02/09 – Tracking Vox Populi/Band/iG: Dilma tem 53% dos votos válidos

Segundo o último tracking antes da votação, diferença entre petista e adversários caiu. Serra tem 30% e Marina, 16% dos válidos


A vantagem da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, caiu em todas as regiões do Brasil, de acordo com o tracking Vox Populi/Band/iG divulgado neste sábado, véspera da eleição. Segundo o levantamento, mesmo com a queda, Dilma seria eleita ainda no primeiro turno, com 53% dos votos válidos, dois pontos percentuais a menos que ontem. Para ganhar no primeiro turno, a candidata precisa de 50% dos votos válidos (quando não são considerados os brancos e nulos) mais um.

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, também caiu de ontem para hoje. O tucano foi de 31% para 30% dos votos válidos. Já a candidata do PV, Marina Silva, subiu de 13% para 16% dos válidos.

Considerando votos brancos e nulos, a petista alcança 47%, um ponto percentual a menos que ontem. O presidenciável tucano manteve hoje o mesmo patamar de 26%. A candidata do PV cresceu um ponto percentual e foi para 14% das intenções. Os demais candidatos somam 1%. Votos brancos e nulos somam 4% e indecisos, 8%.

A candidata petista caiu em todas as regiões do País, segundo a pesquisa. No Centro-Oeste e Nordeste, Dilma caiu de 45% ontem para 43% hoje. Nessas regiões, Serra cresceu de 30% para 32% e Marina foi de 17% para 16%. No Sul, Dilma caiu de 48% para 46%, enquanto Serra manteve 34% e Marina subiu de 7% para 8%. No Sudeste, a petista caiu de 39% para 38%. Serra também caiu de 29% para 27%, enquanto Marina subiu de 17% para 19%. No Nordeste, Dilma caiu de 64% para 63%, Serra subiu de 16% para 17% e Marina manteve 10%.

A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 27.428/10. O tracking Vox/Band/iG conta com 2.000 entrevistas, sendo que um quarto dessa amostra é renovada diariamente.

02-10-traking

Fonte: IG  {jathumbnail off}

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

Centenas de indígenas participam do primeiro dia dos ‘jogos tradicionais’

Os jogos tradicionais representam o momento de maior fascínio...

Mario Magalhães diz o óbvio sobre a chacina no Pará

"Pará: de um lado, foram mortas dez pessoas; de...

Juíza lança “O Negro no Século XXI”

Fonte: Portal Imbuí - "O Negro no Século XXI"....

África, não!

Namíbia, fica no sul da África e foi um...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=