sábado, janeiro 28, 2023
InícioEm PautaDia de solidariedade com o Haiti e a migração haitiana na República...

Dia de solidariedade com o Haiti e a migração haitiana na República Dominicana e no mundo

Olá,

A partir de nossa organização gostaríamos de convidá-los a fazer parte da campanha “Dia de solidariedade com o Haiti e a migração haitiana na República Dominicana e no mundo”.

Esta campanha procura chamar a atenção internacional para a dramática situação de violência e violação de direitos para com os migrantes de origem haitiana e dominicanos de ascendência haitiana na República Dominicana, como resultado do último decreto presidencial que legitima e promove deportações em massa. Convidamos você a participar desta campanha amanhã, quarta-feira 30 de novembro, durante todo o dia.

Para fazer parte da campanha, faça o seguinte:

  1. coloque a imagem anexa em seu instagram, facebook e perfil do twitter.
  2. Use o seguinte hashtag: #RDERacistState #NoMoreDeportationsRD #HaitianLivesMatter #UnityAgainstRacismRD
  3. Tag #Turismo para que o mundo possa ver a realidade em que muitas pessoas vivem fora de suas praias e resorts.
  4. Copie e cole o texto que lhe deixamos aqui em suas redes:

Dia de solidariedade com o Haiti e a migração haitiana na República Dominicana e no mundo

Em 11 de novembro, o governo Abinader da República Dominicana aprovou o decreto 668-22, que cria uma unidade de polícia especializada para perseguir e expulsar do país migrantes que vivem em terras estatais ou privadas. Desde então, aumentaram as perseguições, despejos e deportações em massa, assim como a violência contra pessoas haitianas e dominicanas de ascendência haitiana, que vivem há décadas em bateyes nas áreas de cultivo de cana-de-açúcar do país. Imagens de casas destruídas, violência policial e cidadã, negação de atendimento médico e discurso de ódio contra a população de origem haitiana do país escalaram para limites alarmantes, numa campanha nacionalista que este ano já totaliza mais de 85.000 deportações em massa.

Na República Dominicana existe o perigo de perpetrar uma limpeza étnica semelhante à cometida pela ditadura de Trujillo no pais, que orquestrou o Massacre da Salsa em 1937, assassinando mais de 15.000 pessoas por causa de sua origem e cor de pele.

Condenamos esta política de expulsões em massa e violação da segurança pessoal que afeta pessoas haitianas e negras na República Dominicana e que se baseia na ideologia da supremacia racial e cultural do Estado e da elite dominicana.

É HORA DE AGIR!

Pedimos uma voz unida contra a violência estatal racista que o Estado dominicano mantém sistematicamente contra a população mais vulnerável.

Exortamos a comunidade internacional, as diásporas haitianas e dominicanas, igrejas, organizações sindicais, culturais e políticas, e organizações de direitos humanos em todo o mundo a se solidarizarem com o povo haitiano, com a situação dos migrantes haitianos e suas famílias na República Dominicana e em outras partes do mundo.

Recordemos que a República Dominicana é um país sustentado pelo turismo. Mostramos ao mundo a realidade em que muitas pessoas vivem por causa de sua origem e cor de pele fora de suas praias e resorts.

#AsVidasHaitianasImportan

#RDEstadoRacista

#NaoMaiDeportacoesRD

#UnidadeContraoRacismoRD

Se você quiser mais informações sobre este conflito:
https://www.reconoci.do/rechazamos-el-decreto-668-22-y-las-deportaciones/
https://drive.google.com/file/d/1Sd9n4twbaviefP8I6Y0U_9C1cFj8d6xr/view?usp=share_link
https://drive.google.com/file/d/1UkskV4JlCNlWyZpMp1K5GWk4RMw72S-W/view?usp=share_link

Pedimos que envie este convite a pelo menos 5 dos seus contactos, que acha que poderiam juntar-se à campanha no dia 30.


Enviado por Ochy Curiel, Tradução Ana Flavia Magalhaes Pinto

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench