Ato no Abaeté marcará o Dia de Combate à Intolerância Religiosa

Evento será neste sábado (21), em frente ao busto da yalorixá Gildásia dos Santos, a Mãe Gilda, considerada como um dos símbolos de resistência e afirmação das religiões de matriz africana

Do Correio 24 Horas

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Um ato no Parque Metropolitano do Abaeté marcará a passagem do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, neste sábado (21), a partir das 8 horas. A atividade reunirá representações de diversas religiões, em frente ao busto da yalorixá Gildásia dos Santos, a Mãe Gilda, considerada como um dos símbolos de resistência e afirmação das religiões de matriz africana, inspirando a criação da data.

A programação conta com homenagem à Mãe Gilda, que liderou o Ilê Axé Abassá de Ogum até seu falecimento, vítima de intolerância, em 2000, cujo trabalho foi sucedido pela yalorixá Jaciara Ribeiro, sua filha biológica. Também ocorrerão saudações à ancestralidade e palavras das lideranças religiosas e autoridades presentes.

Na Bahia, dentre políticas públicas na área está o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, serviço de atendimento gratuito, em Salvador. Vinculado à Sepromi, o equipamento oferece apoio social e jurídico a vítimas, desde dezembro de 2013.

Além do atendimento, a unidade dispõe de uma biblioteca especializada em relações étnico-raciais e espaço para encontros sobre a temática. O Centro de Referência é uma das portas de entrada dos casos acompanhados pela Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa, composta por instituições do poder público, universidades federais e estaduais, órgãos que formam o Sistema de Acesso à Justiça e um conjunto de organizações da sociedade civil da capital e do interior.

+ sobre o tema

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

para lembrar

Primeira fase da Unicamp aborda ChatGPT, ‘Guardiões da Galáxia’ e racismo com textos de Sueli Carneiro e Luther King

Inteligência artificial, racismo, reflexo da colonização nos indígenas, música...

Mais de 50 mil indígenas farão Enem para tentar vaga em universidade

Em aldeia da etnia pareci, oito estudantes já escolheram...

Uneafro 10 anos e a luta negra pelo direito à educação

Que noite mais funda calunga No porão de um navio...

Professor baleado em estado grave expõe face trágica de violência em escolas

"Professora, preste atenção, que comigo não são cinco tiros,...
spot_imgspot_img

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um...

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...
-+=