Cidadão é livre para escolher uso do vale-cultura

Previsto para ser regulamentado no dia 26 de fevereiro, o Vale-Cultura da ministra da Cultura, Marta Suplicy ainda suscita dúvidas e críticas. Mais uma vez em sua defesa, Marta disse que o beneficiário poderá gastar a quantia como quiser, mas que não vai ser permitido comprar os produtos em supermercados.

“Pode qualquer revista. Eu não sou censora. Pode comprar revista porcaria. O trabalhador decide”, disse nesta quinta-feira, no programa Bom Dia Ministro.

O Vale-Cultura concede R$ 50 por mês a trabalhadores contratados em regime de Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que recebem até cinco salários mínimos. Só será oferecido pelas empresas que aderirem ao sistema, que terão incentivo fiscal (isenção de imposto de R$ 45 por cada vale doado). A ideia é fazer com que 17 milhões de assalariados adiram ao programa ao custo de R$ 7 bilhões.

“Pode qualquer revista. Eu não sou censora. Pode comprar revista porcaria. O trabalhador decide.”

 

Fonte: 247 Brasil

+ sobre o tema

Coalizão de entidades lança campanha por mais negros nos parlamentos

A Coalizão Negra por Direitos, que reúne mais de...

Kenarik Boujikian é nomeada para a Secretaria Nacional de Diálogos Sociais da Presidência

A desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) Kenarik...

Precarização do trabalho rural impacta mais pessoas negras e mulheres

Um relatório da Oxfam Brasil indica que mulheres e pessoas negras...

Em Ceilândia, Anielle Franco anuncia R$ 1,6 milhão para organizações

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, anunciou, nesta...

para lembrar

Roberta Luchsinger, herdeira de banco suíço, doa R$ 500 mil a Lula após bloqueio de Moro

Roberta Luchsinger, herdeira da família fundadora do banco Credit...

Mais ricos do Brasil ganham, em média, US$ 100 mil a mais do que os da França

Dados divulgados nesta semana pelo estudo World Weatlh and...

Dilma diz que tucanos são “lobos em pele de cordeiro”

Em primeiro evento após deixar o governo, petista afirma...

A matemática de Clinton obriga Serra a falar do mensalão

Bill Clinton, que os tucanos adoram, disparou a...

OABRJ levará absolvição dos policiais no caso João Pedro ao STF

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OABRJ) levará o caso da absolvição dos policiais na morte do jovem João Pedro...

O grande bazar de direitos

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, declarou nesta semana estar "muito entusiasmado com a iniciativa do STF  de, ao invés de simplesmente decidir pela inconstitucionalidade daquilo que...

Mães de vítimas da violência policial em SP, RJ e BA vão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciar o Estado brasileiro

Representantes de movimentos de mães de vítimas da violência do Estado e organizações de direitos humanos como Anistia Internacional, Conectas Direitos Humanos, Instituto Vladimir...
-+=