segunda-feira, julho 6, 2020

    Resultados da pesquisa por ' sexista'

    “A luta antirracista e a luta antissexista é uma luta de toda a sociedade”, Maria Sylvia Aparecida de Oliveira

    Na última coluna do ano, Geledés no debate deu voz à sua presidenta Maria Sylvia Aparecida de Oliveira em entrevista que faz um importante resgate dos principais acontecimentos do ano e projeções futuras da organização. Advogada, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Maria Sylvia iniciou sua militância como estagiária de direito no programa SOS - Racismo, no departamento jurídico do Geledés em 1994, quando trabalhou diretamente com uma das fundadoras da organização, a advogada Sonia Nascimento. Maria Sylvia se tornou sócia efetiva do instituto e ocupará o cargo na presidência até 2021. arquivo pessoal Geledés - Em abril, o Geledés comemorou 30 anos de jornada com um seminário em que foram analisadas as conquistas e os desafios da organização nesse período. Quais foram os principais pontos debatidos e suas conclusões? Sim. O aniversário de 30 anos foi um marco significativo para uma organização feminista e principalmente do ...

    Leia mais
    Aretha Franklin durante apresentação no hotel, resort e cassino Alladin, em Las Vegas (EUA), em junho de 1978 (Foto: Lee McDonald/Las Vegas News Bureau via Reuters)

    Como Aretha Franklin transformou uma música sexista em hino feminista

    Uma das gravações mais influentes na história do R&B, a música 'Respect' sofreu uma radical mudança na voz de Aretha Franklin. Do G1 Aretha Franklin durante apresentação no hotel, resort e cassino Alladin, em Las Vegas (EUA), em junho de 1978 (Foto: Lee McDonald/Las Vegas News Bureau via Reuters) Uma das gravações mais influentes na história do R&B, a música "Respect" sofreu uma radical mudança na voz de Aretha Franklin: gozava de sucesso modesto quando foi lançada e, depois da "rainha do soul", transformou-se em um hino do feminismo e da luta por direitos civis nos Estados Unidos. Mas Respect nem sempre foi uma música reconhecida apenas na voz da cantora, que morreu de câncer no pâncreas nesta quinta-feria, aos 76 anos. Alguns trechos da música não existiam na versão original de Otis Redding, de 1965, como a parte em que Aretha soletra a palavra "respect" ...

    Leia mais

    Dia da Consciência Negra: quais são nossas tarefas na construção de uma agenda revolucionária antirracista e antissexista?

    Rio de Janeiro – As lutas pela radicalidade democrática e republicana no Brasil seguem diferentes estratégias de acordo com as concepções ideológicas, métodos propostos e características singulares dos sujeitos que constituem os seus diferentes movimentos e instituições. Essas proximidades e diferenças se manifestam quando nos vemos diante de mais um “Dia da Consciência Negra”: devemos nessa data celebrar as conquistas e lutas da população negra e de pessoas/organizações aliadas? Devemos enfatizar mais as violências contras as populações negras e denunciar os mecanismos estruturais que reproduzem a desigualdade brasileira – e que tem o racismo institucional como seu elemento estruturante? Ou devemos buscar valorizar/reconhecer/construir novas agendas que nos permitam avançar nos campos institucionais e na vida cotidiana coletiva de modo a melhorar a vida das pessoas pretas? Por Jailson de Souza e Silva, do  Observatório de Favelas Reconheço minhas dificuldades históricas com os grupos que se dedicam apenas à denúncia das ações dos grupos ...

    Leia mais

    Luana Tolentino: “Maria é vítima da nossa justiça, que também é machista, sexista e misógina; Apoiem Maria”

    Provavelmente vários leitores do Viomundo estão acompanhando a campanha Apoie Maria, criada por Gerson Carneiro para ajudar uma pessoa muito querida. por Conceição Lemesm do Viomundo  Como ela não pode aparecer por questões judiciais, pessoas públicas que a conhecem estão se juntando à campanha, para darem a sua voz a ela e ajudá-la a vencer esta dura batalha. A primeira a falar foi a jornalista Lúcia Rodrigues. Depois, a também jornalista Heloisa Villela, correspondente em Nova York (EUA). Agora, é Luana Tolentino, professora e historiadora, ativista dos movimentos negro e feminista, que denuncia: A Maria está sendo vítima da nossa justiça, que infelizmente também é uma justiça machista, sexista e misógina. Luana faz um apelo: Ainda falta um valor considerável da quantia que precisa ser arrecadada para Maria saia vitoriosa dessa batalha tão dura, injusta, cruel.                         Mas, juntos nós podemos colaborar para que a Maria coloque fim nessa travessia. Assista ao vídeo. De ...

