Dilma vai à festa de natal de catadores e população de rua

A presidente Dilma Rousseff esteve na manhã desta sexta-feira (21) em São Paulo onde participou da festa de Natal das cooperativas de catadores de material reciclado e população em situação de rua e ouviu críticas e reclamações dos participantes do evento.

Essa é a segunda fez que Dilma participa da festa. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva marcou presença na comemoração durante seus oito anos de mandato.

Durante o evento, a presidente assistiu a um desfile de moda organizado pelos catadores de material reciclável. As roupas apresentadas eram todas confecionadas apenas com material encontrado nas ruas.

Enquanto os modelos desfilavan, Dilma trocava impressões com a ministra da Cultura, Marta Suplicy

A presidente também assistiu a um Auto de Natal encenado pelo grupo de teatro do Movimento Nacional da População em Situação de Rua.

A presidente disse que o governo pretende criar cursos de capacitação para que os gestores públicos tratem “com maior grau de humanidade” essas pessoas e prometeu ampliar o repasse de recursos para que os municípios melhorem o atendimento à população de rua.

Dilma disse que o governo pretende criar cursos de capacitação para que os gestores públicos tratem “com maior grau de humanidade” essas pessoas e prometeu ampliar o repasse de recursos para que os municípios melhorem o atendimento à população de rua.

Enquanto discursava, Dilma teve de encarar alguns protestos de pessoas que pediam melhores condições de moradia.

O representante do Movimento Nacional dos Catadores, Eduardo Ferreira, reclamou do modelo de parceria público-privada que o governo quer instituir no setor.

Em sua fala, Dilma defendeu as ações de seu governo no que tange as necessidades dos catadores: “Só no ano passado investimos R$ 240 mi em ações de estímulo à organização e ao fortalecimento de cooperativas e associações de catadores”.

{gallery}1dez12/dilma{/gallery}

Foto: Daia Oliver/R7

 

+ sobre o tema

Obama precisa se justificar perante o Congresso sobre ação militar na Líbia

A Casa Branca enviou, nesta quarta-feira, um dossiê de...

Sobre leite, achocolatado, bananas e vitamina por Marcos Rezende

Antes de eu saber que era meramente comercial,...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

Candidaturas coletivas podem acabar já em 2024; a quem isso interessa?

As candidaturas coletivas podem deixar de existir já a...

para lembrar

Mino Carta e a Herança da Casa Grande

Não quero que os ricos chorem, dizia o líder...

Bolsonaro faz da mentira sua tática política sobre a ditadura

Ao presidente cabe esclarecer suas declarações que violam compromissos...

Para Dilma, interpretação de frase sobre luta é ‘vilania’

Pré-candidata do PT disse que não se referia a...

Serra prometeu à Chevron mudar regras do pré-sal

Wikileaks revela que José Serra, então pré-candidato do PSDB...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=