Dossiê: Presença negra na literatura brasileira

A décima edição da Opiniães: revista dos alunos de literatura brasileira convida o leitor a refletir sobre as relações estéticas, sociais e políticas que envolvem a literatura negra e/ou afro-brasileira.

Da Revista USP 

Imagem: Reprodução/Revista USP

Os sete artigos acadêmicos que compõem o dossiê temático – assinados por Luciana Marquesini Mongim, Luciana Alves  Santos, Fernanda Rodrigues Miranda, Fabiana Carneiro da Silva, Luciana Martins Diogo e Ana Paula Simioni, Francys Lindoso Cavalcanti e Fabiane Cristine Rodrigues – abordam, de maneira plural e instigante, aspectos variados da presença negra na literatura brasileira, desde a produção oitocentista de Maria Firmina dos Reis, passando pela prosa de Monteiro Lobato, as interlocuções entre a literatura e as artes visuais afro-americanas, o desdobrar-se sobre a produção literária de vozes negras contemporâneas como Cuti, Paulo Lins e Ana Maria Gonçalves, até os questionamentos sobre o lugar dos escritores negros no mercado editorial brasileiro.

Dentre a diversidade de escopo apresentada, é possível identificar, ainda, um núcleo temático de relevância para os debates da atualidade. Para além da prevalência da autoria feminina na seleção acadêmica em questão (a totalidade dos artigos foi escrita por mulheres), evidencia-se um interesse renovado da crítica pela produção literária de mulheres negras, dentre as quais destacamos Maria Firmina dos Reis, Ana Maria Gonçalves e Marilene Felinto, além da poeta Le Tícia Conde, cuja obra não é tematizada na seção de artigos, mas comparece como objeto da resenha de Larissa Souza. Tal interesse reverbera o recrudescimento das demandas sociais nas últimas décadas – não somente da agenda feminista – por maior representatividade feminina e negra e igualdade de direitos tanto no ambiente acadêmico quanto no mercado de trabalho. Assim, o olhar crítico que se volta ao protagonismo negro feminino na composição literária pode sinalizar, entre outros fatores, trepidações sociais suscitadas pelos debates recentes sobre gênero e raça no país, além de repercutir a mobilização de ações sociais, de que são exemplos protestos de coletivos negros e marchas das mulheres pelo Brasil e pelo mundo. Exemplos do dialogismo criativo entre as questões de gênero atuais e as representações da mulher negra no âmbito literário são as reflexões propostas pelo artigo de Fabiana Carneiro da Silva, que problematiza questões de gênero e raça na interlocução entre o romance Um defeito de cor de Ana Maria Gonçalves e as fotografias da artista norte-americana Nora Faustine; e pelo artigo de Luana Alves dos Santos, que descortina o processo de naturalização da dupla opressão sofrida pela mulher negra na análise da representação literária da personagem Tia Nastácia em Caçadas de Pedrinho de Monteiro Lobato.

Leia o PDF Completo

+ sobre o tema

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos...

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado...

para lembrar

MEC publica portaria que suspende cronograma do novo ensino médio por 60 dias

O MEC (Ministério da Educação) publicou na madrugada desta quarta-feira (5),...

Brasil não tem lei federal para o combate ao bullying

Projeto de lei tramita em comissão de educação do...

Professor que chamou aluno de burro é demitido no Sul de MG

Profissional treinava time de futebol de colégio de Pouso...

Resposta simples para um problema complexo: o debate sobre o retorno às aulas

“Ano se recupera. A vida não”. Com este mote...
spot_imgspot_img

FGV e Fundação Itaú oferecem bolsas de mestrado em comunicação digital e cultura de dados

A FGV-ECMI (Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getúlio Vargas) vai oferecer 30 bolsas integrais para o mestrado em comunicação digital e...

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas cívico-militares na rede estadual e municipal de ensino foi aprovada na noite desta terça-feira (21) na...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem sido objeto de debate em diversos contextos nacionais e internacionais, mobilizando famílias, a sociedade e...
-+=