    Leia mais

    Europeus do Sul gastam em “copos e mulheres”, diz Joeren Djisselbloem. Bloco pede repúdio de frases “xenófobas e sexistas”

    O BE acusa Joeren Djisselbloem de “insultar todos os cidadãos do sul da Europa" e exige a “imediata retractação” do ministro das Finanças holandês. Do Sapo O Bloco de Esquerda apresentou esta terça-feira um voto de repúdio pelas declarações “provocatórias, xenófobas e sexistas” do presidente do Eurogrupo, que disse que os países do sul não podem “gastar o dinheiro todo em copos e em mulheres”. No texto, a que a agência Lusa teve acesso, o BE acusa Joeren Djisselbloem de “insultar todos os cidadãos do sul da Europa e as suas instituições” e exige a “imediata retractação” do ministro das Finanças holandês. Numa entrevista ao jornal alemão “Frankfurter Allgemeine Zeitung”, publicada no domingo, Djisselbloem afirmou: “Como social-democrata, considero a solidariedade um valor extremamente importante. Mas também temos obrigações. Não se pode gastar todo o dinheiro em copos e álcool e, depois, pedir ajuda.” Para os bloquistas, esta “tentativa simplista e ...

    Leia mais

    Por um jornalismo não sexista

    A Língua Portuguesa não é sexista. Seu mau uso, sim. Como ato-reflexo da sociedade, a linguagem é um dos espaços mais sutis, constantes e estáveis de legitimação de padrões e práticas de desigualdade e opressão. O sexismo é uma delas, que discrimina com base no sexo e perpetua o Patriarcado, sistema secular que centra no homem o papel de protagonista da ordem social, reduzindo e invisibilizando a identidade feminina e de grupos que sofrem camadas ainda mais cruéis de exclusão, por sua condição de classe e raça. no Think Olga É um processo de retroalimentação: o sujeito masculino domina os espaços da vida cotidiana – escola, religião, artes, política, família, urbanidade, mídia – e essa hegemonia se instala na linguagem que, ao ser usada como se natural fosse, reproduz, mantém e cimenta a desigualdade. Neste sentido, falar é fazer. Especialmente quando a linguagem sexista e discriminatória é usada pelos meios ...

    Leia mais
    Republican U.S. presidential nominee Donald Trump shakes hands with Democratic U.S. presidential nominee Hillary Clinton at the conclusion of their first presidential debate at Hofstra University in Hempstead, New York, U.S., September 26, 2016. REUTERS/Mike Segar

    ‘Racista, sexista e sonegador’: Hillary Clinton fala verdades sobre Trump em debate

    Um pouco perdida no começo do primeiro debate eleitoral na corrida pela presidência dos EUA, Hillary Clinton parece só ter acordado após 20 minutos de discussão. Do HuffPost Brasil Mas, quando a democrata resolveu atacar, ela não poupou o republicano Donald Trump de ouvir muitas verdades. Ela acusou seu adversário de ser racista, sexista e de sonegar impostos em um debate que durou 95 minutos, foi visto por mais de 100 milhões de pessoas e foi marcado pela troca de acusações, por ironias e por um Trump que tentava interromper Hillary repetida e exaustivamente. Em uma das discussões mais acaloradas, Hillary acusou Trump de iniciar sua carreira política - embora nunca tenha ocupado nenhum cargo público - baseado em uma "mentira racista" ao insinuar que Barack Obama, o primeiro presidente afro-americano do país, não nasceu nos Estados Unidos. Obama, que nasceu no Havaí, divulgou uma certidão de nascimento detalhada em 2011 ...

