Autora do pedido de impeachment trabalhou nos governos de FHC e Alckmin

Janaína Paschoal exerceu funções de assessoria especial e técnica

Do Jornal do Brasil

A advogada Janaína Paschoal, autora do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, trabalhou como assessora especial do Ministério da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso e como assessora técnica de gabinete na gestão do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, partido que lidera o movimento pela destituição da chefe do Executivo.

No arquivo do Diário Oficial da União (DOU), do dia 24 de julho de 2002, há a informação de exoneração de Janaína do cargo de Assessor Especial do Ministro de Estado da Justiça, pelo presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.

trecho-do-diario-oficial-da-uniao-com-a-exoneracao-da-autoria-do-impeach

Já no governo de Geraldo Alckmin, Janaína presidiu uma das comissões especiais destinadas a apresentar propostas de alteração de plano de carreira e critérios de promoção nas polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, de acordo com informação disponível no site da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado de São Paulo.

Na última segunda-feira (4), um discurso raivoso de Janaína, em frente à Faculdade de Direito da USP, em que ela pedia a morte da “República da Cobra” e afirmava que Deus a ajudaria a derrubar “a Cobra”, chamou a atenção e acabou virando piada nas redes sociais.

 

+ sobre o tema

Leonardo Boff: Dez lições da crise brasileira

Toda crise acrisola, purifica e faz madurar. Que lições...

Degola, linchamento e cassação: gente negra pode mesmo eleger e ser eleita?

Imagina se uma vereadora negra de Catanduva (SP) e...

A “selfie” de Obama e o jornalismo apressado

O presidente dos EUA não foi insensível e sua...

Abolicionismo do século 21

Por: Edson França Completamos no dia 13 de...

para lembrar

Cigana rouba a cena em posse de ministros

Homens em terno escuro e mulheres usando tailleur se...

Em toda a América Latina, mulheres lutam contra violência na política

Atualmente, a América Latina é líder global em cargos...

Predominantes na classe C, negros movimentaram R$ 760 bilhões em 2012

De cada 100 pessoas que entraram na classe C...

Kanye West é bom apesar das polêmicas que cria

Kanye West entrou para o hall dos encrenqueiros...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=