Bonecas com deficiências são lançadas após campanha nas redes sociais por diversidade

Modelos com bengalas e marcas de nascença foram produzidos pela marca britânica Makies

Do O Globo

Depois que uma campanha por maior diversidade na indústria de brinquedos se tornou viral em redes sociais com a hashtag “#ToysLikeMe” (brinquedos como eu, em tradução livre), um fabricante de brinquedos britânico criou uma nova linha de bonecos com deficiência.

Além de modelos com bengalas e deficiência auditiva, a empresa Makies criou alternativas com marcas de nascença e cicatrizes. Personagens em cadeira de rodas também estão sendo desenvolvidos pela equipe de design e produção.

Usando a impressão 3D para projetar as bonecas e os acessórios, o fabricante espera que a nova linha seja um grande sucesso – dada a rapidez com que foi criada em resposta à campanha #ToyLikeMe que começou no Facebook.

Por £ 69 (cerca de R$ 320), as “Makies Dolls” são personalizadas para o dono, com a empresa planejando realizar customização com as características faciais. Ou seja, em breve os pais podem solicitar bonecas com a mesma marca de nascença que o filho ou a filha tem.

makiess

A nova coleção deixou os ativistas da hashtag felizes, mas isso não fará com que eles parem de pedir por uma diversidade maior no que diz respeito a brinquedos infantis. O movimento postou em sua página no Facebook: “Toy Like Me não vai descansar. Se pequenas empresas como a Makies podem atender, o que estão fazendo os meninos e meninas grandes? Vamos Lego, Playmobil, Mattell Barbie – 770 mil crianças britânicas com deficiências precisam de representação agora!”.

Leia também 

Mãe cria boneca com cabelo cacheado para melhorar autoestima da filha

+ sobre o tema

O preconceito e o preconceituoso

Toda pessoa preconceituosa é moralista. A relação é de...

Secretaria elabora plano contra racismo em Rio Branco

Documento tem prazo estabelecido de 180 dias para ser...

Antissemita descobre que é judeu e abandona direita na Hungria

Szegedi teve uma avó que sobreviveu aos horrores do...

para lembrar

PSC pede que STF suspenda regra que obriga cartório casar gays

Partido argumenta que cabe ao Congresso Nacional decidir...

Jovem usa celular para gravar abusos feitos por ex-padrasto em Itajubá, MG

Segundo a adolescente, abusos aconteciam desde que ela tinha...

Vereadora critica homossexuais e defende submissão da mulher

  Vereadora diz que ‘família’ corre perigo com...

Aos 42 – por Daniela Luciana Silva

Hoje é um dia de festa. Para comemorar seu...
spot_imgspot_img

Com 10 exibições que abordam a luta antirracista, Mostra do Cinema Negro tem sessões a partir de 4 de abril em Presidente Prudente

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) promove, entre os dias 4 de abril e 23 de maio, uma programação com dez filmes que celebram o cinema...

O atraso do atraso

A semana apenas começava, quando a boa-nova vinda do outro lado do Atlântico se espalhou. A França, em votação maiúscula no Parlamento (780 votos em...

USP oferece mais de 4 mil vagas em cursos gratuitos para público 60+

O programa USP 60+ completa 30 anos de sua criação e está com as inscrições abertas para o primeiro semestre de 2024. A abertura de vagas se...
-+=