    Leia mais
    BRASÍLIA, DF, BRASIL,  14-04-2015, 09h30: Nadine Gasman, representante do escritório da ONU Mulheres no Brasil, durante o painel Pequim+20: Mais Mulheres na Política.  (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

    ONU condena onda de violência sexista contra Dilma

    Mais um departamento da Organização das Nações Unidas se pronunciou condenando a tentativa de golpe no Brasil; a representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, publicou nota na qual diz que o organismo "conclama a preservação da legalidade, como condição máxima das garantias estabelecidas na Constituição Federal de 1988 e nos tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil é signatário" No Brasil 247 Mais um departamento da Organização das Nações Unidas se pronunciou condenando a tentativa de golpe no Brasil. A representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, publicou nota na qual diz que o organismo "conclama a preservação da legalidade, como condição máxima das garantias estabelecidas na Constituição Federal de 1988 e nos tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil é signatário". A entidade também saiu em defesa da presidente Dilma Rousseff. "Nos últimos 30 anos, a democracia e a estabilidade política no Brasil tornaram ...

    Leia mais

    Comentário sexista faz Kátia Abreu jogar vinho na cara de Serra

    Senador tucano entrou na conversa sem ser convidado durante jantar natalino na casa do líder do PMDB, senador Eunício Oliveira, e disse à ministra: "dizem por aí que você é muito namoradeira"; irritada, ela respondeu: "você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República"; em seguida, jogou o vinho no rosto de José Serra (PSDB-SP) e pediu que ele se retirasse do local no Brasil 247 A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, jogou uma taça de vinho no rosto do senador José Serra (PSDB-SP) durante um jantar de fim de ano realizado na casa do senador Eunício Guimarães (PMDB-CE), no qual também estava presente o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Incidente aconteceu quando a ministra conversava com alguns dos senadores presentes na confraternização. Segundo Kátia, Serra "simplesmente chegou numa roda em que não tinha sido chamado, sem mais nem ...

    Leia mais

    Prefeitura de Santo Antonio da Patrulha faz convite sexista para Conferência de Política para Mulheres

    Da página Iniciativa das Mulheres Unidas do RS “A Prefeitura de Santo Antônio da Patrulha, do PP, mesmo partido dos (ex) deputados: Adolfo Brito, Ernani Polo, Frederico Antunes, João Fischer, Mano Changes, Pedro Westphalen, Silvana Covati e Vinicius Ribeiro que votaram pela extinção da nossa Secretaria de Políticas para as Mulheres, agora convida para Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres e lança o convite abaixo. Uma imagem que claramente objetifica mulheres, desumaniza as mulheres. por Maria Frô no Revista Fórum A explicação para a imagem bizarra é ainda mais bizarra, leia aqui A mensagem abaixo, escrita por Jurema Chagas  foi enviada à Administração Municipal e ao COMDIM de Santo Antonio da Patrulha ela sintetiza o absurdo de uma imagem circular neste contexto. Prezado COMDIM e Administraçao Municipal, Não tenham nenhuma honra em convidar as mulheres para vossa Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, com esse convite de imagem abjeta que reforça a ideia ...

    Leia mais

    Prêmio Nobel renuncia a cargo em universidade britânica após comentários sexistas

    Um dos mais laureados cientistas britânicos pediu demissão do cargo de professor honorário que ocupava numa das mais renomadas universidades do mundo após ter feito comentários sexistas sobre o papel desempenhado pelas mulheres na pesquisa científica. Durante palestra na Conferência Mundial para Jornalistas de Ciências realizada nesta semana na Coreia do Sul, Tim Hunt, ganhador do Prêmio Nobel de medicina e fisiologia de 2001 por seu trabalho sobre a multiplicação das células, falou sobre os "problemas que tinha com as mulheres" na ciência. O professor da University College London (UCL), disse que mulheres no laboratório, "choram" ao serem criticadas e se "apaixonam" pelos colegas de trabalho. "Três coisas acontecem quando há mulheres no laboratório: você se apaixona por elas; elas se apaixonam por você e elas choram quando são criticadas." Arrependimento Hunt disse à BBC que estava arrependido de ter dito o que disse, mas confirmou que realmente era isso ...

