Caso do aborto de Monica Serra: O verdadeiro papel de um jornal

Ao divulgar o desabafo da coreógrafa Sheila Ribeiro, artista em dança contemporânea, novas mídias, publicidade e cinema, casada com o antropólogo Massimo Canevacci Ribeiro, mas antes de tudo, uma brasileira, uma eleitora, o Correio do Brasil cumpre com o seu papel de contribuir com a sociedade deste país na superação de um tabu, como é a questão do aborto. Ao perceber a justa indignação desta cidadã, diante da mudança diametral entre o que disse sua ex-professora Monica Serra, em dois momentos da vida, coube ao CdB dar voz à informação, checada e confirmada de forma cabal  junto às colegas da então estudante da Unicamp, onde a mulher do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, lecionou por vários anos. Diante dos fatos, este diário não teve dúvidas em ampliar o debate sobre a hipocrisia, essa mesma hipocrisia que alimenta os radicalismos e fortalece apenas aos obscurantistas.

O Correio do Brasil é um jornal independente, com circulação nas versões eletrônica e impressa para assinantes de todo o país, que há mais de uma década chega todos os dias aos seus leitores com o retrato da realidade brasileira, sem se importar se esta agrada a gregos ou a troianos. Acreditamos que liberdade de imprensa é o pleno exercício do direito de informar, com responsabilidade e coragem. Nós nos pautamos apenas pela verdade dos fatos, contra a qual não cabem argumentos ou quaisquer subterfúgios utilizados para proteger esta ou aquela personagem da história.

Perante o CdB, todos os brasileiros são iguais.

Gilberto de Souza é jornalista, editor-chefe do Correio do Brasil.

+ sobre o tema

Jornalistas baianxs oferecem 2ª edição de minicurso sobre semiótica e racismo na mídia brasileira

A Semiótica como ferramenta de análise do racismo midiático...

Mulheres são maioria nas universidades brasileiras, mas têm mais dificuldades em encontrar emprego

Mulheres brasileiras têm 34% mais probabilidade de se formar...

Marçal Guarani: uma voz que não se calará

Homenagem do Tribunal Popular da Terra -MS ao grande...

Cotas raciais aceleram a inclusão. Mas empresas precisam fazer sua parte.

Por Jorge Abrahão,presidente do Instituto Ethos   STF...

para lembrar

Mercado de Trabalho – 13 de Maio: data para refletir

O que as empresas que atuam no Brasil podem...

Mano Brown: a luta do Brasil é a distribuição de terra

Da Página do MST     O MC Mano Brown, do Racionais...

Podcast 2082, apresenta história afrofuturista com viagem no tempo

Já imaginou como seria nossa sociedade se a constituinte...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=