Anielle Franco e Sonia Guajajara assumem como ministras nesta quarta-feira (11)

Enviado por / FontePor Tiago Tortella, da CNN

Está prevista participação de Lula na cerimônia conjunta; também deve ocorrer sanção de lei que tipifica injúria racial como crime de racismo

Será realizada nesta quarta-feira (11) a cerimônia de posse das ministras Anielle Franco, da Igualdade Racial, e Sonia Guajajara, dos Povos Indígenas.

O ato conjunto está marcado para 17h, no Palácio do Planalto. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve comparecer. A criação de ambos os ministérios é promessa de campanha do petista.

Além da reunião que Lula fez com governadores e os chefes dos outros Poderes da República, este é o primeiro grande evento no Planalto após os ataques criminosos às sedes do Congresso, Supremo Tribunal Federal e ao Palácio do Planalto.

Os atos atrasaram as solenidades de Franco e Guajajara, que aconteceriam na segunda (9) e terça-feira (10). As duas são as únicas do novo governo que ainda não tiveram as cerimônias de posse.

“O Brasil o nosso Brasil, o Brasil que respeita e ama esse país, e vai trabalhar pra respeitar seus povos, vai tomar posse. As mulheres negras e indígenas do Brasil vão tomar posse com a gente, porque esse governo é nosso, porque o país também é!”, disse Anielle nas redes sociais.

Sanção de projeto sobre Injúria Racial

Também está previsto que Lula assine a sanção presidencial do projeto de lei que tipifica injúria racial como crime de racismo.

Injúria racial é a ofensa à dignidade de um indivíduo utilizando elementos de raça, cor, etnia, religião. O racismo, por sua vez, é categorizado quando a ofensa é dirigida a um grupo ou coletivo de pessoas ou comunidade.

Secretaria de Ações Afirmativas

O analista de Política da CNN Leandro Resende, integrantes da pasta de Igualdade Racial afirmaram que o ministério terá uma secretaria de Políticas de Ações Afirmativas e Combate e Superação do Racismo.

Haverá também a de Políticas para Quilombolas, Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e Ciganos e a secretaria de Gestão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

+ sobre o tema

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e...

para lembrar

Passe Livre volta às ruas em 14 de agosto contra propinoduto do tucanato

MPL calcula que passagem custaria R$ 0,90 se dinheiro...

UPPs, especulação imobiliária e desigualdade

Valorização da terra, nas favelas “pacificadas” do Rio, atrai cobiça...

Pesquisa global aponta melhoria da imagem dos EUA no mundo

Uma pesquisa encomendada pelo Serviço Mundial da BBC indica...

A república da cobra

e a cobra fumou na Faculdade de Direito da...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a tramitação em regime de urgência do projeto de lei que equipara aborto acima de 22 semanas...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste ano, foram feitas 7.887 denúncias de estupro de vulnerável ao serviço Disque Direitos Humanos (Disque...
-+=