    Leia mais

    Com campanha sexista, linha “Homens que Amamos” da Risqué gera polêmica

    Com uma campanha recheada de machismo e sexismo, a nova linha de esmalte Outono/Inverno 2015 da Risqué "Homens que Amamos" está gerando polêmica em redes sociais como o Twitter. No Estilo Catraca Controversa, a linha que se diz inspirada "nos homens que fazem a diferença na vida das consumidoras" traz um texto que, além de objetificar homens,  generaliza e futiliza mulheres, reduzindo suas expectativas e paixões a "homens" e "esmaltes". Sem contar que se trata de um produto feminino com ênfase no homem (Oi?). Será que até mesmo na hora de pintar nossas unhas, e de comprar nossos próprios produtos, não podemos pensar somente em nós mesmas? Devemos ser gratas aos homens nestes nossos momentos? (Oi?). Estranho, para dizer o mínimo. Dentre as "homenagens", ou como a própria marca diz "tributo" aos homens, temos, no lugar das cores, títulos como "Risqué André fez o jantar", "Risqué Fê mandou mensagem" e "Risqué João disse eu ...

    Leia mais

    Manual para o Uso não Sexista da Linguagem já está disponível

    Com o objetivo de proporcionar tratamento equitativo entre mulheres e homens, a partir da utilização da linguagem sem generalizações, evitando a aplicação sexista do discurso, a Secretaria de Políticas para as Mulheres, em parceria com a Secretaria de Comunicação, com a Casa Civil, a Repem-Lac e o grupod e trabalho instituído através do decreto nº 49.995, de 27 de dezembro de 2012, disponibiliza o Manual para o Uso Não Sexista da Linguagem. Para acessar, clique aqui

    Leia mais

    10 situações sexistas que mulheres passam no trabalho

    Relatos foram colhidos pelo projeto Everyday Sexism Ser ignorada, confundida com a senhora do café ou marcada como em “risco de maternidade”. Essas são algumas das situações que as mulheres passam no ambiente de trabalho, de acordo com relatos colhidos pelo projeto Everyday Sexism e divulgados pelo The Guardian. Para a maioria dos homens, são cenários difíceis de imaginar. Para as mulheres, são bem familiares. Confira algumas das situações mais comuns, segundo depoimentos ao Everyday Saxism: 1 – Ser confundida com a secretária "Embora eu tenha sido uma figura sênior em reuniões com clientes, quando todos os outros participantes são homens espera-se regularmente que eu seja a pessoa que vai fazer anotações e distribuir bebidas.” 2 – Ser confundida com a moça do café "Visitantes internacionais da sede da empresa vieram para uma reunião em que eu, a única mulher na gestão, tinha que relatar. Entrei com o meu relatório e ...

    Leia mais

    mini-manual pessoal para uso não-sexista da língua

    em meus textos, para chamar atenção para o sexismo de nossa língua, estou invertendo a norma e usando o feminino como gênero neutro. * * * por Alex Castro digamos que um parque conta com dez animais da espécie Panthera leo. de acordo com as regras atuais da língua portuguesa, só podemos dizer que “existem dez leoas no parque” se temos certeza que os dez animais são fêmeas. por outro lado, falamos que “existem dez leões no parque” se: 1) temos certeza que os dez animais são machos. 2) se houver ao menos um macho no grupo. 3) se não soubermos nada sobre os gêneros dos animais. * * * inverti a regra. agora, uso o masculino somente na opção 1, quando tenho certeza que o indivíduo ao qual me refiro é masculino. para as opções 2 e 3, uso o feminino. * * * para me referir a seres humanos ...

    Leia mais
    Mulheres ameaçam greve de sexo contra quem votar em candidato sexista do Japão

    Mulheres ameaçam greve de sexo contra quem votar em candidato sexista do Japão

    Masuzoe, que concorre ao governo de Tóquio, declarou que menstruação impossibilita mulheres de governar. Um grupo de mulheres em Tóquio, capital do Japão, está ameaçando um "boicote de sexo" contra qualquer homem que votar em Yoichi Masuzoe em uma eleição para o governo da cidade neste fim de semana, em protesto à declaração do favorito de que a menstruação impossibilita as mulheres de governar, informou o jornal britânico Guardian.   Um grupo de campanha no Twitter autodenominado "associação de mulheres que não farão sexo com homens que votarem em Masuzoe" atraiu quase 3 mil seguidores desde seu lançamento, na semana passada. As fundadoras, que continuam anônimas, dizem em seu perfil: "Nos posicionamos para impedir que Masuzoe, que faz declarações tão insultantes contra as mulheres, seja eleito. Não transaremos com homens que votem nele." O ex-cientista político de 65 anos se tornou uma celebridade através de programas de TV antes de ...

