé recebendo gritos de macaco quando estava com a bola. Karim Benzema, de raízes argelinas, também foi alvo de atos discriminatórios por parte dos torcedores húngaros.

No primeiro jogo da Hungria na fase de grupos contra Portugal, uma derrota por 3 a 0, a imprensa portuguesa noticiou que o astro Cristiano Ronaldo foi, por sua vez, alvo de cantos homofóbicos. Além disso, uma faixa preconceituosa contra gays também teria sido vista no setor onde estavam localizados ultras (torcedores violentos) húngaros.

Em ambos os jogos, mais de 55 mil pessoas compareceram à Arena Puskás, em Budapeste. A maioria, torcida do país anfitrião. A Uefa disse que as informações sobre a investigação “serão disponibilizadas em devido tempo”.

Durante a última semana, o parlamento húngaro aprovou uma lei que restringe os direitos de informação dos jovens com relação à homossexualidade e transexualidade. A lei é considerada importante para o primeiro-ministro conservador de extrema-direita Viktor Orban.

A Hungria joga seu último jogo do Grupo F contra a Alemanha, em Munique, na quarta-feira. E, curiosamente, a Câmara Municipal da cidade alemão pediu que a Allianz Arena, estádio que recebe a partida, seja iluminada com as cores do arco-íris (um símbolo do movimento LGBTQ).

+ sobre o tema

Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Começa nesta segunda-feira (27) e vai até 7 de...

FGV e Fundação Itaú oferecem bolsas de mestrado em comunicação digital e cultura de dados

A FGV-ECMI (Escola de Comunicação, Mídia e Informação da...

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem...

para lembrar

No ABC, formação da cultura e história africana atrai público diverso ao Sindicato

Metalúrgicos do ABC e de outras regiões do Estado...

Clélia Rosa – Trabalhando relações étnico-raciais na educação

Conversamos com a pedagoga Clélia Rosa, sobre como as...

Dicas para lidar com o racismo na sala de aula

Não é fácil abordar a questão do racismo na...

Alunos do 6º ao 9º vão simular tribunal do júri em casos de preconceito

Alunos da escola Coopec vão simular um tribunal do...
spot_imgspot_img

Seduc-SP oferece cursos de inglês, espanhol, Libras e mais

Os Centros de Estudos de Línguas da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) estão com inscrições abertas para os cursos de idiomas do...

Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Começa nesta segunda-feira (27) e vai até 7 de junho o período de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024. No...

FGV e Fundação Itaú oferecem bolsas de mestrado em comunicação digital e cultura de dados

A FGV-ECMI (Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getúlio Vargas) vai oferecer 30 bolsas integrais para o mestrado em comunicação digital e...
-+=