    Leia mais
    9

    E para encerrar: Os anúncios sexistas de 2013

      Os 10 anúncios sexistas de 2013. Confira os anúncios que despertaram a ira dos consumidores em 2013 pelo modo como retrataram as mulheres, a partir de seleção feita pelo AdWeek 10. Estereótipo Sem dúvida o mais brando entre os representantes dessa lista, o comercial do Google acabou pecando pela estereotipização. No anúncio do novo Gmail, é possível observar uma mulher conversando com suas amigas sobre assuntos cliché como tricô, calçados e compras de maneira geral. 9. Ícone A figura de “Rosie The Riveter” é um ícone cultural nos Estados Unidos, representante das mulheres americanas que trabalharam em fábricas na Segunda Guerra Mundial. Usá-la como uma dona-de-casa satisfeita com a limpeza proporcionada pelo anunciante Swiffer. Depois da recepção azeda na internet, a marca pediu desculpas e prometeu remover a imagem de todos os seus materiais de marketing. 8. Oportunismo O oitavo lugar da lista é um comercial de orçamento astronômico ...

    Leia mais
    Dilma-anuncia-R-8-bilhões-para-mobilidade-urbana-em-SP

    ‘Sociedade ainda é sexista e preconceituosa’, diz Dilma

    No Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, comemorado nesta segunda-feira (25), a presidente Dilma Rousseff disse que a "sociedade ainda é sexista e preconceituosa"   "A violência contra a mulher envergonha uma sociedade que, infelizmente, ainda é sexista e preconceituosa", comentou a presidente em sua conta no Twitter. A data foi criada pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1993 e escolhida para relembrar o assassinato das irmãs Mirabal --Minerva, Pátria e Maria Teresa, organizadoras do movimento oposicionista Las Mariposas, mortas durante o governo do ditador Trujillo, da República Dominicana, em 1960. No dia 25 de novembro, Trujillo ordenou a execução delas. Elas foram pegas desarmadas e levadas para uma plantação de cana-de-açúcar, onde foram apunhaladas e estranguladas. O assassinato causou grande comoção no país e contribuiu para acabar com a ditadura em 1961. Segunda a presidente a Lei Maria da Penha, em vigor desde 2006, foi o ...

    Leia mais
    devassa negra

    Ministério da Justiça instaura processo contra publicidade “racista e sexista” da cerveja Devassa

    O Ministério da Justiça instaurou um processo administrativo para apurar uma suposta publicidade de caráter racista e sexista da cerveja Devassa, fabricada pela Empresa Brasil Kirin (Schincariol). Caso seja punida, a empresa terá de pagar uma multa de R$ 6 milhões. A denúncia foi feita devido ao slogan utilizado para apresentar a Devassa Tropical Dark, cerveja preta do tipo dark ale: “É pelo corpo que se conhece a verdadeira negra”. Além da frase considerada ofensiva por organizações feministas e ligadas ao movimento negro, há a imagem de uma mulher negra hiperssexualizada. A denúncia foi feita pelo Procon do Espírito Santo ao DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), da Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor). Segundo o departamento, por equiparar o corpo feminino ao consumo, a peça publicitária pode ser classificada abusiva. Para entrar com o processo, a pasta federal consultou diversos órgãos como a Secretaria de Políticas para as ...

    Leia mais
    couple

    Estereótipos sexistas também prejudicam os homens

    Gostei muito deste artigo que Flávio Moreira (autor de dois blogs, um de poesia, e outro de traduções que ele faz; vez por outra, Flávio traz alguns excelentes artigos pra cá) escolheu e traduziu. Tirado daqui, o texto conclui algo muito triste: que homens sentem-se ameaçados pelo sucesso de suas parceiras. E aí mais uma vez aparece a vantagem da pessoa viver um relacionamento feminista, como o que eu vivo. O maridão gosta muito do meu sucesso, e eu do dele. A gente nunca compete (bom, talvez pelo amor da gatinha). A gente coopera. Aliás, acho que o mundo só teria a ganhar se adotasse um lema como "menos competição, mais cooperação". Mas aí eu fiquei pensando: assim como existem mulheres que se fazem frágeis pra que o parceiro se sinta mais forte (tipo, pedindo pro cara abrir um frasco de conserva que não está tão apertado), será que há ...

    Leia mais
    Página 1 de 34 1 2 34

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist